back to top

10 coisas muito legais para você experimentar em setembro

Porque nós testamos elas para você em agosto!

publicado
art-skvortsova / Getty Images / Flora Paul / BuzzFeed Brasil

1. Carregador de bateria portátil para celular Pineng – R$ 89,90

Manuela Barem
Manuela Barem

Dá aqui um abraço se você tem um iPhone com mais de dois anos de uso e sofre com a bateria dele. Recentemente o meu celular piorou tanto que começou a desligar mesmo com a bateria nos 34%, o que virou um grande corta vibe na minha vida. Ao reclamar disso com amigos, descobri que eles tinham resolvido o problema com uma bateria portátil (também chamada de carregador portátil ou bateria externa). E tudo melhorou quando descobri que não era tão caro pagar por esse conforto na vida!

Essas baterias geralmente não são muito maiores do que o tamanho do celular, têm uma ou duas entradas USB e são recarregáveis. Você anda com a sua bateria na bolsa e pluga o cabo USB do celular nela quando precisar – pronto, tudo resolvido.

Em algum momento a sua bateria vai descarregar também, é claro, mas isso não vira um problema duplo (eu juro!). Existem diversos modelos e tem bateria com capacidade para uma carga só, para duas cargas e até para quatro! A minha bateria ainda tem uma lanterninha e entradas USB com diferentes potências de carga. Por exemplo: a entrada de 2.1 A carrega cerca de 80% da bateria do meu celular em menos de meia hora.

Estou muito feliz com esta aquisição. A sensação de insegurança trazida pelo celular com bateria viciada sumiu e isso me deu um bom ganho de saúde mental, já que parei de ter ficar preocupada com a falta de informações sobre o local para onde estou indo ou ficar sem contato com os colegas de trabalho porque meu celular está um saco. – Manuela Barem

2. Pente de dentes largos da Forever 21 – R$ 5,90.

Flora Paul

Não bastasse toda a sorte de blusinhas tentadoras, a Forever 21 ainda deixa na fila para os caixas um monte de pequenas tralhas para você ficar cobiçando enquanto espera sua vez de pagar. Tem de meia estampada até lâmina de depilar, passando por esse pente “good hair day” de dentes largos que eu recomendo demais. Não tem muito segredo: ele é ótimo para quando você quer soltar os cachos sem desmanchar tudo e também tem um tamanho ótimo para levar na sua bolsa, não importa o tamanho dela! – Flora Paul

3. Caixa de lanchinhos saudáveis Best Berry – R$ 99,90.

Em busca do que beliscar no trabalho nas horas do lanchinho, achei a caixa da Best Berry. Minha irmã comprou primeiro e quando vi a caixa dela, resolvi comprar para mim. O que me atraiu nessa ideia de caixas mensais com snacks é que não preciso me preocupar com o que levar de lanche ou ter que sair para comprar algo quando esqueço – e a maioria dessas caixas são mais saudáveis do que eu vinha comendo nos últimos meses!O diferencial da Best Berry, para mim, foi poder escolher quais snacks eu queria dentre as trinta opções que eles tem no site. Fiz um plano de 18 snacks mensais, então escolhi 6 tipos de snacks e vieram 3 de cada na minha caixa. Na calculadora, com o frete, cada item saiu cerca de R$ 5,85 – o que para a região da firma é um valor dentro da média.Escolhi a maioria dos snacks doces, destaque para o Mel Deus (castanhas de caju com mel e gergelim), pois sempre tenho vontade de comer algo açucarado no meio da tarde. Eles viraram minha recompensa diária e, por serem 18 snacks por mês, fico com dois dias livres para comprar alguma besteira na rua quando der vontade. – Isadora Manzaro
Isadora Manzaro

Em busca do que beliscar no trabalho nas horas do lanchinho, achei a caixa da Best Berry. Minha irmã comprou primeiro e quando vi a caixa dela, resolvi comprar para mim. O que me atraiu nessa ideia de caixas mensais com snacks é que não preciso me preocupar com o que levar de lanche ou ter que sair para comprar algo quando esqueço – e a maioria dessas caixas são mais saudáveis do que eu vinha comendo nos últimos meses!

