back to top

Essas pinturas hiper realistas de alimentos do dia-a-dia são muito gostosas de se ver

"A arte deve tornar as pessoas felizes e empolgadas… e famintas".

publicado

Erin Rothstein vem utilizando um estilo de pintura fotorrealista na maior parte de sua carreira artística. Mas só quando ela começou a pintar alimentos é que tudo começou a fazer sentido. "É o casamento perfeito", diz ela ao BuzzFeed Canadá. "Eu gosto de pintar alimentos pelos quais as pessoas são obcecadas, aquele tipo de gatilho, aquela coisa essencial em nós que não podemos descrever".

Rothstein exibirá uma nova coleção em uma próxima apresentação na Abbozzo Gallery em Toronto.

1. "Parece uma foto tão realista, mas se você prestar atenção à pintura e se concentrar em uma única parte, ela quase se torna abstrata e você pode até se perder nela. Isso acontece com comida também", diz ela.

Erin Rothstein

Rothstein leva de duas a três semanas para concluir uma pintura grande de alimentos.

2. "Muitas pessoas são atraídas por abacates. Acho que há algo muito sedutor neles. Trata-se também do abacate perfeito que todos desejamos, então o cortamos e o abrimos".

Erin Rothstein / Via Instagram: @erinrothstein

"Eu também gosto de mergulhar no ambiente daquilo que estou pintando. Se estou pintando um abacate, eu como um milhão de abacates. Eu visto roupas verdes, tento viver aquilo em que estou trabalhando. Eu acho que a pintura se torna mais autêntica se estou vivendo aquilo".

Publicidade

4. Quando ela decidiu pintar um cookie, Rothstein usou várias caixas de cookies President's Choice The Decadent, por causa da sua popularidade no Canada. "Eu queria que fosse um cookie que todos reconhecessem. Eu não conheço ninguém que não goste desses cookies".

Erin Rothstein / Via Instagram: @erinrothstein

Ela abriu as caixas e procurou até encontrar o cookie "com a distribuição mais fotogênica de gotas de chocolate". Então, Rothstein deu uma mordida.

Publicidade

10. "O cachorro-quente foi muito difícil de pintar. Havia muita coisa por trás daquele cachorro-quente. Eu adoro o jeito como ele foi pintado de forma obsessivamente meticulosa, mas é o cachorro-quente mais bagunçado que você já viu".

Erin Rothstein / Via Instagram: @erinrothstein

"Eu gosto de imaginar onde [as pinturas] vão parar, e eu acho que, se você visitar alguém em sua casa meticulosamente branca e encontrar este cachorro-quente queimado e bagunçado com um monte de mostarda — é simplesmente muito peculiar".