back to top

10 coisas que você pode fazer pela política na sua vida

Pode ser mais simples do que você imagina.

publicado

1. Participe das reuniões do seu condomínio, elas são a forma mais direta de lidar com a estrutura política na sua vida.

Purestock / Getty Images

Parece balela e realmente é uma coisa bem chata, mas as reuniões de condomínio são basicamente um microcosmo da vida política do país. Participando ativamente delas você consegue saber como seu prédio é administrado, como estão as finanças e quais são as regras do espaço em que você vive. Ah, e se você quiser ir preparado, o nosso Código Civil conta com 27 artigos sobre a vida em condomínio.

2. Se informe qual é a subprefeitura responsável pela administração da região em que você vive e fique por dentro das decisões sobre seu bairro.

apontador.com.br

Muitas cidades brasileiras contam com um sistema de gestão composto por subprefeituras, como São Paulo, Rio de Janeiro, João Pessoa e Salvador. É muito importante saber qual é a responsável pela administração da sua região por vários motivos, entre eles acompanhar os planos de gestão das cidades, desenvolver ações de melhora da região e atender a população de forma mais eficiente e rápida. As subprefeituras contam com diversas formas de administração e são talvez o caminho mais próximo para entrar em contato com as políticas públicas.

3. Procure uma associação de moradores do seu bairro ou qualquer outro grupo de sociedade civil para pensar coletivamente em boas práticas para sua região.

Tonivaver / Getty Images

Se você não quiser se atrelar diretamente com a política como instituição entrando em contato com a subprefeitura, uma alternativa é participar de algum movimento de sociedade civil como associação de moradores, organizações ambientais, programas voluntários de saúde e assim por diante. Dessa forma você consegue tomar decisões e opiniões que afetam a sua vida e dos que vivem próximo a você e um pequeno grupo fica responsável por levar essas reivindicações para o poder público.

4. Atenda aos chamados de participação popular e de audiências públicas. Nelas você pode opinar sobre questões fundamentais para a gestão da nossa sociedade.

www2.camara.leg.br

Grande parte das prefeituras, câmaras de vereadores e deputados e até do ministério público realizam chamadas para audiências públicas e reuniões que definem questões ligadas à vida da população. Em geral, as audiências se referem à questões de suma importância na vida das pessoas como desapropriação de terra, legislações que permitem a construção ou não de grandes prédios, novos orçamentos para a cidade e assim por diante.

5. Além das audiências públicas, outro modo de opinar nas decisões públicas é participar dos conselhos específicos de temas de seu interesse como cultura, esporte e saúde.

memoria.ebc.com.br

Em geral as prefeituras contam com diversos conselhos especiais dedicados a temas específicos como segurança, meio ambiente, cultura, saúde, entre outros. São encontros feitos em determinado período que buscam soluções para problemas de uma única área. Os conselhos especiais podem ser uma ótima opção para você que deseja se envolver com uma demanda especifica.

6. Entre em contato com os políticos por telefone ou e-mail para entender suas atuações e pressionar por demandas específicas.

Jane_kelly / Getty Images

A maioria das cidades e estados possuem sites com telefones de gabinetes e e-mails dos políticos para contato. Caso não exista um site, você pode solicitar as informações na prefeitura. É importante lembrar que os candidatos, depois de eleitos, se tornam representante e funcionário de todos os cidadãos e não só de seus eleitores, portanto você pode pressioná-los por questões que estão trabalhando.

7. Acompanhe os trabalhos dos representantes públicos (vereadores, deputados e senadores) por área de atuação.

al.sp.gov.br

Também nos sites públicos você consegue fazer uma busca por área de atuação dos políticos. Na maioria das vezes você consegue saber qual dos representantes atuam em determinada comissão. Ah, alguns sites também oferecem os dados dos integrantes das CPIs - Comissão parlamentar de Inquérito, que investiga desvios e crimes públicos.

8. Cobre transparência dos políticos. É um direito seu e uma obrigação deles. Está na Constituição.

agenciaminas.mg.gov.br

É lei, tudo que é público deve ter uma "gestão transparente da informação, propiciando amplo acesso a ela e sua divulgação", ou seja, você pode pedir dados nas sua prefeitura, nas câmaras municipais e federais. A lei é válida para tudo, de decisões ambientais até balanços financeiros.

9. Filie-se à partidos político e acompanhe de perto o funcionamento de uma estrutura partidária.

BuzzFeed Brasil

Não importa seu posicionamento políticos, escolher e se filiar a um partido pode ser uma ótima oportunidade para você acompanhar e ter um papel decisivo para entender e desempenhar um papel efetivo na política do país.

10. Acompanhe desde já os candidatos para as próximas eleições.

pt.wikipedia.org

Sério, faltam alguns meses mas, em 2012, nas últimas eleições municipais, o país contou com 483 mil candidatos. Uma boa alternativa é buscar o candidato que recebeu seu voto e ver o que ele realizou, dessa forma você define se ele merece ser reeleito, fica mais a par de com quem ele trabalhou em conjunto, qual é a média ideal de projetos aprovados e políticas públicas que você espera de um candidato e assim por diante.

Every. Tasty. Video. EVER. The new Tasty app is here!

Dismiss