back to top

As gritantes desigualdades nos prêmios pagos a atletas homens e mulheres

O BuzzFeed Brasil e a agência de checagem de dados Aos Fatos vasculharam as diferenças em várias modalidades esportivas e o resultado você vê neste vídeo.

publicado

A Olimpíada é uma espécie de oásis da igualdade entre homens e mulheres. Muitas atletas de alta performance, que disputaram ou estão disputando o ouro no Rio, enfrentam um cotidiano de injustiças nas suas categorias.

O BuzzFeed Brasil e a agência de checagem de dados Aos Fatos vasculharam as diferenças nos prêmios pagos a atletas homens e mulheres em várias modalidades esportivas e o resultado você vê neste vídeo.

Melhor jogadora do Grand Prix de Vôlei, a brasileira Natália ganhou um prêmio de US$ 15.000.

O sérvio Marko Ivović, que disputou o mesmo número de partidas que Natália e foi escolhido o melhor jogador do torneio masculino, ganhou o dobro, US$ 30.000.

Publicidade

Na liga mundial, o prêmio por equipe foi 5 vezes maior para os homens do que para as mulheres. (US$ 1 milhão e US$ 170 mil)

O golfe, que voltou aos Jogos este ano, é outro campo de injustiça. Dustin Johnson venceu o US Open deste ano e levou US$ 1,8 milhão.

A americana Brittany Lang venceu a versão feminina do torneio e recebeu menos da metade do prêmio do colega homem (US$ 810.000).

No futebol, as diferenças são gritantes. A Fifa pagou US$ 35 milhões à Alemanha por ter conquistado a Copa de 2014, no Brasil.

Publicidade

No mundial feminino, disputado no ano passado, as americanas golearam o time do Japão por 5 a 2 na final. O prêmio das campeãs foi de US$ 2 milhões.

O prêmio pago aos homens é 17,5 vezes maior do que o pago às mulheres. Mas o público da Copa do Mundo de futebol masculino foi somente QUATRO vezes maior do que do torneio das mulheres: QUATRO, NÃO DEZESSETE.

Alguns esportes têm feito esforços para corrigir a injustiça nos prêmios. No tênis, por exemplo, os quatro torneios do Grand Slam pagam exatamente o mesmo prêmio para os campões.

Garbine Muguruza bateu Serena Williams na final de Roland Garros...

Novak Djokovic venceu Andy Murray no mesmo torneio. Os campeões, homem e mulher, receberam o mesmo prêmio: US$ 13 milhões.

Em competições internacionais da natação, atletismo e ginástica olímpica, os prêmios para os atletas são igualitários.

O jamaicano Usain Bolt, venceu os 100 metros rasos com o tempo de 9 segundos e 79 centésimos no campeonato mundial de 2015.

A jamaicana Shelly-Ann Fraser-Price venceu a mesma prova com 10 segundos e 76 centésimos. Cada um recebeu US$ 60.000 pelo triunfo.


Em parceria com

Every. Tasty. Video. EVER. The new Tasty app is here!

Dismiss