back to top

Uma busca de emprego na OLX virou um assédio sexual em massa

Marcelle colocou seu currículo no site e, em menos de 10 horas, recebeu mais de 20 respostas solicitando programas.

publicado

Há poucos dias, a Marcelle Magalhães contou em seu perfil no Facebook que, à procura de um trabalho, decidiu colocar seu currículo na OLX – uma plataforma famosa pelos classificados de compra e venda que também conta com uma área específica para anúncios de procura de emprego.

Reprodução / Via Facebook: celle.mag

Mas o tipo de resposta que ela recebeu foi totalmente inadequado, para dizer o mínimo.

Facebook: celle.mag

"Em menos de 10 horas, mais de 20 homens me convidaram para serviço de acompanhante, massagista, programa, massagem com os pés, sexo sem compromisso", ela conta no post.

As abordagens variaram em intensidade, mas estavam sempre fazendo propostas ou "elogios" não solicitados.

Alguns foram mais diretos.

Outros parecem levar ao pé da letra a máxima "perguntar não ofende".

Embora um candidato masculino a uma vaga dificilmente tenha tido que responder estas perguntas.

Alguns foram insistentes.

E não hesitaram em sair COMPLETAMENTE da proposta de negócio da plataforma.

Muitas vezes "disfarçando".

Outros de maneira bem escancarada.

Na postagem de Marcelle, outras mulheres relataram experiências semelhantes.

Uma delas disse ter retirado o anúncio como única forma de resolver o problema.

Procurada pelo BuzzFeed Brasil, a OLX afirmou estar ciente do problema e já ter banido os usuários abusivos. Também disse estudar mudanças na plataforma para evitar que esse tipo de história continue acontecendo. Leia o comunicado na íntegra:

"A OLX oferece a seus usuários uma categoria destinada a empregos e serviços que visa ajudar pessoas que estão em busca de recolocação profissional.

Infelizmente, ferramentas que são criadas para auxiliar no desenvolvimento social do país se tornam, eventualmente, um local para interações realizadas por terceiros de má índole, como no caso relatado. A atitude destes homens vai contra todos os valores que a OLX acredita e defende, principalmente com relação ao respeito à mulher. A empresa repudia e lamenta profundamente este fato.

A OLX, que se solidariza com a vítima, reforça que já entrou em contato com a usuária para auxiliá-la e baniu os assediadores permanentemente da plataforma.

Após o caso relatado, a OLX estuda implementar melhorias na categoria em breve."

Veja também:

Você já tem o app do BuzzFeed Brasil?

Baixe gratuitamente no Android e no iOS para ver todos os nossos testes, vídeos, notícias e muito buzz.