back to top

15 maneiras de melhorar o sexo em 2016

Comece 2016 com uma trepada. (Desculpa.)

publicado

1. Faça sexo sem nenhuma intenção de ter um orgasmo.

instagram.com

Sabe quando dizem que se você ficar olhando a água na panela ela demora pra ferver? É quase a mesma coisa com o orgasmo. Se estiver muito preocupado se vai ter um orgasmo ou não, isso pode arruinar o que poderia ser um ótimo momento. Então em vez de tornar o orgasmo seu principal objetivo, pense em estar presente no momento e em torná-lo muito, muito bom.

2. Pare de pensar em sexo como uma coisa muito específica.

instagram.com

"Regras do sexo:

1. faça sexo do jeito que você e seu parceiro quiserem e acharem estimulante, desde que haja consentimento.

... essas são todas as regras"

O sexo não é só "pênis-na-vagina" (especialmente se essas não são as partes que você curte). Qualquer que seja sua orientação sexual ou identidade de gênero, não tem motivo para fazer da penetração a parte mais importante do sexo. Se você se satisfaz mais com sexo oral, anal, usando as mãos, vibradores, brinquedos sexuais ou outra coisa, não tem porque isso ser considerado "menos que" sexo.

Publicidade

4. Se você nunca usou lubrificante, vá em frente e experimente.

instagram.com

Provavelmente vai tornar o sexo bem diferente (de uma maneira menos-dolorida-e-mais-prazerosa), especialmente se você tem uma vagina, ou estiver fazendo sexo anal.

5. Pare de fingir orgasmos.

youtube.com / Via imgur.com

É o mesmo que dizer pra alguém que o jantar horrível que fizeram pra você está NOSSA, UMA DELÍCIA. Você pode estar poupando os sentimentos de alguém, mas não vai melhorar. E muito provavelmente amanhã vai ser a mesma coisa.

6. Descubra quais exames você precisa fazer — e então faça.

Alice Mongkongllite / Via buzzfeed.com

"FATO:

Todas as formas de contato sexual podem transmitir DSTs: penetração, sexo oral, sexo anal, compartilhar brinquedos sexuais e até mesmo um simples contato pele com pele."

Saber sobre a sua saúde fará de você um praticante de sexo mais seguro e mais respeitoso. A maioria das pessoas acredita que seu médico só vai pedir um exame se for necessário, mas provavelmente o seu médico não sabe da sua vida (ou da sua vida sexual).

Veja esse guia de exames, e marque uma consulta para saber quais DSTs você corre o risco de ter.

7. E sempre tome precauções para prevenir as DSTs.

instagram.com

"Luz das estrelas, estrelas a brilhar

Use camisinha

Quando for trepar"

~Tecnicamente~ você deveria usar uma camisinha masculina ou feminina para o sexo vaginal, anal ou oral para não correr o risco de contrair uma DST (por exemplo: se você não estiver em uma relação 100% monogâmica, se não tiver certeza do seu status com relação às DSTs ou se não tiver certeza do status do seu parceiro). Lembre-se: você pode ser portador de uma DST mesmo sem ter tido os sintomas, então a única maneira de ter certeza é fazendo os exames.

8. Entenda que o pornô não é realista.

gifbay.com

Não são muitas as pessoas que conseguem se contorcer daquela forma. Menos pessoas ainda fazem aqueles sons. Vá em frente e entenda que o pornô é apenas para entretenimento, e não uma coisa que você realmente deva buscar em sua própria vida sexual.

Publicidade

9. Aceite os orgasmos não importa a forma como eles aconteçam.

Comedy Central / Via savebuckybarnes.tumblr.com

É claro que é natural e normal querer mais, especialmente se você não tiver muita certeza de que está tendo um orgasmo, mas tente parar de se preocupar com os orgasmos que você não tem e fique feliz com os que você tem. Talvez você só consiga ter orgasmos com masturbação sexo oral ou quando está dormindo. Não importa como ele venha, é uma razão para comemorar — não uma razão para se estressar com as práticas que ainda não te deram orgasmos.

10. Experimente alguma coisa que esteja fora da sua zona de conforto.

instagram.com

Não vá tentar fazer uma coisa que você abomine, claro, mas alguma coisa que desperte um pouco a sua curiosidade e que, com sorte, não faça você parar no hospital. Se seu parceiro for confiável e consentir, por que não?

11. Veja se consegue se dar um orgasmo.

Hit-Boy / Via telltalesonline.com

Se já sabe que pode, ótimo — risque esse da lista! Se não, passe um tempo descobrindo o que é bom e o que não é. É mais difícil dar um orgasmo a outra pessoa se você ainda não sabe o que funciona pra você.

12. Trate seu corpo com muito respeito.

Anna Borges

Isso inclui garantir a sua segurança (física e emocional), dormir com pessoas que você realmente esteja a fim, dizer não para coisas com as quais não está confortável e confiar nos seus instintos.

13. E trate seu parceiro com o mesmo respeito que você tem por você mesmo.

instagram.com

Obviamente, isso inclui a ideia de consenso, mas também significa garantir a segurança e o direito de falar e ser ouvido.

14. Seja muito honesto.

instagram.com

Uma regra de ouro para a vida — esteja você pelado ou não. Seja honesto com o que quer, o que é bom, o que não é, suas intenções, e se está se sentindo esquisito.

15. Tente não julgar a forma como seu corpo reage (ou deixa de reagir) em situações sexuais.

instagram.com

As ereções vêm e vão. As vaginas às vezes cooperam, às vezes, não. E sempre existe o potencial para "gases", esguichos ou gozar rápido demais. O corpo é uma coisa muito estranha, mas também é incrível, então pare de se preocupar com alguma coisa que seu corpo fez ou deixou de fazer quando estiver transando. Não se preocupe — você está indo muito bem.

Every. Tasty. Video. EVER. The new Tasty app is here!

Dismiss