back to top

23 sinais de que na verdade o seu gato é o seu dono

Se qualquer uma dessas for verdade sobre você, talvez você precise se conformar com o fato de que você essencialmente se comprometeu a uma vida de servidão a um monstro ingrato.

publicado

Você não consegue lembrar a última vez que você usou um computador. Tudo o que você faz hoje em dia é observar uma gata enquanto ela senta nas suas mãos.

Você não processou completamente o fato de que as exigências do seu gato tem se tornado cada vez mais elaboradas:

Seu chuveiro não pertence mais a você:

Nem o seu vaso sanitário.

Até o cachorro entende que todos os outros na casa são cidadãos de segunda classe.

Sua gata te interrompe quando você está trabalhando porque ela "não gostou da sua cara".

Até as suas tentativas de ser hospedável são categoricamente rejeitadas:

Você já desistiu a muito tempo de dizer que ele não pode sentar aonde ele quiser:

Você pode fazer carinho nela, mas ela te avisará quando isso tiver se tornado chato:

Suas roupas não estão devidamente "limpas" até estarem totalmente cobertas de pêlo de gato.

Seu cabelo é um brinquedo:

Você se deu conta de que os "jogos" que você e o seu gato brincam juntos não são muito divertidos:

Seu ritual matinal é uma miséria humilhante:

Seu jantar não é realmente seu.

Você está familiarizado com indignidades diárias tipo ter o seu lanche da tarde utilizado como um aquecedor de focinho:

As constantes. RECLAMAÇÕES.

E a sensação eterna de que você está sendo julgado, debochado e basicamente rejeitado como pessoa.

Você já aceitou pequenos roubos como uma coisa que acontece com você de vez em quando:

O único momento em que você é valorizado é quando você está realizando um serviço:

Mas você pode esperar um sério descontentamento se você tiver a audácia de ficar cansado disso:

Sua privacidade não é nem de longe sagrada:

E a sua vida é uma interminável série de degradações cada vez mais absurdas:

E, depois de tudo isso, o seu gato ainda te ignora em público.