back to top

17 provas de que tudo era possível no Carnaval de antigamente

Modelo sem calcinha ao lado do presidente, futuro deputado bolinando as foliãs e rainha de bateria usando uma coleira com o nome do marido.

publicado

2. Podia aparecer na capa da revista sem calcinha ao lado do presidente do país.

Reprodução Veja

Em 1994 o então presidente Itamar Franco foi ver a os desfiles das escolas de samba do Rio de Janeiro e acabou saindo nesta foto ao lado da modelo Lilian Ramos sem calcinha.

3. O Schwarzenegger podia chegar achando que sambava, meter a mão na sambista e ficar rindo pra câmera.

Reprodução / Via youtube.com

Isso aconteceu na primeira passagem do ator pelo carnaval brasileiro, em 1983. Note que a mulher tenta dar um leve "AFASTA" no gringo. Sempre incomodou, né? Só que ninguém nunca falava.

Publicidade

5. Podia desfilar usando uma coleira com o nome do marido.

Reprodução Globo / Via g1.globo.com

Na verdade, ainda pode. Mas acho difícil alguém querer. Em 1998, Luma de Oliveira desfilou usando o nome dele mesmo, Eike Batista, então marido da modelo, no pescoço.

Publicidade
Publicidade

15. Também podia ter o herdeiro do trono inglês mostrando TODA A MALEMOLÊNCIA do lorde britânico.

Reprodução GloboPlay / Via globoplay.globo.com

Em 1978, o Príncipe Charles visitou o Brasil no carnaval e sambou com a lendária passista Pinah. Ela contou mais tarde, em uma entrevista para a Globo, que viu um gringo dançando charleston e pensou que era "o segurança do segurança". "Só no dia seguinte percebi que tinha dançado com o futuro rei da Inglaterra", disse.

Publicidade

16. E a futura Rainha dos Baixinhos dançando com um olhar meio esquisito por horas a fio em um baile de salão.

Reprodução / Via youtube.com

Xuxa animou o carnaval do clube Atlético em 1983, em Belo Horizonte, pouco antes de estrear como apresentadora infantil na TV Manchete.

Você já tem o app do BuzzFeed Brasil no seu celular? Baixe gratuitamente no Android e no iOS para ver todos os nossos testes, vídeos, notícias e muito buzz.