back to top

O Spotify mandou uma mensagem contra o estupro em uma playlist

A playlist #EstuproNãoÉCulpaDaVítima foi lançada nesta sexta-feira e recebeu apoio nas redes sociais.

publicado

Os usuários repararam e começaram a postar nas redes sociais, apoiando a iniciativa.

Spotify eu te amo serião #EstuproNãoÉCulpaDaVítima (atentem para as músicas da playlist)

MEU DEUS SPOTIFY ARRASOU (leiam o nome das musicas na ordem)

eu só queria dizer que o @Spotify arrasou com a playlist #EstuproNãoÉCulpaDaVítima achei muito que bonita

Publicidade

Tá de parabéns spotify, arrasou!!! Eu nem me manifestei sobre o assunto mas isso tirou as palavras da minha boca.

Na página do Spotify no Facebook, uma usuária pediu que o serviço de streaming apoie o projeto do jornal Estadão e do Disque Denúncia "Música de Violência", que chama a atenção para músicas que promovem a violência contra a mulher.

Facebook: SpotifyBrasil / Via Facebook: SpotifyBrasil

"Vocês poderiam aderir ao Projeto! #SpotifySeJuntemAoProjetoMúsicasDeViolência

Música que promove e incita a violência contra a mulher não é arte ou cultura, é violência maquiada, com alto potencial de propagação (na medida em que usa e se reveste do manto da "diversão" e do "entretenimento")! Projetos como este com grandes empresas tem uma capacidade incrível!!! #NinguémMereceSerEstuprada #BastaCulturaDoEstupro"

O vídeo do projeto do Estadão tem mais de 6 mil compartilhamentos no Facebook. Nele, mais de 300 músicas foram classificadas e, quando tocadas, incluem depoimentos de mulheres vítimas de violência.

Facebook: video.php
Publicidade