O diferencial da Best Berry, para mim, foi poder escolher quais snacks eu queria dentre as trinta opções que eles tem no site. Fiz um plano de 18 snacks mensais, então escolhi 6 tipos de snacks e vieram 3 de cada na minha caixa. Na calculadora, com o frete, cada item saiu cerca de R$ 5,85 – o que para a região da firma é um valor dentro da média.

Escolhi a maioria dos snacks doces, destaque para o Mel Deus (castanhas de caju com mel e gergelim), pois sempre tenho vontade de comer algo açucarado no meio da tarde. Eles viraram minha recompensa diária e, por serem 18 snacks por mês, fico com dois dias livres para comprar alguma besteira na rua quando der vontade. – Isadora Manzaro

4. Pipoca doce de caramelo Cheetos – R$ 5.

Falando em comer alguma besteira quando dá vontade... Olha, eu sempre tive um pé atrás com pipocas prontas em pacotinhos porque, convenhamos, quais as chances daquilo ainda estar crocante? Até pouco tempo eram zero. Só que a Pipoca Cheetos de Caramelo chegou e, cara, ELA É PRA LÁ DE CROCANTE!Achei mais saborosa do que as dos pacotinhos de pipoca doce para estourar. Dependendo da sua dose de açúcar consumida durante o dia, ela pode ser doce na medida ou demais – já passei pelas duas experiências. Mas o importante é que eu recomendo essa pipoca para setembro e todos os outros meses! – Isadora Manzaro
Flora Paul

Falando em comer alguma besteira quando dá vontade... Olha, eu sempre tive um pé atrás com pipocas prontas em pacotinhos porque, convenhamos, quais as chances daquilo ainda estar crocante? Até pouco tempo eram zero. Só que a Pipoca Cheetos de Caramelo chegou e, cara, ELA É PRA LÁ DE CROCANTE!

Achei mais saborosa do que as dos pacotinhos de pipoca doce para estourar. Dependendo da sua dose de açúcar consumida durante o dia, ela pode ser doce na medida ou demais – já passei pelas duas experiências. Mas o importante é que eu recomendo essa pipoca para setembro e todos os outros meses! – Isadora Manzaro

5. Cafeteira italiana moka – R$ 50.

Paguei R$ 50 nesta cafeteira italiana. É bem simples: você põe o pó num dispositivo interno, água embaixo, liga o fogo e a física faz o resto. Não precisa de filtro. O ideal é usar em fogo baixo para não encurtar a vida útil já que algumas peças internas são de borracha. Apague o fogo antes de começar a ferver porque água muito quente queima o pó e deixa o café com gosto de cinzeiro sujo. Não use sabão para limpar as partes internas, só água mesmo. Apenas: é a melhor companheira na hora de uma ressaca. – Graciliano Rocha
Graciliano Rocha

Paguei R$ 50 nesta cafeteira italiana. É bem simples: você põe o pó num dispositivo interno, água embaixo, liga o fogo e a física faz o resto. Não precisa de filtro. O ideal é usar em fogo baixo para não encurtar a vida útil já que algumas peças internas são de borracha. Apague o fogo antes de começar a ferver porque água muito quente queima o pó e deixa o café com gosto de cinzeiro sujo. Não use sabão para limpar as partes internas, só água mesmo. Apenas: é a melhor companheira na hora de uma ressaca. – Graciliano Rocha

6. Salsicha vegan da Tofurky – cerca de R$ 30.

Os produtos da Tofurky chegaram há poucos anos no Brasil e são um incentivo para aqueles que estão flertando com o vegetarianismo/veganismo, mas que ainda estão muito apegados ao gosto da carne. As salsichas para cachorro-quente, principalmente, conseguem enganar qualquer carnívoro. Infelizmente, as alternativas nacionais ainda não conseguiram chegar nesse patamar. E isso tem um lado ruim: o precinho salgado. A embalagem (com oito salsichas) gira em torno de R$ 30 e pode ser encontrada em lojas especializadas (esta eu comprei na Veggie Life Store, no centro de São Paulo). É um mimo que vale a pena ter de vez em quando na mesa. Um alento para os recém-vegetarianos que já estão chorando com o preço: a procura pelo "gosto da carne" passa rápido conforme o paladar se desenvolve para outros sabores. – Luísa Pessoa
Luísa Pessoa

Os produtos da Tofurky chegaram há poucos anos no Brasil e são um incentivo para aqueles que estão flertando com o vegetarianismo/veganismo, mas que ainda estão muito apegados ao gosto da carne.

