back to top

41 coisas que só quem é de Curitiba vai reconhecer

Tesão, piá! Com a colaboração dos curitibanos natos ou adotivos @flaviovoight, @jonypassos e Grace Müller.

publicado

1. Chamar criança de "piá".

2. E chamar seus amigos de piá também.

3. Chamar estojo de "penal".

4. E túnel de "trincheira".

5. Ficar "de varde" depois do almoço.

6. Fazer cachorro-quente com "vina", e não com salsicha.

7. E explicar pro seu amigo de fora que ele deve pedir meio quilo de "batata baroa" se quiser fazer um purê de mandioquinha.

8. E meio quilo de "mimosa" se quiser fazer suco de tangerina.

9. Avisar que deixou algo para lá dizendo "larguei os bets".

10. Ficar tentando ver o prédio giratório girar.

Publicidade

11. Passar um café para comer com chineque (um tipo de pão doce, caso você não seja curitibano).

12. Dar informações detalhadas para quem vem à cidade entrar pelo Contorno.

13. Soltar raia (pipa, para os estrangeiros) quando era pequeno.

14. Olhar dentro do sapato antes de calçar com medo de encontrar uma aranha marrom.

15. Correr de briga (e de amigo chato) em dia de Atletiba.

16. Esperar a vida inteira por um táxi.

17. E duas encarnações pela construção do metrô.

18. Sair para beber e terminar a noite "cozido" (tecla SAP para o resto do Brasil: bêbado).

19. Até porque você já tinha caprichado no "tubão" (bebida alcoólica com refri) antes de sair.

Publicidade

20. Jurar que não tem sotaque.

21. Mas usar gírias como "dolangue" (para mentira, conversa fiada) e "djanho" (para diabo).

22. Ter colecionado os cofrinhos do Banestado.

23. Saber de cor a mensagem gravada que diz que "danificar ônibus, terminais, estações tubo ou não pagar a passagem encarece a tarifa".

24. E sair correndo dentro do ônibus quando percebe que está esperando o desembarque na porta errada.

25. Se espantar ao comer um x-salada fora de Curitiba e descobrir que ele vem sem presunto.

26. E desafiar os visitantes a comer rollmops.

27. Comprar sonhos de vários sabores do carro dos sonhos.

28. Encarar um x-montanha.

29. Acompanhado de Laranjinha (que não é refrigerante, embora seja gasosa).

Publicidade

30. Reconhecer um cocô de capivara.

31. Ouvir a tiazinha que grita "borboleta 13!" vendendo jogo do bicho no centro.

32. Comprar cocada no ônibus e passar mal no dia seguinte.

33. Conhecer não só o Oil Man, mas também a Associação de Homens-Óleo, e lamentar a extinção da Associação.

34. Xingar de "lazarento".

35. Sair de casa equipado para viver as quatro estações no mesmo dia.

36. Inclusive levando uma "japona" (e não jaqueta) na mochila.

37. Quando alguém pergunta do frio em Curitiba, dizer que o problema é o vento.

Publicidade

38. Brigar com os próprios conterrâneos para definir se é biscoito ou bolacha.

39. E acabar comprando uma Pipoteca.

40. Rebater os comentários de que curitibano é frio dizendo que, quando faz um amigo, é pra vida toda.

41. E saber que é mesmo. <3