back to top

Esta bebê fez um cartaz fofinho demais para protestar na Marcha das Mulheres

"Nem sempre eu entendo o que ela quer dizer, mas ela sempre fala o que pensa", disse a mãe da garotinha ao BuzzFeed News.

publicado

E, entre outras manifestações, ocorreu esse protesto em Charlotte, na Carolina do Norte.

Instagram: @xamandaelaine

E a mamãe Jenny Sowry, seu marido Sam e seus dois filhos foram a essa marcha para que suas vozes fossem ouvidas.

Jenny Sowry

"Eu senti que precisava fazer alguma coisa pessoalmente para conseguir lidar com o que está acontecendo", disse Sowry ao BuzzFeed News sobre sua decisão de participar da marcha.

Ela também sentiu que era importante que seus filhos a acompanhassem no protesto, para que eles pudessem crescer conhecendo a importância de defender aquilo no que acreditam.

"Eles podem fazer suas próprias escolhas, mas eu quero que saibam que eles podem falar livremente sobre aquilo que acreditam, e creio que seja importante que eles vejam outras pessoas fazendo isso", disse ela. (Sowry pediu que os nomes das crianças não fossem divulgados na matéria).

Sowry conversou sobre a marcha com o filho de 9 anos, que decidiu fazer um cartaz inspirado no filme Selma: Uma Luta pela Igualdade, em que estava escrito: "Todas as pessoas são iguais".

Mas ela notou que sua filha de 1 ano e 10 meses estava fazendo seu próprio cartaz. "Ela nos viu fazendo nossos cartazes, pegou as canetinhas e foi à loucura", disse Sowry. "Ela certamente tinha algo a dizer e fez isso da sua maneira."

Sowry tirou esta foto de sua filha segurando com orgulho o cartaz durante a marcha no domingo.

Jenny Sowry

Ela postou a imagem no Facebook com a legenda #inherownwords (#comsuasprópriaspalavras) #shespeaksforherself" (#elafalaporsimesma).

Shawn Lent, ex-colega de trabalho e amiga no Facebook de Sowry, compartilhou a foto, que rapidamente viralizou.

facebook.com

"Quando eu vi que a filha de minha amiga tinha um espaço para se expressar e aquilo não tinha sido uma declaração que alguém pediu que ela desse, eu pensei que aquele era exatamente o tipo de protesto do qual precisávamos", disse Lent ao BuzzFeed News. "Inovador, original, artístico."

A foto era fofinha demais para alguns. "Meu útero!", escreveu essa mulher.

"Uma gracinha", disse outra.

The cuteness. Photo by Jenny Sowry. #WhyIMarched #WomensMarch #womensrights #womensrightsarehumanrights

A hashtag #WokeBaby nasceu...

I feel like #WokeBaby just gave us something powerful here but our third eye ain't ready for the truth

"Eu acho que o #BebêDesperto acabou de nós dar algo muito poderoso, mas nosso terceiro olho ainda não está preparado para a verdade".

Muitas pessoas acharam a foto inspiradora.

Freedom of expression. #WomensMarch @MonsterMermaids @foxglovelane @anniewestdotcom @catherine_mayer Credit Jenny S… https://t.co/8EQXUU9Hlp

"Liberdade de expressão."

"Minha foto favorita."

My favorite photo I saw online from #WomensMarch. Zoom in on the sign

"Eu também, amiguinha."

me too, little buddy (photo by Jenny Sowry)

"A palavra que eu venho recebendo de volta é 'esperança'", disse Sowry sobre a reação viral à foto. "As pessoas ficam esperançosas ao saber que existe uma pequenina que está tão cedo expressando o que sente."

"Nem sempre eu entendo o que ela quer dizer, mas ela sempre fala o que pensa."

Este post foi traduzido do inglês.

David Mack is a reporter and weekend editor for BuzzFeed News in New York.

Contact David Mack at david.mack@buzzfeed.com.

Got a confidential tip? Submit it here.