back to top

19 coisas que você provavelmente nunca soube sobre pesadelos

Vamos falar sobre o que realmente acontece quando você acorda porque é o apocalipse e todos os seus dentes caíram.

publicado

1. Pesadelos são uma mistura de lembranças e outras informações aleatórias repetidas de uma maneira super perturbadora.

Jenny Chang / Via google.com

Já teve um sonho terrível em que foi sequestrado por colegas de trabalho aleatórios? Preso no topo da torre inclinada de Pisa? Não é tão estranho, na verdade. As imagens nos pesadelos são uma mistura de memórias, informação recente a que você foi exposto e representações visuais de suas emoções, Michael Breus, PhD, psicólogo clínico e membro da Academia Americana de Medicina do Sono, conta ao BuzzFeed Life. E o enredo geralmente é influenciado por seus medos e estresse, como ser perseguido ou atormentado. Pesadelos tendem a ser mais longos do que sonhos, com detalhes assustadoramente realistas e memoráveis.

2. Eles não têm que ser "assustadores", precisam apenas deixá-lo com medo.

Big Machine / Via ignitetheliight.tumblr.com

O que pode ser um pesadelo para você, poderia ser um sonho normal para outra pessoa. Desde que crie uma resposta emocional negativa forte (geralmente medo ou pânico), é um pesadelo, diz Breus. Por exemplo, simplesmente sonhar com o seu horrível ex poderia ser um pesadelo para você, se despertar tristeza e raiva — mesmo se ele estiver apenas sentado em seu sofá, inofensivo.

Da mesma forma, sonhar em ser perseguido ou cair não é necessariamente um pesadelo, se não o incomoda, Dr. Barry Krakow, especialista do sono credenciado da Maimonides International Nightmare Treatment Center, em Albuquerque, Novo México, conta ao BuzzFeed Life. "Você poderia sonhar que está sendo perseguido por um invasor, mas pode ser divertido ou emocionante, como um filme de ação."

3. É verdade que você só pode sonhar com pessoas que conheceu ou já viu antes...mais ou menos.

Nickelodeon / Via knowyourmeme.com

Quando você dorme, suas memórias estão sendo processadas do curto prazo para o longo prazo, diz Breus, e estes compõem a maior parte das imagens em seus pesadelos. Você também pode sonhar com coisas que já viu em filmes ou livros (como Chris Hemsworth, mas ele está tentando matá-lo). Tecnicamente podem existir novos "personagens" em um pesadelo, mas eles são, na verdade, uma junção de rostos que você já viu, diz Breus.

4. A resposta emocional aos pesadelos realmente pode te acordar.

NBC / Via nbchannibal.tumblr.com

Sabe quando você acorda desesperadamente às 4 da manhã percebendo de repente que não está em um apocalipse zumbi? Eis o porquê: pesquisas mostraram que muitos sonhos ocorrem no córtex visual, diz Breus, que está ligado à amígdala, um centro de resposta emocional. Durante um pesadelo, estes dois são ativados e provocam estímulos autônomos do corpo. "Seu coração começa a bater mais rápido, a respiração se torna difícil e você pode começar a suar muito em um pesadelo", diz ele. É a deixa para acordar em pânico.

Publicidade

5. A maioria dos pesadelos ocorrem durante o sono REM, quando seu cérebro está mais ativo.

TedEd / Via teded.tumblr.com

Você pode sonhar a qualquer momento durante a noite, mas os pesadelos tendem a acontecer durante a segunda parte do sono do movimento rápido dos olhos (REM), Dr. Jim Pagel, professor clínico associado na Universidade do Colorado, conta ao BuzzFeed Life. Este estágio de sono REM é o mais próximo da consciência acordado, o que significa que os neurônios estão disparando e as ondas cerebrais estão em maior frequência, então a mente está mais ativa. É por isso que pesadelos parecem mais longos e muito mais intensos do que sonhos, diz Pagel.

6. E os pesadelos tendem a ficar na sua cabeça por um tempo depois que você está acordado.

Nickelodeon / Via tumblr.com

Isso porque eles acontecem logo antes de você acordar, e os visuais que causam emoções negativas são muito mais memoráveis do que os que causam as positivas, diz Breus. "As pessoas podem lembrar do enredo geral de seus piores pesadelos por anos, até mesmo décadas", diz ele. E se você ainda estiver se sentindo perturbado no dia seguinte, ele pode mexer com a sequência do seu sono. "Você quer tirar esses detalhes perturbadores da sua cabeça, mas quanto mais pensa sobre não querer sonhar com eles novamente, mais eles irão afetá-lo", diz Krakow.

