back to top

25 dados sobre crimes contra LGBTs no Brasil que você precisa conhecer

84% das pessoas acreditam que "Deus fez o homem e a mulher com sexos diferentes para que cumpram seu papel e tenham filhos".

publicado

Os dados desse post foram retirados das seguintes pesquisas:

"Diversidade Sexual e Homofobia no Brasil" - Editora Fundação Perseu Abramo e Instituto Rosa Luxemburg.

"Relatório 2015 - Assassinatos de LGBT no Brasil" - Grupo Gay da Bahia.

"Relatório sobre Violência Homofóbica no Brasil, o ano de 2012" - Secretaria dos Direitos Humanos da Presidência da República.

1. 59% dos LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgêneros) já se sentiram discriminados.

2. 13% desse preconceito veio por parte dos colegas da escola.

3. Já 11% do preconceito vem dos familiares.

4. E 10% dos próprios pais das vítimas.

5. Quanto mais jovens os LGBT, maiores os índices de denúncias: 49% dos pesquisados de até 24 anos relatam serem tratados com ironia e gozação, enquanto 24% dos que têm mais de 45 anos afirmam ter passado por essas situações.

6. Em 2015 foram assassinados 318 LGBTs no Brasil. O número é seis vezes maior do que a quantidade de mortos no clube noturno em Orlando.

7. Apenas 1/4 dos crimes tiveram os assassinos identificados.

8. Destes 1/4, em somente 10% houve um processo instaurado e punição para o criminoso.

9. Dos assassinos identificados, 87% tinha entre 18 e 29 anos.

10. 37% dos crimes foram cometidos com armas brancas.

11. E 32% com armas de fogo.

12. 31% das pessoas acreditam que "mulher vira lésbica porque não conheceu homem de verdade".

13. 84% das pessoas acreditam que "Deus fez o homem e a mulher com sexos diferentes para que cumpram seu papel de ter filhos".

14. 58% das pessoas consideram homosexualidade um "pecado contra as leis de Deus".

15. Em 2012, foram registradas 3.084 denúncias de crimes contra LGBT pelo poder público.

16. Cada denúncia pode envolver mais de uma violação. Por isso, elas totalizaram 9.982 violações, como violências físicas, psicológicas, sexuais e homicídios.

17. Também em 2012, o último ano em que houve um levantamento de dados pela Secretária dos Direitos Humanos da Presidência da República, foram contabilizadas 4.851 vítimas.

18. Dentre as vítimas de crimes, 40,55% são pretas e pardas.

19. 58,9% das vítimas foram agredidas por pessoas conhecidas.

20. 38,63% da violações aconteceram dentro da própria casa dos LGBTs.

21. 83,2% das vítimas LGBT denunciaram violências psicológicas.

22. Já 32,68% sofreram violências físicas.

23. ZERO leis criminalizam a homolesbotransfobia (crimes de ódio direcionado a gays, lésbicas e transgêneros) no país.

24. ZERO foram os crimes classificados como homolesbotransfobia porque não é lei.

25. ZERO projetos públicos para acabar com a homolesbotransfobia no Brasil foram criados porque não existem dados oficiais.

Every. Tasty. Video. EVER. The new Tasty app is here!

Dismiss