back to top

48 materiais escolares que vão fazer você viajar no tempo

Clipes coloridos, atividades mimeografadas, canetinha de boliche e muito glitter.

publicado

1. Vamos começar com o conjunto de canetinhas em forma de pinos de boliche.

A tampa do estojo era a bola, no caso.
Reprodução / Via tanlup.com

A tampa do estojo era a bola, no caso.

2. E este conjunto tinha a famigerada CANETINHA BRANCA.

Dava para fazer padrões de bolinha sobre a cor e/ou escrever mensagens secretas.
wp.kzuka.com.br / Via wp.kzuka.com.br

Dava para fazer padrões de bolinha sobre a cor e/ou escrever mensagens secretas.

3. Os clipes coloridos e gordinhos que vinham dentro desta maçã transparente.

4. Ou estes clipes coloridos:

Pixabay

5. Ou, ainda, neste modelo.

Pixabay

6. Se você errasse alguma coisa escrita à caneta, tinha que abrir este potinho (e sentir aquele cheiro característico).

Clarissa Passos/BuzzFeed Brasil

7. Mas, antes do branquinho, a melhor maneira de apagar uma cagada à caneta era com isso:

A cada 10 tentativas de apagar algo, 9 terminavam em rasgos na folha.
blogger.com / Via anos70e80blogpaulafagundes.blogspot.com.br

A cada 10 tentativas de apagar algo, 9 terminavam em rasgos na folha.

8. Lápis não tinham esse problema. E alguns ainda tinham as bandeiras dos países.

9. O lápis proibidão: lembra dos que vinham com a tabuada?

Conforme a gente ia apontando, as respostas iam sumindo :(
blogger.com / Via edasuaepoca.blogspot.com.br

Conforme a gente ia apontando, as respostas iam sumindo :(

10. As inesquecíveis Poly zero-cinco e Poly zero-sete:

Reprodução / Via viver80.blogspot.com.br

11. Tudo isso ficava dentro de um estojo assim:

12. Ou, dependendo da época (e da situação financeira do seu pai), assim:

13. Talvez seu estojo tenha sido um daqueles de lata, com dois andares criados pela bandejinha interna.

Reprodução

14. Ou você teve um de pelúcia?

15. Nem sempre a caneta 12 cores cabia dentro dele, aliás.

16. A solução era usar uma mais modesta, 4 cores.

Reprodução / Via agenciaequipe.com.br

17. E escrever na agenda ou no diário com uma linha de cada cor.

Reprodução / Via makeupatelier.com.br

18. No fichário também.

19. E, se você não gostasse da capa do seu, era só promover uma colagem.

Reprodução / Via alicedrive.blogspot.com.br

20. Esta caneta virava uma pulseira.

21. E estas réguas serviam para fazer belíssimos desenhos geométricos (sem utilidade prática, mas lindos).

22. Também dava para decorar os cadernos com carimbos.

23. Perder uma das pontas desta lapiseira era uma desgraça: nunca mais dava para escrever sem afundar.

24. As canetas gel eram motivo de briga, pois: lindíssimas cores.

Pixabay

25. E os eternos gizes de cera. <3

26. Logo substituídos pela caixa de 36 ou 48 de lápis de cor.

27. Parece que a gente fazia muita bobagem mesmo, pois precisávamos de muitas borrachas.

28. Muitas borrachas mesmo.

29. De todos os tipos...

Reprodução

30. Tamanhos...

31. E cores.

32. Aula de desenho geométrico: era bom não se esquecer disso.

Reprodução / Via papelariauniversitaria.com.br

33. Ou disso: a Desetec era a régua-ostentação do colégio.

34. Mas ostentar MESMO era ter uma dessas:

A fabulosa calculadora do professor Corujinha! *__*
blogger.com / Via aindasoudotempo.blogspot.com.br

A fabulosa calculadora do professor Corujinha! *__*

35. E essa tesourinha, que gerou muitas brigas?

A começar pela propaganda da TV.

36. Outro item disputadíssimo era o fabuloso apontador de capacete.

37. E estas letras para fazer cartazes:

38. Às vezes, um pouco disso acabava indo parar nos cartazes também:

39. E a glória era ter um desses na aula de Artes.

40. Os cadernos eram encapados com esse plástico:

Mas nem assim resistiam inteiros até o fim. :(
blogger.com / Via anos70e80blogpaulafagundes.blogspot.com.br

Mas nem assim resistiam inteiros até o fim. :(

41. A não ser, claro, que você tivesse um caderno superlegal, como este da Xuxa.

42. Ou o "No Stress"..

43. Ou o caderno jeans.

44. Nem todos vão lembrar do caderno com o Hino Nacional na quarta capa.

Note que é da época em que não havia Mato Grosso do Sul, nem Tocantins. ¯\_(ツ)_/¯
wordpress.com / Via brasildelonge.com

Note que é da época em que não havia Mato Grosso do Sul, nem Tocantins.

¯\_(ツ)_/¯

45. Mas, antes de chegar ao status superior conferido pelos cadernos universitários e o uso de caneta esferográfica, você fez muito trabalhinho em folhas mimeografadas:

Não sei você, mas eu senti aquele cheirinho de álcool agora.
photos1.blogger.com / Via complementosdoentretextos.blogspot.com.br

Não sei você, mas eu senti aquele cheirinho de álcool agora.

46. E entregou muito trabalho em folhas de papel almaço.

47. Depois, claro, de treinar sua escrita em um caderno de caligrafia.

48. Ufa. Para levar todo esse peso, só mesmo com um carrinho de mochila.

Você já tem o app do BuzzFeed Brasil?

Baixe gratuitamente no Android e no iOS para ver todos os nossos testes, vídeos, notícias e muito buzz.