7. Pesadelos são uma parte natural do sono e do processamento de suas emoções.

Warner Bros / Via totalfilm.tumblr.com

Estudos mostraram que mais de 70% dos adultos enfrentam pesadelos pelo menos uma vez por mês, diz Pagel. "Parte da lógica é que pesadelos e sonhos são uma parte de um sistema de processamento emocional de eventos adversos da vida", diz ele. As coisas que o incomodam durante o dia tendem a permanecer o incomodando à noite, e os pesadelos às vezes podem ajudá-lo a superá-las.

8. Mas estar super estressado pode tornar os pesadelos piores.

Werner Herzog / Via the-rad-grunge-queen.tumblr.com

Sonhos de estresse, como Breus os chama, são um tipo de pesadelo recorrente que pode causar pânico, mas sem imagens perturbadoras — como estar atrasado ou esquecer tudo. "Posso estar estressado porque meu irmão está visitando, mas no meu pesadelo estou atrasado para um exame", diz Breus. Estes geralmente são causados por estresse em relação as mudanças de vida: morte, separações, novos empregos, mudança, etc.

Publicidade

9. Mesmo aqueles pesadelos que parecem super significativos não podem prever o futuro.

Paramount Pictures / Via another-echo-chamber.tumblr.com

Se você já teve um pesadelo super traumático e realista sobre um amigo o ferindo fisicamente, um ataque terrorista ou a traição de um parceiro, ele pode parecer com uma premonição do futuro. No entanto, eles são, muitas vezes, conduzidos por um medo extremo ou uma ameaça de possível trauma, diz Breus. A paranoia de ser atacada ou estuprada— seja na vida real ou em um filme ou livro aterrorizante — pode se manifestar como agressão física em um pesadelo.

"Não há nenhuma evidência de que um pesadelo possa alertá-lo ou prever um evento futuro", diz Breus. Você não tem que ter tido um trauma no passado para sonhar com isso, também. Em qualquer caso, pesadelos traumáticos que mexem com suas emoções não são muito comuns, por isso, se você sofre com eles regularmente, talvez seja melhor consultar um médico ou psicólogo.

10. E pesadelos não podem matá-lo de verdade.

Top Dawg / Kendrick Lamar / Via riri-kanz.tumblr.com

"Não há nenhuma evidência de que um pesadelo possa, fisicamente, feri-lo ou matá-lo", diz Breus. No entanto, há dados que mostram que, em pessoas com um coração fraco ou uma doença cardíaca existente, o aumento da frequência cardíaca durante o sono pode levar a angina (dor no peito devido ao fluxo de sangue restrito ao coração) ou, possivelmente, a ataques cardíacos. Como mencionamos antes, é possível que os pesadelos possam causar aumento da frequência cardíaca, assim como várias coisas podem, diz Breus. Então, na verdade, não seria um pesadelo causando danos tanto quanto um problema cardíaco subjacente.

11. Às vezes, pesadelos podem ser bons.

Disney / Via ijollie.tumblr.com

"Alguns pacientes que vejo ficariam chateados se seus pesadelos parassem", diz Pagel. Se não causam sofrimento significativo, os pesadelos podem ser emocionantes, e até mesmo uma grande fonte de inspiração. "As pessoas que sofrem com pesadelos intensos e frequentes tendem a ser indivíduos mais criativos 'sem fronteiras', o que significa que são mais imaginativos", diz Pagel. Além de ajudar a processar emoções, os pesadelos também podem dar perspectivas alternativas muito úteis em certas questões ou pessoas.

12. E algumas pessoas até ficam inspiradas por estes sonhos assustadores pra caramba.

https://www.flickr.com/photos/oddsock/425806466/in/photolist-DCnqN-p6N92J-keVfRc-5eTQhC-7AeqvT-91tFu5-91sxe3-91poWz-oMK8wY-fbzrWS-8o2fZ8-oSiWRt-91tG73-5pNyA1-91poS6-91tiDA-cFpWZS-91poCF-7r642e-6cgjXo-3dvRW6-4wzTR1-ixcMbR-ixcN5e-r3arEp-8PK9Nn-73zDFA-ghZjKw-5pNytW-64EcA-fP9qoo-dS3r8R-5YjH8i-6VPT9T-91r2ek-4LKPRv-621Xtv-5sETRN-mmcQF-Sup8-6nP24Y-4ySPZy-9B7kHf-a6b8VN-b3iWFx-xNRHQ2-6M99JV-nYZr2N-7ntYBW-6Mq8ZU#

