back to top

28 situações que só quem é de Belo Horizonte vai entender

"Cê sa se esse ôns pas na savas?"

publicado

1. Primeiramente, entender a clássica frase "cê sa se esse ôns pas na savas?" (traduzindo: você sabe se esse ônibus passa na Savassi)

2. E também subir Bahia e descer Floresta.

3. Demorar mais tempo para chegar ao aeroporto do que dentro do avião.

4. Saber a diferença entre ônibus amarelo, azul, verde claro, verde escuro e vermelho.

5. Ter pego o 4111 e o 2004 e ter passado 50 horas dentro dele.

6. Conseguir entender a lógica do centro que mistura tribos indígenas com cidades e estados.

7. Não entender porque tanta animação com a Rua do Amendoim.

8. Comer mexidão no Mixido depois de tomar todas no Jack ou no Lord.

9. Já ter "tomado uma" e comeu fígado com jiló, em pé, no Mercado Central.

10. Entender todas os significados de "Nú", "Ní" e "Nó".

11. Enfrentar o Rochedão do Bolão.

12. Ir parar no Rei do Pastel quando tudo já acabou e você se recusa a ir para casa.

13. Ir no Café com Letras para paquerar a galera mais cult.

Publicidade

14. Já foi em excursão do colégio para o Horto Florestal para ver o Presépio do Pipiripau.

15. Achar normal não ter hippies na feira hippie.

16. Andar de Minhocão no Parque Guanabara.

17. Falar "pão de sal" e "copo lagoinha" e não ser entendido pela maioria da população brasileira.

18. Ter que explicar toda vez que o metrô de BH na verdade é um trem.

19. Já ter ido assiduamente ao Gurilândia e ter participado da votação do nome do Chocolate, o Elefante do Zoológico.

20. Ter andado no trenzinho do Parque Municipal ao lado do Fofão e do Mickey.

21. Morrer de orgulho pela coxinha ter sido criada em BH segundo contam por aí.

22. Comer pão de queijo em qualquer (e toda) refeição.

23. Ficar indignada quando alguém diz não conhecer Guarapan ou Mate Couro.

24. Acompanhar as eternas obras da Avenida Antônio Carlos.

25. Comer um tropeiro no Mineirão com um "zoiudo" em um jogo do Atlético, Cruzeiro ou América.

26. Saber que sair da Savassi é quer dizer "muito longe".

27. Achar normal que "ali" nunca é ali na esquina e que talvez daqui uns cinco quarteirões seja o "ali".

28. Se perguntar "o que tem pra hoje?" e responderem "tudão" quer dizer que você vai pro bar que chama tudão, e não que tem "tudo".

Publicidade

Colaboraram os mineiros e mineiras: Izabela Santos, Marcela Esteves, Francisco Chocholous, Luiz Gustavo Lima Yas, Rafael Borges e Mariana Ferreira.