back to top

O Instagram causou revolta após deletar uma conta de tatuagens pós-mastectomia

Agora ela foi restaurada, mas a mulher por trás da conta está contando o que aconteceu. Observação: este post contém fotos de seios.

publicado

Em 14 de novembro, o Instagram deletou a conta da Pink Ink Fund, uma organização sem fins lucrativos que apoia mulheres que buscam por tatuagens de restauração pós-mastectomia.

"Eu fui muito cuidadosa e sempre fiz observações na foto, comentários e hashtags dizendo que ali estava uma sobrevivente do câncer de mama ou uma tatuagem pós-mastectomia", diz em uma entrevista ao BuzzFeed Life Amy Black, que gerencia a conta.

Ela disse que sua última reclamação foi em outubro, quando o Instagram removeu uma de suas fotos.

Black, uma tatuadora de 40 anos de idade que frequentemente faz tatuagens pós-mastectomia em mulheres, respondeu informando que a remoção era um engano e preencheu um registro.

Ela disse que o Instagram respondeu por email em 17 de novembro dizendo que eles não poderiam reativar sua conta porque continha conteúdo e nudez "sexualmente sugestivos".

Publicidade

"Foi como levar um soco — eu me senti completamente desamparada", disse Black sobre a desativação de sua conta.

Instagram: @pinkinkfund

"Talvez eles estivessem apenas passando pelas contas e viram o que eles entendiam como seios naturais e nus, sem ler nada", disse Black. Entretanto, ela disse que está mais incomodada com a postura do Instagram sobre o que é ou não aceitável para compartilhar.

"Eles se gabam de serem uma plataforma social legal que se envolve com princípios comunitários fortes e saudáveis, mesmo deletando uma conta de caridade voltada ao câncer e permitindo soft porn e material altamente sexualizado", disse ela ao BuzzFeed Life.

A residente de Richmond, em Virgínia, tem feito tatuagens pós-mastectomia desde que ela teve contato com uma sobrevivente do câncer de mama em 2010.

Courtesy of Amy Black

"Eu me senti tão sortuda em ajudar uma mulher, e quis fazer mais", diz Black. Desde então, Black diz ter feito parcerias com cirurgiões plásticos pelo estado e na capital Washington, para oferecer tatuagens restauradoras e reconstrutivas a sobreviventes de câncer de mama e pessoas que fizeram mastectomia preventiva. Ela deveria poder mostrar seu trabalho no Instagram.

Então ela fundou o Pink Ink Fund, uma organização sem fins lucrativos que oferece assistência financeira, doações e educação para aquelas que buscam tatuagens pós-mastectomia.

Instagram: @pinkinkfund / Via gramfeed.com

"Eu percebi que muitas mulheres não tinham a tatuagem coberta pelo plano de saúde — fosse pelo Medicaid ou o plano militar — e não podiam arcar com os custos da tatuagem e da viagem", diz Black.

Inicialmente, Black dava desconto nestes serviços, mas ela quis criar uma organização que pudesse oficialmente coletar doações.

"Era uma fundação cujo único membro era eu e demorou anos até que eu finalmente conseguisse o status 501(c)3 no outono passado", disse ela.

A conta da Pink Ink Fund também serve como uma galeria inspiradora para mulheres e cirurgiões plásticos poderem explorar as opções de tatuagens pós-mastectomia.

Black disse ter hesitado em postar fotos de seu trabalho até 2014, quando o Facebook começou a banir fotos de amamentação.

A conta agora inclui a própria arte de Black, trabalhos de outros tatuadores de pós-mastectomia, assim como histórias francas de várias sobreviventes.

"Várias sobreviventes se sentem muito isoladas, então isso permite a elas se conectarem com outras mulheres a respeito de aspectos emocionais de recuperação e encontrar inspiração em tatuagens do conforto de seus lares", explicou ela.

O encerramento da conta causou revolta entre os seguidores de Black, que foram ao Twitter mostrar seu apoio, incluindo a atriz de Orange is the New Black, Jessica Pimentel.

Twitter: @TheCrusher007

"Sério, @instagram? Eu vejo um monte de nudez no site de vocês e o #pinkinkfund não é conteúdo sexual"

Publicidade
Twitter: @TheTaTaTop

"@HuffPostWomen Socorro! Nosso parceiro de caridade, o @PinkinkFund oferece tatuagens de mamilos pós-mastectomia para mulheres. O @instagram acabou de deletar a conta deles."

Twitter: @g33kgurrl

"Eu estou incrivelmente triste com essa hipocrisia e ignorância. Já é hora de parar de achar que é necessário ter vergonha do corpo feminino. #tragamopinkinkfunddevolta

Na semana passada, o Instagram reativou a conta da Pink Ink Fund e pediu desculpas pelo "erro".

"Nós erroneamente removemos esta conta e trabalhamos imediatamente para consertar o erro assim que tomamos ciência disso. Nós sentimos muito pelo engano", um porta-voz do Instagram disse ao BuzzFeed Life.

Black espera que a revolta dê ao Instagram o que pensar sobre quais contas devem constituir nudez.

"Embora eles tenham reativado a minha conta, eu espero que o fato de eu ter falado sobre isso faça com que o Instagram evite fazer de novo e os faça mudar seus padrões", diz Black.

Por enquanto, ela espera espalhar conhecimento da Pink Ink Fund e continuar a oferecer um recurso para aquelas que necessitam.

"A coisa mais importante é fazer com que as pessoas conheçam a organização sem fins lucrativos. Desde o começo, eu tive esperanças de que poderíamos ajudar qualquer um a qualquer momento a receber, aprender mais e conectar uns aos outros sobre suas opções de tatuagens de mastectomia", disse ela.

Every. Tasty. Video. EVER. The new Tasty app is here!

Dismiss