back to top

15 fatos sobre os sonhos lúcidos que farão você questionar a realidade

Tem certeza de que você não está sonhando agora?

publicado

Todas as noites nosso cérebro constrói uma realidade que é completamente separada do mundo real. Geralmente, a experiência do sonho parece tão real que nos não percebemos que se trata de um sonho até que acordemos. Mas, às vezes, as pessoas percebem que estão sonhando durante o sonho — e assim elas passam a ter a habilidade de controlar e dobrar a realidade onírica.

Os sonhos lúcidos parecem coisa de filme de ficção científica, mas eles acontecem de verdade. Mas como e por que os sonhos lúcidos ocorrem? Nós falamos com dois especialistas para descobrir: Susana Martinez-Conde, Ph.D., professora e diretora do Laboratório de Neurociência Integrativa do Centro Médico SUNY e o "Doutor do Sono" Michael Breus, Ph.D., psicólogo clínico e associado à Academia Americana de Medicina do Sono.

1. Um sonho lúcido começa como qualquer sonho normal.

Disney / Via mtvstyle.tumblr.com

Os sonhos são manifestações visuais inconscientes de informações e memórias que já estão em nossas cabeças. É por isso que todas as imagens em nossos sonhos parecem familiares. Tecnicamente pode haver personagens ou lugares novos em um sonho, mas eles são, na verdade, uma junção de coisas que você viu antes, diz Breus.

Os mecanismos neurais que permitem que nosso cérebro "veja" a realidade do sonho provavelmente são os mesmos que estão em atividade quando imaginamos o futuro. A única diferença é que ao sonhar parece que o que estamos "vendo" é a realidade. "Sonhos são ilusões — neles vemos uma realidade que não existe, mas não conseguimos perceber a diferença entre ela e a vida real", diz Martinez-Conde.

2. Mas quando você começa a ter um sonho lúcido, subitamente percebe que o mundo do sonho não é real.

Pandora Cinema / Via lifesafjoke.tumblr.com

E quando você se torna consciente ou "lúcido", pode controlar e manipular aspectos da realidade do sonho, diz Breus.

O sonho lúcido foi descrito pela primeira vez em 1913 pelo psiquiatra holandês Frederick Van Eeden ao narrar um sonho no qual ele pôde agir de forma voluntária e tinha plena consciência de sua vida real — porém ele ainda estava dormindo tão profundamente que não havia estímulos externos ou sensações corporais que influenciassem na sua percepção do sonho.

Isso é o que torna um sonho lúcido diferente de uma alucinação — seu corpo físico está em sono profundo e não pode efetivamente sentir nada que você faz, mesmo estando consciente e tendo o controle.

Publicidade

3. Os cientistas não estão certos sobre o que faz com que as pessoas percebam que estão sonhando e transformem aquilo num sonho lúcido.

Jenny Chang / Via buzzfeed.com

Estudos revelam que as ondas cerebrais das pessoas que relatam sonhos lúcidos são muito parecidas com aquelas que acontecem quando elas estão tendo sonhos comuns, explica Breus. Portanto, é difícil identificar quais são os mecanismos ou partes do cérebro específicas que estão ativas durante um sonho lúcido. E, obviamente, é difícil estudar os sonhos lúcidos uma vez que é necessário confiar totalmente naquilo que as pessoas relatam depois que acordam.

"Os estudos não têm observado um aumento significativo o suficiente na frequência cardíaca ou na respiração para demonstrar uma mudança física no corpo durante os sonhos lúcidos", diz Breus. Mas os especialistas concordam ao dizer que o fator que faz com que uma pessoa fique lúcida durante um sonho é definitivamente algo que está dentro do cérebro e não um estímulo externo. Alguns estudos sugerem que o sonho lúcido pode ocorrer devido a uma hiperatividade do córtex frontal durante o sono, mas isso ainda não foi comprovado.

4. É mais provável que os sonhos lúcidos aconteçam durante a fase de sono REM.

