back to top

22 fatos que fazem do Acre um dos lugares mais fascinantes do Brasil

O "menino do Acre" é só o começo.

publicado

1. Em 1903, o Brasil comprou o Acre, que era um território da Bolívia, por 2 milhões de libras esterlinas.

Isso aconteceu quando os engravatados da foto acima, representantes de Brasil e Bolívia, assinaram o Tratado de Petrópolis.
Reprodução/Museu Historico Nacional no Rio de Janeiro

Isso aconteceu quando os engravatados da foto acima, representantes de Brasil e Bolívia, assinaram o Tratado de Petrópolis.

2. O Acre é o terceiro estado menos populoso do país, com apenas 800 mil habitantes.

Para se ter uma ideia, as cidades de Campinas (SP) e São Gonçalo (RJ) têm mais gente que o estado inteiro, de acordo com o IBGE.
Reprodução / Via Twitter: @noticiasdoacre

Para se ter uma ideia, as cidades de Campinas (SP) e São Gonçalo (RJ) têm mais gente que o estado inteiro, de acordo com o IBGE.

3. Em todo o Acre há apenas 22 cidades, sendo o estado brasileiro com menos cidades.

Repare que duas delas têm nomes com "lândia": Acrelândia e Epitaciolândia; várias outras têm nomes de pessoas.
Reprodução / Via grafica.design

Repare que duas delas têm nomes com "lândia": Acrelândia e Epitaciolândia; várias outras têm nomes de pessoas.

4. Em Serra da Moa, na fronteira do Acre com o Peru, acontece o último pôr-do-sol do Brasil. Lá o fuso horário tem duas horas a menos que o horário de Brasília.

Reprodução / Via pt.wikipedia.org
Publicidade

5. Por causa disso, os habitantes da cidade são os últimos a desejarem feliz ano novo para seus parentes e amigos.

Quando no horário de Brasília são 2h30 e boa parte das famílias brasileiras já está bebaça de tanto champagne, o pessoal lá em Serra da Moa ainda nem comeu a ceia.
Reprodução / Via Facebook: magicpirotecniaeefeitosespeciais

Quando no horário de Brasília são 2h30 e boa parte das famílias brasileiras já está bebaça de tanto champagne, o pessoal lá em Serra da Moa ainda nem comeu a ceia.

6. No Acre não existe McDonalds nem Habib's.

E há apenas um Burger King e dois Bob's.
Reprodução

E há apenas um Burger King e dois Bob's.

7. O estado inteiro tem apenas um shopping, o Via Verde, que fica na capital Rio Branco e foi inaugurado em 2011.

instagram.com

8. Nesse shopping, segundo a Ancine, fica o único cinema do estado, com apenas quatro salas de cinema.

Instagram: @viaverdeshop
Publicidade

9. As pessoas costumam dizer que no Acre só existem duas estações do ano: inverno e verão.

Acre: onde no verão é inferno e no inverno é inferno só que com chuva

Na época de inverno chove menos e faz MUITO CALOR, o que acontece mais ou menos entre dezembro e março. Já o verão é quando está chovendo muito e as temperaturas são menores, entre junho e setembro. Isso mesmo: eles trocam tudo e falam tudo ao contrário mesmo. Tente entender aqui.

10. Muitas construções do Acre homenageiam os índios brasileiros. Entre elas estão a rádio Aldeia FM e a central de serviços públicos Oca.

Reprodução / Via tjac.jus.br

11. Entre os acreanos famosos estão os políticos Enéas e Marina Silva, o ativista Chico Mendes e a autora de novela Glória Perez.

Reprodução / Via facebook.com

12. Porém o acreano mais conhecido dos últimos tempos é Bruno Silva Borges: ele mesmo, o "menino do Acre".

O jovem sumiu em 27 de março de 2017 após escrever 14 livros criptografados e deixar uma estátua de Giordano Bruno em seu quarto.
Reprodução / Via buzzfeed.com

O jovem sumiu em 27 de março de 2017 após escrever 14 livros criptografados e deixar uma estátua de Giordano Bruno em seu quarto.

Publicidade

13. Embora não muito seja grande, a população do Acre é fabulosa. Este senhor, por exemplo, vai TODO SANTO DIA à Assembléia Legislativa de Rio Branco ler os jornais.

Ele explicou ao G1 que gosta de ler as publicações para ficar informado sobre política, tanto a do Brasil quanto a do Acre.
Reprodução G1 / Via Twitter: @g1

Ele explicou ao G1 que gosta de ler as publicações para ficar informado sobre política, tanto a do Brasil quanto a do Acre.

14. Eles sabem reivindicar seus direitos. Como os moradores que LITERALMENTE plantaram bananeira em uma estrada para protestar contra a má condição da via.

Isso aconteceu na cidade de Tarauacá. Em entrevista ao G1, o índio Tashka Peshaho Yawanawa explicou que a árvore "serve como sinalização, já que não são mais buracos, são verdadeiras crateras" (na estrada).
Tashka Peshaho Yawanawa/ Reprodução / Via g1.globo.com

Isso aconteceu na cidade de Tarauacá. Em entrevista ao G1, o índio Tashka Peshaho Yawanawa explicou que a árvore "serve como sinalização, já que não são mais buracos, são verdadeiras crateras" (na estrada).

15. Os acreanos têm muito bom humor. Um dia, um professor de veterinária da UFAC aplicou uma prova usando a máscara do filme "Jogos Mortais" para chamar a atenção da galera.

Reprodução / Via Facebook: vetdadepre

Até a prova foi estilizada com o tema do filme.

Reprodução / Via Facebook: vetdadepre
Publicidade

16. Já este acreano só sai de casa usando calça e camisas da mesma cor.

Reprodução / Via Twitter: @g1

17. Também é de lá o Barriguinha Mole, o leitinho especial do Acre.

Reprodução / Via youtube.com

18. Um dos animais mais famosos do estado é um frango de quatro patas batizado de "Quatro Patas".

facebook.com

Ele nasceu na granja de Dienes Lima, professor da UFAC.

19. Ele não é o único animal peculiar do estado. Um bezerro de lá nasceu com três chifres e quatro olhos.

Por mais estranho que pareça, uma zootecnista ouvida pelo G1 diz que as anomalias "não causam nenhum tipo de problema ao animal".
Reprodução G1 / Via Twitter: @g1

Por mais estranho que pareça, uma zootecnista ouvida pelo G1 diz que as anomalias "não causam nenhum tipo de problema ao animal".

Publicidade

20. Uma das mais conhecidas fontes de renda do Acre é o extrativismo, que gera a borracha.

Agência Notícias do Acre / Via agencia.ac.gov.br

21. É daí que vem também uma das mais conhecidas piadas da região, a do seringueiro que tira leite do pau.

Reprodução Rede Globo / Via Facebook: legadodacopanobrasil

22. E qual não foi a nossa a surpresa ao descobrir que o "leite do pau" vira 200 milhões de camisinhas masculinas por ano. Quer dizer, a borracha que surge do "leite do pau" é para conter exatamente o que você tá pensando.

A fábrica Natex produz tudo isso desde 2008, em uma parceria do governo do estado com o Ministério da Saúde.
Yasuyoshi Chiba / AFP / Getty Images

A fábrica Natex produz tudo isso desde 2008, em uma parceria do governo do estado com o Ministério da Saúde.

Veja também: