back to top

Eike não está em apartamento da Trump Tower e investigadores temem fuga para Alemanha

BuzzFeed News esteve em imóvel em Nova York, que pertence ao advogado Sérgio Bermudes. Dono de passaporte alemão, Eike não poderia ser extraditado ao Brasil se alcançasse país europeu.

publicado

NOVA YORK E CURITIBA — Na tarde desta quinta (26), circulou a informação de que o ex-bilionário e agora foragido Eike Batista estaria escondido em um apartamento na Trump Tower, o luxuoso conjunto de apartamentos erguido pelo magnata Donald Trump nos arredores do Central Park, numa das zonas mais caras de Nova York. O BuzzFeed News esteve no local.

A prisão preventiva do antigo dono do império X foi decretada pela Justiça Federal do Rio no curso de um dos desdobramentos da Operação Lava Jato. Eike Batista, que já foi o homem mais rico do Brasil, está sob suspeita de ter pago US$ 16,5 milhões ao ex-governador Sérgio Cabral (PMDB).

Eike Batista, cujo império derreteu em 2013, havia tomado um voo na terça para Nova York. O jornal O Dia publicou nesta segunda a informação de que o empresário estava "hospedado no apartamento de um renomado advogado carioca, em Nova York". Trata-se do apartamento do advogado Sérgio Bermudes, que defende Eike, no complexo.

Ao chegar na área residencial da Trump Tower, a reportagem do BuzzFeed News ouviu um funcionário ligando para o apartamento de Bermudes a pedido de uma equipe da Record.

Enquanto os jornalistas da TV passavam por uma revista de segurança, um porteiro subiu ao apartamento para checar se o advogado estava em casa — não houve resposta.

Minutos depois, novamente no lobby, o mesmo porteiro disse que a equipe da Record havia subido para visitar o apartamento. Em seguida, o funcionário que atendeu a reportagem do BuzzFeed News da primeira vez liberou o acesso.

O apartamento estava completamente vazio, a não ser pelos três jornalistas. Todos os cômodos estavam bastante arrumados, aparentando terem passado por uma faxina no mesmo dia. Nenhum dos funcionários do edifício a quem o BuzzFeed News mostrou a foto de Eike Batista o reconheceu.

Investigadores temem que Eike chegue à Alemanha, país onde tem cidadania e de onde não poderia ser extraditado.

Enquanto tentam descobrir o paradeiro de Eike Batista, investigadores brasileiros temem que o empresário tenha fugido para a Alemanha.

Devido à sua mãe ter nascido naquele país, Eike possui cidadania alemã e usou um passaporte germânico para tomar o voo que na terça-feira o levou a Nova York.

Investigadores ouvidos pelo BuzzFeed dizem que, caso Eike efetivamente tenha tentado fugir e consiga chegar à Alemanha, sua extradição seria impossível.

Tal como o Brasil, a Alemanha não extradita seus nacionais e os dois países sequer possuem um tratado de extradição.

Casos frustrados envolvendo a transferência de suspeitos de crimes entre os dois países, inclusive, não são novidade.

Bauer, que matou namorada em Brasília, teve na Alemanha seu refúgio seguro.

Em 1987, o estudante Marcelo Bauer foi condenado por matar sua namorada com um tiro e facadas em Brasília.

Julgado à revelia, só foi localizado 10 anos depois na Dinamarca. Ele chegou a ser preso em 2000 pela Interpol, mas conseguiu responder o processo em liberdade, fez um pedido para obter cidadania alemã e seguiu para aquele país.

Devido à impossibilidade de extradição, o Brasil tenta hoje homologar a sentença contra Bauer para que ele cumpra pena naquele país.

Tal possibilidade, numa hipótese de Eike ter fugido para a Alemanha e ser condenado no Brasil, também seria possível.

Mas, assim como no caso Bauer, até mesmo a homologação de sentenças é um processo complicado e sem garantia de sucesso.

Este post foi traduzido do inglês.

Hayes Brown is a world news editor and reporter for BuzzFeed News and is based in New York.

Contact Hayes Brown at hayes.brown@buzzfeed.com.

Severino Motta é repórter do BuzzFeed News, em Brasília

Contact Severino Motta at severino.motta@BuzzFeed.com.

Got a confidential tip? Submit it here.