National Geographic / Via vimeo.com

A maioria dos sonhos acontece durante o estágio do sono REM (sigla em inglês para "movimento rápido dos olhos"), quando o cérebro está mais ativo e trabalhando para transformar as memórias de curto prazo em memórias de longo prazo, diz Breus. Durante o sono REM, os músculos voluntários ficam "paralisados", mas os olhos se movem rapidamente conforme você responde às imagens (o que pode ser um mecanismo de proteção para não nos movermos durante nossos sonhos e, acidentalmente, saltarmos de um penhasco, por exemplo).

Pesquisadores têm tentado observar o sonho lúcido medindo os movimentos dos olhos e buscando um padrão estereotípico entre as pessoas que têm sonhos lúcidos, explica Martinez-Conde. Dessa forma, os indivíduos poderiam tecnicamente "sinalizar" a lucidez para os pesquisadores com movimentos oculares específicos, para que os pesquisadores não tenham que confiar nas narrações dos indivíduos depois de eles acordarem. São necessárias mais investigações sobre este assunto, mas até o momento parece mais plausível que o sonho lúcido aconteça durante o sono REM, quando as pessoas têm seus sonhos mais vívidos e intensos.

5. Sonhos lúcidos não são a mesma coisa que pesadelos.

Chia Hsin-Ho / Flickr CC / Via Flickr: hsinho

Se você já teve um pesadelo no qual começou a perceber que não estava realmente em perigo logo antes de acordar — isso não foi um sonho lúcido. "O que torna um pesadelo tão assustador é a falta de controle sobre ele; e trata-se de um processo natural impulsionado por emoções e estresse", diz Breus. Então, quando você acorda de um pesadelo bem quando está prestes a ser atacado, isso, na verdade, aconteceu por causa do aumento do seu ritmo cardíaco e da respiração devido ao estresse do pesadelo, que acabam fazendo com que você desperte.

O motivo de você ficar consciente durante tanto tempo num sonho lúcido é que os mecanismos de compreensão da nossa consciência estão mais relaxados, como se dissessem "tudo bem, estamos num sonho, legal", e não ocorrem as mudanças dramáticas que acontecem quando você acorda de um pesadelo, explica Martinez.

6. Aproximadamente metade da população já teve um sonho lúcido e a maioria das pessoas começa a tê-los ainda na juventude.

David De Lossy / Getty Images / Via thinkstockphotos.com

Em um famoso estudo alemão, pesquisadores descobriram que cerca de 51% das pessoas já tiveram um sonho lúcido pelo menos uma vez. "Não estamos certos sobre quantas dessas pessoas têm sonhos lúcidos frequentemente ou regularmente e quanto tempo duram os episódios", informa Breus. E como só a pessoa que teve o sonho pode falar sobre ele, é provável que os relatos não sejam exatamente fiéis.

O sonho lúcido pode acontecer a qualquer momento da vida, diz Breus, mas assim como a maioria dos fenômenos e distúrbios de sono, ele normalmente começa na infância ou adolescência. No entanto, é mais fácil estudar os sonhos lúcidos em adultos, tendo em vista que uma criança pode não ter as habilidades cognitivas necessárias para explicar ou refletir sobre o sonho.

7. Não há uma causa conhecida para os sonhos lúcidos, mas eles podem estar vinculados a pessoas mais introspectivas ou a pessoas que têm uma quantidade maior de massa cinzenta no cérebro.

TedEd / Via teded.tumblr.com

"Estudos têm mostrado que as pessoas que são mais introspectivas e que refletem mais sobre seus pensamentos são mais propensas a ter sonhos lúcidos do que as outras", diz Martinez-Conde. Há alguns dados que mostram que pessoas que conseguem ter sonhos lúcidos também tendem a ter maior habilidade metacognitiva, que é basicamente a capacidade de refletir e perceber melhor os próprios estados mentais. Basicamente, quando você realmente pensa sobre o pensamento.

