back to top

19 erros comuns com a camisinha que você pode estar cometendo

É ~mais duro~ do que você pensa.

publicado

As camisinhas são uma maneira fantástica de evitar DSTs e bebês. Mas isso você provavelmente já sabia.

Lemontreeimages / Getty Images / Via thinkstockphotos.com

Elas são sua melhor defesa contra as DSTs e o HIV, e têm até 98% de eficácia em evitar a gravidez quando usadas corretamente. Mas na verdade, usar preservativos ~corretamente~ é um pouco mais complicado do que pegar a camisinha mais próxima e pronto.

Portanto, esteja você usando preservativos como método de controle de natalidade ou como barreira contra DSTs transmissíveis via sexo oral/anal/vaginal, certifique-se de manter em mente os seguintes fatos:

1. É preciso usar a camisinha O TEMPO INTEIRO.

avert.org

Para que as camisinhas funcionem, elas precisam ser utilizadas por toda a duração do sexo — mesmo que você esteja usando outro método contraceptivo. Em um estudo recente, apenas 59% das pessoas que usaram preservativos juntamente com outro método de controle da natalidade realmente usavam a camisinha o tempo todo (o restante só a colocava após algum contato genital ou a tiravam depois de terminar). Isso é um grande problema, porque qualquer contato físico entre genitais (ainda que só com a pele) pode leva a DSTs. Então vista a camisinha logo no início e fique com ela até vocês terminarem.

2. Lubrifique por fora E por dentro.

safeinthecity.org / Via youtube.com

Dica: colocar uma gotinha de lubrificante dentro da camisinha aumenta o prazer de quem a usa. Alguns preservativos já vem lubrificados, mas adicionar seu lubrificante preferido não irá fazer mal, conforme o terapeuta sexual Dr. Ian Kerner, fundador do GoodInBed.com, contou ao BuzzFeed Life. Além disso, a lubrificação extra nos dois lados da camisinha também ajuda a prevenir rompimentos.

Publicidade

3. Mas fique longe de loções e óleo com camisinhas de látex.

Eatcute / Getty Images / Via thinkstockphotos.com

Coisas como óleo de coco, loções, óleos para massagem e vaselina podem romper o látex, portanto use apenas lubrificantes à base de silicone ou água, conforme a Dra. Debby Herbenick, autora de Because It Feels Good disse ao BuzzFeed Life.

4. Sempre confira a data de validade.

NBC / Via popsugar.com

Sim, camisinha vencem. A maioria dura alguns anos, mas alguns preservativos que vêm com lubrificantes ou espermicidas têm um prazo de validade menor, diz Herbenick. Portanto, confira o rótulo antes de usar.

6. Sempre deixe um espaço vazio na ponta da camisinha para prevenir derramamento.

safeinthecity.org / Via youtube.com

A ponta da camisinha é chamada de reservatório, e ela serve para conter o esperma após a ejaculação. Certifique-se de apertar a ponta quando você a colocar, para que haja espaço para a ejaculação — senão, o esperma pode derramar pelos lados, diz Kerner.

Publicidade

7. Sim, há uma maneira errada de colocar uma camisinha. Não faça isso.

Planned Parenthood / Via youtube.com

Se você acidentalmente colocar a camisinha ao contrário (onde a borda fique para baixo em vez de para cima), ela provavelmente não irá se desenrolar completamente. Basta retirá-la e colocar uma nova, pois aquela poderá conter algum resíduo de líquido pré-ejaculatório.

8. A camisinha deve se desenrolar facilmente e alcançar a base do pênis.

Planned Parenthood / Via youtube.com

Para colocar a camisinha do jeito certo, cuidadosamente rasgue o cantinho da embalagem (não corte a embalagem, pois você poderá romper a camisinha). Então coloque a camisinha no pênis e delicadamente aperte a ponta do preservativo para deixar algum espaço livre no reservatório. Desenrole-a completamente para baixo, em direção à base do pênis. Certifique-se de que ela fique justa — mas não apertada demais — de forma a não escorregar nem se romper durante o sexo.

9. Não espere demais após terminar para tirar a camisinha.

safeinthecity.org / Via youtube.com

A maioria dos homens perde a ereção logo após ejacular, diz Kerner. Por isso, tire a camisinha antes do pênis ficar mole, já que isso deixa a camisinha frouxa, o que pode causar o derramamento do sêmen ou a camisinha pode acabar saindo sozinha.

Ao tirar o preservativo, segure a borda enquanto o retira para evitar derramamentos. Pontos extras por dar um nó na camisinha antes de jogá-la no lixo.

10. Há TANTOS tipos de camisinhas, portanto não se contente com a primeira que você experimentar.

Warner Bros. / Via nmonicaa.tumblr.com

As camisinhas vêm em todas as formas, tamanhos, cores e texturas. Existem camisinhas superfinas, com nervuras, pequenas, extralongas, com sabor, lubrificadas, que brilham no escuro e até veganas. Essas gratuitas que distribuem nos postos de saúde também são ótimas e supereficientes, mas se você não se sentir bem com elas, tente outras opções. Só não vá presumir que todas dão a mesma sensação.

