back to top

Após expor Blac Chyna nas redes sociais, Rob Kardashian pode ser preso

Ao atacar Chyna nas redes sociais publicando fotos íntimas dela, Kardashian pode ter violado a lei sobre revenge porn da Califórnia (EUA).

publicado

Ao publicar fotos íntimas de sua ex, Blac Chyna, nas redes sociais na última quarta-feira (5), Rob Kardashian pode ter violado a lei de revenge porn da Califórnia (EUA). O revenge porn, ou pornografia de vingança em tradução literal, acontece quando alguém expõe imagens íntimas de outra pessoa sem seu consentimento, como forma de atacá-la.

Em publicações no Instagram, Kardashian acusou Chyna de traí-lo com vários homens, mesmo ele tendo gasto mais de US$ 1 milhão nos últimos dois meses para sustentá-la. Ele também a acusou de usar drogas e beber.

"Nunca fui tão desrespeitado em minha vida. Acabei de comprar US$ 250 mil em joias para ela", escreveu. "Essa mulher é tão desrespeitosa e eu não ligo mais."

A publicação incluía uma captura de tela de uma suposta conversa entre ele e Chyna com uma foto da área genital dela exposta.

Kardashian removeu algumas das imagens explícitas, mas depois as republicou no Facebook e no Twitter quando sua conta do Instagram foi desativada. "Já que o Instagram desativou minha conta, deem uma espiada no meu twitter, lol", tuitou.

Os representantes do Instagram, Twitter e Facebook ainda não responderam a pedidos de comentários da reportagem. Tampouco os representantes de Kardashian.

No entanto, Priya Sopori, ex-promotora federal dos EUA especializada em crimes cibernéticos, disse ao BuzzFeed News que as publicações podem trazer problemas para Kardashian, por potencialmente violarem a lei da Califórnia sobre o revenge porn. Isso pode ocorrer se Chyna disser às autoridades que as fotos expostas não eram destinadas à distribuição pública e que passou por um desgaste emocional com o episódio.

Violar a lei da Califórnia de revenge porn é um delito com punição que varia entre uma multa até seis meses de prisão.

No entanto, se Chyna "curtiu" as fotos expostas, como reportou o site TMZ, isso pode ser entendido pelo tribunal como um indício de que ela não ficou perturbada ou chateada com as publicações, acrescentou Sopori.

Um representante de Chyna não quis se pronunciar sobre o episódio. No entanto, ainda na quarta-feira, no Snapchat, a estrela de reality show de 29 anos acusou Kardashian de agressões físicas em uma mensagem que depois foi apagada. "Rob, você fez tudo isso, mas me bateu e tentou fingir que nunca aconteceu!!!!!", escreveu. "Você me bateu, juro por deus!!!! Por meus filhos, mas devo ficar quieta porque você é um Kardashian."

"Tudo virá à tona", teria dito em outra mensagem.

Os funcionários do Los Angeles County Sheriff disseram ao BuzzFeed News na quarta-feira que nenhum boletim de ocorrência referente às imagens havia sido apresentado.

A briga é apenas o acontecimento mais recente no que tem sido um relacionamento público conturbado. Kardashian e Chyna revelaram seu relacionamento em janeiro de 2016. Alguns meses depois, ficaram noivos e depois anunciaram que estavam esperando um bebê. A filha deles, Dream Renée, nasceu em novembro. Em fevereiro, o noivado foi cancelado.

Este post foi traduzido do inglês.