back to top

O que o imperador do Brasil jantou em 24 de junho de 1882 e outros menus da coleção de D. Pedro II

Um livro reuniu vários cardápios colecionados por D. Pedro II. Galantine de Jacú, Perdreaux à la Paulicea e Filet de Boeuf à la Mantiqueira mostram a mistura culinária dos tempos do Império.

Posted on

1.

D. Pedro II, imperador do Brasil até a Proclamação da República era o que hoje chamaríamos de nerd: além de fissurado por tecnologia (foi o primeiro brasileiro a ter uma máquina fotográfica e mandou instalar o primeiro telefone do País), tinha várias coleções.

Uma delas era a de cardápios de banquetes. Em uma época em que a produção de imagens impressas era rara, os menus impressos eram produções bem exclusivas. O livro "Os Banquetes do Imperador" (Editora Senac), de Francisco Lellis e André Boccato, reúne 130 deles.

2. Este banquete foi oferecido por um construtor inglês que fazia uma estrada de ferro.

Reprodução/Os Banquetes do Imperador

Uma verdadeira mistura do Brasil com o Egito, quer dizer, com a França: Poisson fin à la Rio-Verde (ou peixe fino à Rio-Verde), Filet de boeuf à Mantiqueira (filé de carne bovina à Mantiqueira), Gibier à la Cruzeiro (carne de caça à Cruzeiro) e Galantine de Jacú (galantina de Jacu).

13. No dia 31 de outubro de 1883, o imperador ofereceu, em sua residência oficial, um banquete em comemoração ao aniversário do rei de Portugal.

14. A coleção de D. Pedro II também inclui cardápios de jantares a que ele não compareceu. Como este, da "Apotheose dos Iniciadores da Abolição do Trafico de Africanos":

15. Já este celebra 100 anos de independência... dos Estados Unidos.

Reprodução/Os Banquetes do Imperador

Tudo era razão para dar um banquete e imprimir um cardapiozinho, hein.

17. Este aqui é o cardápio de um jantar oferecido a Machado de Assis.

Reprodução/Os Banquetes do Imperador

Segundo o jornal "Gazeta de Notícias", a festa foi "excelente" e terminou às 10:30 da noite.

20. Isso porque o banquete foi oferecido pelo delegado de polícia Macedo de Aguiar, que mandou imprimir os menus nos Estados Unidos, para o Duque de Caxias.

22. Finalmente, um cardápio em português! É do "bello e suculento almoço" do dia 22 de agosto de 1886.

Reprodução/Os Banquetes do Imperador

Basicamente, o texto diz "vamos dar um chorinho nas entradas, mas favor não repetir os petiscos". Teve churrasco e farofa e angu de quitandeira. Agora, sim, tem cara de Brasil.

Every. Tasty. Video. EVER. The new Tasty app is here!

Dismiss