"Imagens de ressonâncias magnéticas nos cérebros de pessoas que frequentemente têm sonhos lúcidos têm mostrado que há um volume maior de massa cinzenta no cérebro delas", diz Breus. A massa cinzenta do cérebro trata do pensamento consciente, da memória, da tomada de decisões e do autocontrole. Então, isso pode aumentar a capacidade metacognitiva de uma pessoa e, portanto, a sua tendência de ter sonhos lúcidos.

"Há também um aumento na frequência dos sonhos lúcidos entre pessoas com narcolepsia, mas não estamos totalmente certos sobre as razões que fazem com que isso aconteça", diz Breus.

Publicidade

8. Pode ser que o sonho lúcido seja apenas uma habilidade inata — como balançar as orelhas.

FX / Via giphy.com

Os especialistas concordam que ser capaz de ter sonhos lúcidos é provavelmente apenas uma habilidade inata ou uma habilidade natural com a qual algumas pessoas nascem. "O sonho lúcido não é necessariamente uma vantagem — é apenas uma capacidade estranha que as pessoas podem ter ou não", diz Breus.

9. E como qualquer outra habilidade, você pode melhorá-la com a prática.

Warner Bros / Via fashion-wallflower.tumblr.com

"As pessoas que têm sonhos lúcidos podem desenvolver as suas habilidades para melhorar suas ações de acordo com as coisas que lhes são solicitadas e podem até mesmo encontrar soluções criativas para problemas em seus sonhos", diz Breus. As técnicas variam, mas a maioria delas envolve ter a intenção de ter um sonho lúcido (dizendo para si mesmo, dizendo para outra pessoa, escrevendo no papel etc.) ou fazer certos exercícios mentais antes de dormir.

Você pode ver alguns deles no Lucidity Institute, criados pelo especialista em sonhos lúcidos Stephen LeBerge, Ph.D.

10. Se você nunca teve um sonho lúcido, existem formas de ensinar a si mesmo o que fazer para ter um.

"O fato de você nunca ter tido um sonho lúcido antes não quer dizer que nunca terá um", diz Martinez-Conde. Existem diferentes técnicas para induzir conscientemente os sonhos lúcidos, mas o que vai funcionar depende e varia para cada pessoa. "A simples intenção de ter um sonho lúcido e dizer a si mesmo que isso vai acontecer ou que você terá mais controle no sonho antes de dormir pode ajudar", explica Martinez-Conde.

Segundo Breus, outro método popular é começar desenhando um X na parte de trás da sua mão e olhar para ele de hora em hora até que se torne um hábito por uma semana ou duas. A ideia é que você pode, então, também olhar para baixo procurando o X durante um sonho e, se perceber que ele não está lá, saberá que está sonhando e estará lúcido, ele explica. Outros "testes de realidade" semelhantes poderiam ser coisas como ver se você tem cinco dedos ou verificar se você é capaz de passar a mão através de uma parede. O fato é: as experiências de sonhos lúcidos são super subjetivas e, por isso, é difícil encontrar uma técnica definitiva que funcione para todos.

11. O grau de consciência e controle em um sonho lúcido pode variar.

Nordisk Film / Via melancholiathemovie.com / theatlantic.com

Seria legal poder voar por aí e ir ao espaço sempre que você tem um sonho lúcido, mas geralmente não é assim que acontece. Mesmo pessoas com a habilidade de ter sonhos lúcidos raramente têm um controle total, e existem limitações. "Entre os indivíduos que têm sonhos lúcidos, há uma enorme diferença em quantas vezes eles podem tê-los e quanto controle da consciência eles têm durante os sonhos", diz Martinez-Conde.

Assim como os sonhos comuns, alguns tendem a ser mais vívidos e intensos do que outros. "Às vezes, no momento em que você consegue mesmo assumir o controle de seu sonho, você acorda, mas em outros casos você pode ter um controle mais sofisticado e pode ser capaz de voar ou fazer qualquer coisa", explica Martinez-Conde. E cada experiência é diferente — você pode ter a capacidade de controlar coisas físicas em um sonho lúcido e lidar com questões emocionais em outros.

