back to top

We’ve updated our privacy notice and cookie policy. Learn more about cookies, including how to disable them, and find out how we collect your personal data and what we use it for.

27 provas de que Belém do Pará precisa estar na sua lista de cidades a conhecer

Muita beleza natural e arquitetônica, culinária maravilhosa e o povo mais simpático do país.

publicado

1. O clima loucamente quente pode te deixar desconcertado por um ou dois dias mas depois de se acostumar é uma das coisas mais deliciosas do mundo.

2. E apesar do calor, a máxima registrada nas últimas décadas foi de 37º e a mínima, 14º, uma raridade quando o mais frio é geralmente 19º.

3. A chuva tem hora para cair: por volta das 17h, o que faz com que você não precise ficar naquele abre e fecha de guarda-chuva o dia todo.

4. O pôr-do-sol da cidade é uma das coisas mais lindas que você vai ver na sua vida.

Publicidade

5. Os belenenses (ou belemense) são absurdamente simpáticos e acolhedores.

6. E é tudo tão simples por lá que mesmo tendo dois nomes que indicam onde nasceram, o costume é se chamarem só de paraense mesmo.

7. Existe uma grande chance de você pedir uma informação e de repente ser convidado para tomar um café na casa de um morador da cidade.

8. E a gente não precisa nem falar da experiência emocionante que é a cerimônia do Círio de Nazaré.

9. O Mercado do Ver-o-Peso é considerado a maior feira ao ar livre da América Latina.

10. E ele é enlouquecedor: cores, aromas, sons e tudo o que você imaginar. Uma experiência única e incrível.

11. Já do ladinho do mercado é possível ir à Estação das Docas, um complexo de lazer e gastronomia em um antigo porto fluvial reformado.

12. Outro passeio fundamental é o Portal da Amazônia, como é conhecida a orla da cidade que foi revitalizada há poucos anos e bomba especialmente aos finais de semana.

Publicidade

13. Quem merece uma tarde só dele é o Mangal das Garças, um parque ecológico de 40 mil m² que resume o ambiente amazônico bem no meio da cidade com animais e plantas típicas da região.

14. Por lá fica também um borboletário de 1.400 m², um dos maiores do país.

15. No quesito histórico, aproveitar o Forte do Castelo ou Forte do Castelo do Senhor Santo Cristo do Presépio de Belém, (Forte do Presépio) pode ser uma das coisas mais bacanas para um fim de tarde e de quebra rola uma visita a um navio de guerra ancorado aberto ao público.

16. Também não esqueça das dezenas de igrejas espalhadas pela cidade. Destaque para a Catedral Metropolitana de Belém e a Basílica de Nazaré.

17. O Theatro da Paz é uma caso a parte, construído em 1978, foi inspirado no Teatro Scala de Milão e conta com 1.100 lugares.

18. Onça pintadas, jacarés, macacos e lagartos fazem parte do Parque Zoobotânico localizado próximo a cidade. De quebra ainda pode visitar o Museu Paraense Emílio Goeldi, que abriga exposições temporárias no local.

19. De Marajó a Ourém não faltam opções de praias próximo a cidade, muitas de água doce. Confira cinco opções aqui.

Publicidade

20. A culinária típica, é o ORGULHO DA CIDADE e em todos os restaurantes é possível encontrar pratos regionais.

21. O Tacacá, feito com tucupi, um caldo de cor amarelada extraído da mandioca, goma de tapioca, camarão seco e jambu, uma erva é um dos itens obrigatórios para degustar. .

22. Outro que também vale ser degustado é o pato no tucupi com jambu, uma erva típica da região e a Maniçoba (uma espécie de feijoada paraense feito com folhas da mandioca moída e cozida, carne de porco, carne bovina e outros ingredientes defumados e salgados).

23. Quem não chorar de emoção comendo os os peixes de água doce bom sujeito não é. Destaque para o filet de Filhote.

24. Na parte das sobremesas é sempre possível encontrar um doce de cupuaçu.

25. Para quem é do sul, o açaí pode ser uma surpresa sem tamanho. Super amargo, é servido em temperatura ambiente com mel e farinha de tapioca.

26. Ir na sorveteria Cairu, um clássico da cidade, é obrigatório.

27. E claro as melhores tapiocas do mundo, encontradas nas versões doces e salgadas.

Publicidade