Artistas e escritores têm extraído influência de seus pesadelos, basicamente, desde sempre. O autor Stephen King é conhecido por usar seus pesadelos para criar enredos complexos e emocionantes para seus livros. Da mesma forma, o renomado artista Salvador Dalí, que pintou a "Geopolítica" acima, diziam que pintava imediatamente depois de acordar, para que pudesse transferir os detalhes intensos em um, literal, "pesadelo na tela". "As perspectivas alternativas do mundo que você recebe de pesadelos podem ser muito úteis para uma carreira criativa e bem-sucedida", diz Pagel.

Publicidade

13. Algumas pessoas têm um risco maior para pesadelos do que outras.

Cartoon Network / Via adventure-time-allthe-time.tumblr.com

Depressão, ansiedade e outros distúrbios psiquiátricos são os principais fatores de risco para pesadelos, diz Breus. Os distúrbios do sono, como insônia ou apneia do sono, também estão associados com pesadelos frequentes. E, uma vez que muitos distúrbios do sono são genéticos, é possível que pesadelos crônicos e graves possam correr em sua família.

O gênero pode ser um fator, já que mulheres jovens relatam mais pesadelos do que homens. Crianças também relatam maior frequência, mas Pagel diz que provavelmente é porque eles são mais aterrorizantes para crianças e a resposta emocional diminui ao longo do tempo.

Medicamentos também podem causar ou agravar pesadelos, incluindo anti-histamínicos, melatonina, antipsicóticos, antidepressivos, betabloqueadores e drogas para parar de fumar, diz Pagel.

14. Pesadelos são diferentes de terrores noturnos e distúrbios do sono associados ao TEPT.

HBO / Via maisewilliams.tumblr.com

Os três especialistas concordam que é importante distinguir o pesadelo comum, sem nenhuma causa específica, dos episódios de pesadelo. Terrores noturnos são completamente diferentes porque ocorrem durante o sono profundo não REM, quando o cérebro está menos ativo, diz Pagel. "Depois de um terror noturno, as pessoas acordam gritando ou chorando, mas não estão totalmente conscientes e voltam a dormir com pouca, ou nenhuma, lembrança do incidente", diz ele. Além disso, as parassonias REM, que podem causar sonambulismo, ou até mesmo bater e "atuar" em pesadelos, são causadas pela falta de paralisia muscular natural durante o sono.

Pesadelos associados ao TEPT envolvem reviver mais detalhadamente o trauma, parecido com um flashback. "Quase todos os soldados que retornam da guerra e muitas vítimas de estupro sofrem com esses pesadelos", diz Breus. Estes tendem a ser crônicos, intensos e ter graves efeitos debilitantes.

15. É possível ser diagnosticado com "transtorno de pesadelo".

AMC / Via htbthomas.tumblr.com

É classificado no DSM-5 sob Transtornos de Sono-Vigília e inclui acordar repetidamente até um estado totalmente alerta, com recordação detalhada de pesadelos longos e extremamente assustadores e estes distúrbios causam sofrimento e dano clinicamente significativo. Os pesadelos também não são causados por um distúrbio mental ou médico específico, nem por substâncias.

"Muitas pessoas não sabem que pesadelos podem se tornar anormais ao ponto de ser um distúrbio legítimo com opções de tratamento", diz Krakow. A verdadeira questão não é a frequência dos pesadelos, diz ele, mas o quanto eles o perturbam? Se você tem pesadelos crônicos e graves, Krakow sugere pensar sobre isso e visitar um especialista do sono, se eles persistirem.

16. Há algumas coisas que você pode fazer para tentar evitar pesadelos.

FOX / Via amandakstoneall.tumblr.com

Como pesadelos estão ligados à falta de sono, é importante ter uma boa qualidade de descanso toda noite. E tenha em mente que seu estado emocional e mental enquanto acordado podem afetar seu estado de sono, então, gerenciar seu stress, ansiedade ou depressão com um médico ou terapeuta pode ser um passo crucial. Da mesma forma, Breus sugere evitar qualquer coisa que possa causar emoções de medo antes de dormir. Como o seu e-mail de trabalho.