12. O sonho lúcido não vai influenciar a sua vida real.

Warner Bros / Via thegiflibrary.tumblr.com

O sonho lúcido é mostrado de forma realmente exagerada em filmes como A Origem e Waking Life, que ofuscam a linha entre a vida no sonho e a vida real. "Você não deve ficar muito atraído pela ideia de colher benefícios dos sonhos lúcidos e acreditar que pode aprender a fazer algo, como praticar um esporte, sem nunca tentar isso na vida real", diz Martinez-Conde.

Da mesma forma, não é um modo de compensar os erros do passado ou tentar reviver situações de forma diferente, a fim de influenciar o futuro. "Algumas pessoas chegam a ter medo de sonhos lúcidos porque pensam que vão ficar presas no sonho ou que se morrerem em um sonho lúcido, vão morrer na vida real", diz Breus. Mas é apenas um sonho normal, no qual você está consciente do fato de que está sonhando.

Publicidade

13. Temas comuns incluem aventuras e sexo. É óbvio.

sergio15ramos.tumblr.com / Via buzzfeed.com

Ei, em que outro momento você poderia sobrevoar o Grand Canyon sem roupa ou sair com uma celebridade? A maioria das pessoas que tem sonhos lúcidos frequentemente não se sente incomodada com isso nem sofre qualquer tipo de problema de sono. Algumas pessoas ainda relatam ter orgasmos dormindo quando têm sonhos lúcidos sobre sexo.

14. Pode ser que você nunca tenha um sonho lúcido na sua vida e isso é completamente normal.

Disney / Via disneyscreencaps.com / buzzfeed.com

Como mencionamos anteriormente, os especialistas concordam ao dizer que o sonho lúcido é provavelmente apenas uma habilidade inata que algumas pessoas têm e outras não. "Se você não consegue ter sonhos lúcidos, não está perdendo nada ou sofrendo de algo por isso", diz Martinez-Conde.

Então, não se sinta frustrado se você tentar ter um sonho lúcido e nada funcionar. Pode ser que isso não aconteça para você e isso é totalmente normal. "Não é anormal ter sonhos lúcidos o tempo todo, e também não é anormal nunca tê-los", explica Breus.

15. E os sonhos lúcidos não trazem nenhum benefício além da diversão e de ter sonhos memoráveis.

Warner Bros / Via maudit.tumblr.com

Até o momento, não foram comprovadas vantagens em ter um sonho lúcido. Claro, ele pode ser legal, misterioso e surpreendente, mas os especialistas alertam contra o fato de ler demais sobre o fenômeno. "Eles podem ser uma parte muito memorável e divertida de sua vida", diz Martinez-Conde, mas não são necessários para você tirar o máximo proveito dos estados de sono ou da sua vida acordado.

  1. Você tem sonhos lúcidos?

    Nunca.
    Já tentei, mas não funcionou.
    Às vezes, mas eles não são muito intensos.
    O tempo inteiro — eu faço as coisas mais malucas nos meus sonhos!
    Eu nem sei se isso aqui é um sonho lúcido ou a vida real SOCORRO!

15 fatos sobre os sonhos lúcidos que farão você questionar a realidade

Take quizzes and chill with the BuzzFeed app.
Get the app
Take quizzes and chill with the BuzzFeed app.
Get the app
Oops, alguma coisa deu errado. Por favor, tente de novo mais tarde
Parece que estamos com um problema no servidor.
Você tem sonhos lúcidos?
  1.  
    voto votos
    Nunca.
  2.  
    voto votos
    Já tentei, mas não funcionou.
  3.  
    voto votos
    Às vezes, mas eles não são muito intensos.
  4.  
    voto votos
    O tempo inteiro — eu faço as coisas mais malucas nos meus sonhos!
  5.  
    voto votos
    Eu nem sei se isso aqui é um sonho lúcido ou a vida real SOCORRO!

Every. Tasty. Video. EVER. The new Tasty app is here!

Dismiss