Publicidade

11. Certifique-se de estar usando o tamanho certo.

Universal Pictures / Via taniaburrito.tumblr.com

Novamente, é muito, mas muito importante experimentar camisinhas diferentes para descobrir qual é a melhor para você. Se a camisinha não se desenrolar completamente até a base do pênis ou se parecer apertada demais, provavelmente é pequena demais. Na verdade, preservativos dificilmente se rompem, portanto se isso já aconteceu algumas vezes com você, você provavelmente precisa de um tamanho maior ou de mais lubrificante, diz Herbenick. Se a camisinha parecer muito frouxa ou ela escorregar e sair sozinha durante o sexo, procure por um tamanho menor. E lembre-se de que você pode ser de um tamanho em uma marca e de outro tamanho em outra marca — exatamente como jeans, conforme a educadora sexual Elle Chase disse ao BuzzFeed Life.

12. Você provavelmente não precisa de espermicida.

instagram.com

Algumas camisinhas contém um espermicida chamado nonoxinol-9 para aumentar a proteção contraceptiva, mas isso provavelmente é desnecessário. A Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou que "não há evidência de que preservativos lubrificados com nonoxinol-9 ofereçam maior proteção contra gravidez ou infecções sexualmente transmissíveis do que preservativos lubrificados com silicone." Relatórios anteriores também descobriram que o espermicida pode causar irritações com o uso frequente, portanto você pode ignorá-lo caso use preservativos.

13. Colocar a camisinha deve ser parte das preliminares, não uma inconveniência constrangedora que acaba com o clima — e com a ereção.

instagram.com

Você pode tornar isso parte do ato sexual sem ser brega, diz Chase. Continuem se tocando e se beijando enquanto você coloca a camisinha (ou a coloca no seu parceiro), passando lubrificante com o mesmo movimento da masturbação e mantenham as camisinhas por perto para não precisar parar tudo só para encontrar alguma.

14. Sim, você deveria usar camisinhas para fazer sexo oral também.

NBC / Via reactiongifs.com

Pesquisas mostram que as pessoas só usam preservativos durante o sexo oral em 10% das vezes, diz Herbenick. Então, sim, somos realistas o bastante para saber que você provavelmente não vai aderir a esta aqui. Mas então saiba que idealmente a prática sexual mais segura seria usa uma camisinha ou um protetor bucal durante o sexo oral, e essa é realmente a sua melhor defesa contra DSTs e o HIV. Camisinhas ou lubrificantes com sabor podem deixar a coisa um pouco mais saborosa, diz Chase, mas você talvez tenha que experimentar várias para encontrar alguma da qual você realmente goste.

Lembre-se: só porque a maioria das pessoas não usa proteção para sexo oral, isso não significa que você deva deixar para lá ou sentir constrangimento por exigir proteção. É o seu corpo, sua decisão e seu risco. A coisa ~segura~ a fazer é usar uma camisinha.

Publicidade

15. Certifique-se de usar uma nova camisinha para cada ato sexual.

instagram.com

Então você já sabe que você deveria usar camisinha durante o sexo oral, anal e vaginal. Mas se fizer mais de um desses, certifique-se de tirar a camisinha e usar uma nova para cada, hum, buraco. Isso ajuda a reduzir os riscos de DSTs e outras infecções, diz Kerner.

16. A maioria das pessoas para de usar camisinha cedo demais.

MTV / Via butnotquite.tumblr.com

Claro que ninguém espera que você use camisinha com seu parceiro para sempre, mas a decisão de parar de usar um método de proteção de barreira só deveria acontecer depois que vocês conversarem a respeito, que vocês dois fizerem o teste para verem se têm alguma DST, se forem mutuamente monogâmicos e se vocês usarem outro método contraceptivo (se isso for uma preocupação para vocês). Infelizmente, a maioria dos casais só para de usar camisinhas do nada e cedo demais, diz Herbenick. Se vocês fizerem isso antes de conversarem e antes de fazerem os devidos testes, vocês estarão se arriscando a contrair DSTs.

17. Os preservativos femininos são tão eficazes quanto os masculinos.

fc2femalecondom.com / Via youtube.com

Eles têm 95% de eficácia na prevenção da gravidez quando usados corretamente, e aprovados pelo FDA na prevenção de DSTs e do HIV. O único problema é que a maioria das pessoas não têm ideia do que diabos eles são. Eis aqui um vídeo que explica exatamente como utilizá-los.

18. Nunca nunca jamais use duas ao mesmo tempo.

FOX / Via gifbay.com

Usar duas camisinhas não irá fornecer proteção dupla, e nem usar camisinha masculina e feminina ao mesmo tempo. Isso só vai aumentar a chance delas rasgarem, o que irá colocar vocês em um risco maior de infecções e gravidez. Não se preocupem, uma é o bastante. Se sua camisinha romper ou sair sozinha e houver preocupações quanto a uma gravidez, basta obter a pílula do dia seguinte.

19. Se você tiver alergia ao látex, você definitivamente tem opções.

Pederk / Getty Images / Via thinkstockphotos.com

Se você notar alguma coceira ou irritação após o sexo com proteção, você pode ter alguma alergia ao látex sem saber, diz Chase. Neste caso, há várias alternativas que você pode experimentar. Você pode experimentar camisinhas de poli-isopreno como a Skyn ou a Durex Avanti Bare RealFeel ou camisinhas de poliuretano, como a Trojan Supra BareSkin. Há várias opções, basta procurar por alguma que diga na embalagem que não contém látex, sugere Herbenick. Você também pode optar por camisinhas de pele de carneiro, mas essas não protegem contra DSTs (só gravidez).