go to content

Obama e Putin ainda não entraram em acordo sobre a Síria e é quase certeza que eles se odeiam

OLHA A CARA DOS DOIS.

publicado

Entre eles, estavam o presidente dos EUA, Barack Obama, e o presidente da Rússia, Vladimir Putin. Os dois aproveitaram a oportunidade para fazer uma reunião bilateral de 90 minutos sobre como seus países podem colaborar para acabar com a guerra civil na Síria.

A guerra dividiu Rússia e EUA durante anos, com Moscou apoiando o regime sírio e Washington as forças rebeldes de oposição.

A divergência aumentou desde que a Rússia começou a promover ataques aéreos dentro da Síria, há cerca de um ano.

Levando em conta tudo isso, não surpreende a imagem capturada por um fotógrafo em que Obama e Putin se cumprimentam antes de uma coletiva de imprensa na segunda-feira (5).

Obviamente, não é a primeira vez que os dois foram fotografados juntos com um sorriso no rosto. Eis nesta foto os dois, em novembro de 2015, durante a COP21 (Conferência das Nações Unidas sobre Mudança Climática) em Paris:

Um porta-voz da Casa Branca disse que os dois presidentes "fizeram progressos" na reunião, mas relatou que ainda existem discordâncias a respeito de questões "técnicas".

Os ministros das Relações Exteriores dos dois países irão se encontrar ainda nesta semana para tentar fechar um acordo.

"Tivemos uma conversa produtiva sobre como seria um real cessar-fogo que permitisse que nos concentrássemos nos nossos inimigos em comum", disse Obama mais tarde a repórteres. Entretanto, ele reconheceu que os dois países ainda precisam superar suas desconfianças mútuas.

David Mack is a reporter and weekend editor for BuzzFeed News in New York.

Contact David Mack at david.mack@buzzfeed.com.

Got a confidential tip? Submit it here.