As salsichas para cachorro-quente, principalmente, conseguem enganar qualquer carnívoro. Infelizmente, as alternativas nacionais ainda não conseguiram chegar nesse patamar. E isso tem um lado ruim: o precinho salgado. A embalagem (com oito salsichas) gira em torno de R$ 30 e pode ser encontrada em lojas especializadas (esta eu comprei na Veggie Life Store, no centro de São Paulo).

É um mimo que vale a pena ter de vez em quando na mesa. Um alento para os recém-vegetarianos que já estão chorando com o preço: a procura pelo "gosto da carne" passa rápido conforme o paladar se desenvolve para outros sabores. – Luísa Pessoa

7. Dar um destino para as moedas acumuladas em casa e ajudar a vida de cobradores de ônibus.

Há um tempo atrás reuni todas as moedas que estavam espalhadas em gavetas e bolsas em um um só pote e fiquei impressionada com o tanto de dinheiro que estava espalhado pela casa, como se não tivesse valor. Tentei reservar um tempo para separá-las e trocar na padaria da esquina, mas esse tempo nunca apareceu. A solução veio em um dia desses em que a gente só lembra em cima da hora que não carregou o Bilhete Único: pagar o busão com as moedas paradas em casa! Com isso, descobri que fica bom para mim e também para os cobradores, já que muitas vezes eles tem que trabalhar com a falta de troco até para uma nota de R$ 5. Claro que essa dica faz sentido só para quem não fará uma integração de metrô e ônibus, por exemplo. Mas me senti muito bem dando destino ao monte de dinheiro parado em casa por falta de organização e ganhando uns sorrisos dos cobradores de vez em quando ao receberem uma mãozada de moeda com o valor contadinho. – Manuela Barem
Manuela Barem

Há um tempo atrás reuni todas as moedas que estavam espalhadas em gavetas e bolsas em um um só pote e fiquei impressionada com o tanto de dinheiro que estava espalhado pela casa, como se não tivesse valor. Tentei reservar um tempo para separá-las e trocar na padaria da esquina, mas esse tempo nunca apareceu.

A solução veio em um dia desses em que a gente só lembra em cima da hora que não carregou o Bilhete Único: pagar o busão com as moedas paradas em casa! Com isso, descobri que fica bom para mim e também para os cobradores, já que muitas vezes eles tem que trabalhar com a falta de troco até para uma nota de R$ 5.

Claro que essa dica faz sentido só para quem não fará uma integração de metrô e ônibus, por exemplo. Mas me senti muito bem dando destino ao monte de dinheiro parado em casa por falta de organização e ganhando uns sorrisos dos cobradores de vez em quando ao receberem uma mãozada de moeda com o valor contadinho. – Manuela Barem

8. Agendar faxinas profissionais pelo app Blumpa.

A saga por independência doméstica me rendeu algumas descobertas legais como o mixer e o aspirador vertical. Mas chegou a hora em que eu senti a necessidade de uma faxina profissional. Eu queria uma pessoa recomendada por alguém, mas não queria fazer a pessoa sair muito do caminho dela já que eu não moro muito perto do metrô.Comentei com um vizinho sobre isso e ele me recomendou o Blumpa, que basicamente é um serviço online de assinatura de limpeza. Você se cadastra, seleciona dias e horários que você precisa no mês, tempo do período e se precisa passar roupa. Daí o site cruza as suas necessidades com a agenda e área de cobertura do prestadores e todo mundo fica feliz.A assinatura que eu escolhi custa R$ 85/mês e dá direito a uma visita de três horas no mesmo dia todo mês que pra mim é o suficiente para o que eu preciso, que é uma passada de pano geral em um apê de 45m². O legal é que antes de chegar o dia da faxina você consegue ver a avaliação da pessoa que vai limpar a sua casa. E, se você quiser, dá pra agendar as faxinas seguintes com o mesmo profissional (se ele tiver disponibilidade) ou variar. Eu achei o serviço bem prático e o preço justo pelo período. – Juliana Kataoka
Blumpa

A saga por independência doméstica me rendeu algumas descobertas legais como o mixer e o aspirador vertical. Mas chegou a hora em que eu senti a necessidade de uma faxina profissional. Eu queria uma pessoa recomendada por alguém, mas não queria fazer a pessoa sair muito do caminho dela já que eu não moro muito perto do metrô.