Existem também muitos livros de autoajuda e recursos on-line eficazes para ajudar a lidar com pesadelos. Anotar seus sonhos e reações em um diário geralmente é um bom começo. Você também pode tentar desligar Law & Order SVU e optar estas atividades calmantes e alegres antes de dormir.

Publicidade

17. Mas se você tem pesadelos crônicos graves, deve visitar um especialista do sono em relação a isso.

Jenny Chang / Via google.com

"Um em cada 20 adultos nos Estados Unidos reclama de sonhos perturbadores e, mais que o dobro disso, muitas crianças e adolescentes", diz Krakow. "No entanto, poucas pessoas que sofrem de pesadelos crônicos imaginam que é um problema tratável e, menos ainda, procuram tratamento para ele." Isso é um problema, diz Krakow, porque isso pode significar perder o diagnóstico de um distúrbio do sono ou outras doenças que podem o estar causando.

Sem mencionar que viver com pesadelos debilitantes pode levar a um medo de dormir, insônia e baixo desempenho durante o dia, diz Breus. "Muitas pessoas o ignoram até que fiquem tão terríveis que a pessoa dependa de soníferos, o que realmente não ajuda o problema, ou pior, usam álcool", diz Breus. Embriagar-se tem sido um tratamento popular folclórico porque o efeito de entorpecimento do cérebro reduz pesadelos, diz ele, mas esse não é um tratamento real e muitas vezes leva ao alcoolismo ou outros problemas de saúde.

18. Para sua informação: o tratamento principal do pesadelo meio que envolve o sonho lúcido.

Existem alguns medicamentos que tratam pesadelos ao reduzir o sono REM, Breus diz, mas nada tem sido tão eficaz quanto a Terapia de Ensaio da Imagem (IRT), um tratamento não farmacológico desenvolvido por Krakow na década de 1990 para sobreviventes de violência sexual. A IRT requer que o paciente anote seus pesadelos nos mínimos detalhes e, em seguida, mude a história para incluir imagens positivas e pratique a leitura e o ensaio do novo sonho todos os dias durante várias semanas. Dessa forma, eles têm uma ferramenta cognitivo-comportamental para lidar com imagens desagradáveis antes de emergir em um pesadelo. "Não é uma cura para tudo, mas 80 a 90% dos pacientes relatam que a IRT reduziu muito a intensidade dos pesadelos e que tem um efeito prolongado", diz Krakow.

Algumas variações da IRT até mesmo incorporam a Terapia do Sonho Lúcido para ajudar o sonhador a alterar um pesadelo enquanto ele está acontecendo. Então, basicamente, "A Origem" é real.

19. Tudo isso dito, há TANTA coisa que ainda não sabemos sobre pesadelos.

ABC / Via rachtchie.tumblr.com

Os três especialistas concordam que em relação ao resto da medicina, os pesadelos ainda são um tema muito misterioso, com necessidade de muito mais pesquisa. "O estudo clínico de pesadelos começou na década de 1930, então, teve uma grande mudança na década de 1970, com a psicologia da mente inconsciente, de Freud", diz Krakow. No entanto, o uso da IRT para tratar pesadelos só apareceu no final dos anos 90, então é relativamente novo.

Exatamente por que certas imagens ficam gravadas na nossa mente e por que pessoas diferentes muitas vezes experimentam os mesmos motivos de sonhos estranhos ainda é pouco conhecido. Até então, os pesadelos continuarão assustando muito as pessoas e influenciando alguns livros e filmes assustadores pra caramba.

  1. Quantas vezes você acorda se sentindo uma merda por ter tido um pesadelo horrível?

    Correct
    Incorrect
    Todo o tempo — minha vida é basicamente o filme inception.
    Correct
    Incorrect
    Uma vez por semana.
    Correct
    Incorrect
    Uma vez por mês e já é o suficiente para mim.
    Correct
    Incorrect
    Nunca -- talvez eu seja um robô.
    Correct
    Incorrect
Oops, alguma coisa deu errado. Por favor, tente de novo mais tarde
Parece que estamos com um problema no servidor.
Quantas vezes você acorda se sentindo uma merda por ter tido um pesadelo horrível?
  1.  
    voto votos
    Todo o tempo — minha vida é basicamente o filme inception.
  2.  
    voto votos
    Uma vez por semana.
  3.  
    voto votos
    Uma vez por mês e já é o suficiente para mim.
  4.  
    voto votos
    Nunca -- talvez eu seja um robô.
  5.  
    voto votos