Comentei com um vizinho sobre isso e ele me recomendou o Blumpa, que basicamente é um serviço online de assinatura de limpeza. Você se cadastra, seleciona dias e horários que você precisa no mês, tempo do período e se precisa passar roupa. Daí o site cruza as suas necessidades com a agenda e área de cobertura do prestadores e todo mundo fica feliz.

A assinatura que eu escolhi custa R$ 85/mês e dá direito a uma visita de três horas no mesmo dia todo mês que pra mim é o suficiente para o que eu preciso, que é uma passada de pano geral em um apê de 45m². O legal é que antes de chegar o dia da faxina você consegue ver a avaliação da pessoa que vai limpar a sua casa. E, se você quiser, dá pra agendar as faxinas seguintes com o mesmo profissional (se ele tiver disponibilidade) ou variar. Eu achei o serviço bem prático e o preço justo pelo período. – Juliana Kataoka

9. Financiar um projeto no Catarse.

Davi Rocha

Este mês recebi em casa o livro de quadrinhos “Quadradinhas”. Eu já conhecia a série de quadrinhos no Facebook, mas ter o material impresso em um livro é muito legal, uma nova experiência, parece até que os quadrinhos são inéditos. Ele é muito inspirador, bem bonito, tem ótimo material gráfico e é bem coloridão.

Eu ajudei a financiar o livro através da plataforma de crowdfunding Catarse. Neste projeto você podia ajudar com qualquer quantia entre R$ 10 a R$ 2.000. Contribuí com R$ 45 para ganhar o livro. É como se tivesse feito uma compra em uma livraria, só que ajudando o projeto a sair do papel. Recomendo a todo mundo procurar as listas de projetos de sites como o Catarse e o Kickante para financiar, é uma ótima poder ajudar gente talentosa a colocar seus projetos na rua. – Davi Rocha

10. Usar uma faca profissional para cozinhar.

Se você tem algum interesse em cozinhar, mesmo que apenas pratinhos simples, qualquer chef te dará a mesma dica sobre por onde começar: compre uma faca boa. O dinheiro que você vai gastar depende muito do quanto você quer se dedicar, já que os modelos começam por R$ 80 até pra lá de R$ 2 mil. Eu comprei uma por R$ 199 e, caso você tenha dúvidas sobre qual tipo é melhor, vá com fé na “faca do chef”, que é essa mais larguinha tipo a da foto. Serve para praticamente tudo e cozinhar fica muito mais gostoso quando você faz menos esforço e economiza tempo na hora de cortar, picar e fatiar as coisas. Para que a faca dure mais, basta tomar o cuidado de lavar logo depois do uso e guardar na capinha que vem com ela (ou em algum lugar separado de outros talheres). – Alexandre Orrico
Alexandre Orrico

Se você tem algum interesse em cozinhar, mesmo que apenas pratinhos simples, qualquer chef te dará a mesma dica sobre por onde começar: compre uma faca boa. O dinheiro que você vai gastar depende muito do quanto você quer se dedicar, já que os modelos começam por R$ 80 até pra lá de R$ 2 mil.

Eu comprei uma por R$ 199 e, caso você tenha dúvidas sobre qual tipo é melhor, vá com fé na “faca do chef”, que é essa mais larguinha tipo a da foto. Serve para praticamente tudo e cozinhar fica muito mais gostoso quando você faz menos esforço e economiza tempo na hora de cortar, picar e fatiar as coisas. Para que a faca dure mais, basta tomar o cuidado de lavar logo depois do uso e guardar na capinha que vem com ela (ou em algum lugar separado de outros talheres). – Alexandre Orrico

Veja também: