back to top

15 coisas que seu dentista gostaria que você soubesse

Passe sua língua pelos dentes e sinta esse biofilme gostoso e felpudo de bactérias.

publicado

É fácil se esquecer como nossa boca pode ficar LOUCAMENTE SUJA.

Mesmo se você cuida dos seus dentes, sua boca está constantemente cheia de bactérias tentando comer os seus dentes e causar doenças. O BuzzFeed Life entrou em contato com a representante da Associação Americana Dental (ADA), Dr. Kimberly Harms, D.D.S, uma dentista que exerce sua profissão em Minessota e Ruanda, para saber mais sobre os erros comuns, coisas que os dentistas gostariam que soubéssemos, e as consequências terríveis de não limpar os dentes.
Piotr Sikora / Getty Images / Via thinkstockphotos.com

Mesmo se você cuida dos seus dentes, sua boca está constantemente cheia de bactérias tentando comer os seus dentes e causar doenças. O BuzzFeed Life entrou em contato com a representante da Associação Americana Dental (ADA), Dr. Kimberly Harms, D.D.S, uma dentista que exerce sua profissão em Minessota e Ruanda, para saber mais sobre os erros comuns, coisas que os dentistas gostariam que soubéssemos, e as consequências terríveis de não limpar os dentes.

1. Bom, tem um biofilme super grudento chamado placa que está cobrindo seus dentes de bactérias.

Universal / Via maudit.tumblr.com

"Essa placa bactericida que gruda na parte da frente, de trás, dos lados, entre os dentes e logo abaixo da gengiva," diz Harms. A placa não é muito grossa, então dá pra pensar que seus dentes estão relativamente limpos mesmo quando estiverem cobertos por ela. Mas a placa é a raiz das cáries e outras doenças dentais, então é bom entender que ela se acumula sobre os dentes todos os dias, e é por isso que a escovação é tão importante. "A melhor maneira de lutar contra a placa é escovar os dentes por dois minutos, e passar o fio dental adequadamente duas vezes ao dia," diz Harms.

2. Se sua boca estiver muito seca, as bactérias se proliferam ainda mais rapidamente.

"Muitas pessoas não sabem da importância da saliva para a limpeza dos dentes e combate às cáries," diz Harms. A saliva obviamente ajuda fisicamente a limpar os resíduos de alimentos, mas ela também tem propriedades antibactericidas, neutraliza ácidos que corroem o esmalte e ajuda a reparar e recuperar os dentes. Então se você sofre de boca seca (geralmente causada por certos medicamentos), essa é uma má notícia para os seus dentes.  "Você precisa de proteção ou atenção extra para a limpeza dos seus dentes se você tem a boca seca," diz Harms. Existe no mercado uma variedade de enxaguantes bucais e pastas de dente que aumentam a produção de saliva; mas beber muita água também ajuda.
Nickelodeon / Via youtube.com

"Muitas pessoas não sabem da importância da saliva para a limpeza dos dentes e combate às cáries," diz Harms. A saliva obviamente ajuda fisicamente a limpar os resíduos de alimentos, mas ela também tem propriedades antibactericidas, neutraliza ácidos que corroem o esmalte e ajuda a reparar e recuperar os dentes. Então se você sofre de boca seca (geralmente causada por certos medicamentos), essa é uma má notícia para os seus dentes.

"Você precisa de proteção ou atenção extra para a limpeza dos seus dentes se você tem a boca seca," diz Harms. Existe no mercado uma variedade de enxaguantes bucais e pastas de dente que aumentam a produção de saliva; mas beber muita água também ajuda.

3. A placa também se acumula no seu dente à noite, por isso é muito nojento se esquecer de escovar os dentes e passar o fio dental de manhã.

youtube.com / Via imgur.com

Mesmo não comendo enquanto dorme, e achando que seus dentes estão super limpos de manhã, já que você os escovou antes de ir pra cama, a placa ainda está cobrindo seus dentes durante as horas de sono. Fora o mau hálito matinal.

"Escovar os dentes de manhã é tão importante quanto à noite, especialmente se você respirar pela boca, o que faz a saliva secar," diz Harms. Não importa se é antes ou depois do café da manhã, desde que você remova as bactérias que cresceram durante à noite.

Publicidade

4. A placa só pode ser removida manualmente escovando e passando o fio dental, ou então ela simplesmente vai ficar lá PARA SEMPRE.

A placa cobre todas as superfícies dos dentes, incluindo as que você não pode alcançar com uma escova de dentes. "Se as pessoas entendessem a placa, elas usariam o fio dental duas vezes ao dia — mas elas simplesmente não entendem. Sem o fio dental, a bactéria grudenta da placa vai continuar lá. "Um terço da superfície dos nossos dentes está coberta por outros dentes, então você precisa de limpadores interdentais, como o fio dental, pequenas escovas ou jatos de água para limpar fisicamente a placa," diz Harms. Então, mesmo sendo uma chatice passar um tempo usando o fio dental todos os dias, vai fazer uma grande diferença na sua saúde oral.
Stockbyte / Getty Images / Via thinkstockphotos.com

A placa cobre todas as superfícies dos dentes, incluindo as que você não pode alcançar com uma escova de dentes. "Se as pessoas entendessem a placa, elas usariam o fio dental duas vezes ao dia — mas elas simplesmente não entendem. Sem o fio dental, a bactéria grudenta da placa vai continuar lá. "Um terço da superfície dos nossos dentes está coberta por outros dentes, então você precisa de limpadores interdentais, como o fio dental, pequenas escovas ou jatos de água para limpar fisicamente a placa," diz Harms. Então, mesmo sendo uma chatice passar um tempo usando o fio dental todos os dias, vai fazer uma grande diferença na sua saúde oral.

5. Ao longo do tempo, a placa vai se transformar em uma coisa branca super rígida chamada tártaro que um dentista geralmente precisa retirar.

"Se a placa ficar lá, ao longo do tempo, ela recolhe os minerais da saliva e endurece formando o tártaro," diz Harms. Isso geralmente acontece na parte de dentro dos dentes (na foto acima) porque essa área geralmente é esquecida na escovação e fio dental.Diferentemente da placa normal, diz Harms, você precisa ir ao dentista para remover o tártaro. Usar uma pasta de dentes para o controle do tártaro pode ajudar, mas se ficar muito ruim, você vai precisar de um profissional.
en.wikipedia.org / Wikicommons / Via commons.wikimedia.org

"Se a placa ficar lá, ao longo do tempo, ela recolhe os minerais da saliva e endurece formando o tártaro," diz Harms. Isso geralmente acontece na parte de dentro dos dentes (na foto acima) porque essa área geralmente é esquecida na escovação e fio dental.

Diferentemente da placa normal, diz Harms, você precisa ir ao dentista para remover o tártaro. Usar uma pasta de dentes para o controle do tártaro pode ajudar, mas se ficar muito ruim, você vai precisar de um profissional.

6. E no fim, hábitos ruins de higiene bucal podem se transformar em gengivite, que é muito mais irritante e dolorido.

Lesion / Wikicommons / Via commons.wikimedia.org

A placa também se acumula embaixo das gengivas em volta dos seus dentes, Harms diz, e se não for removida com a escovação, a gengiva fica inflamada, o que chamamos de gengivite, ou doença periodontal (da gengiva). As gengivas inflamadas então se afastam dos dentes, e, se não tratado, as bactérias podem se acumular e causar tártaro, infecções, e até a perda de tecidos e ossos que apoiam seus dentes.

7. Existe uma forma errada de passar o fio dental, e possivelmente é a forma como você faz.

"Passar o fio dental nunca é demais, mas a força que você usa e a maneira como você o faz podem danificar sua gengiva," Harms diz. "Muitas pessoas enfiam o fio dental entre os dentes e empurram pra cima e pra baixo com força." Isso não só é falho pra remover a placa, como também machuca muito aquela pequena parte da gengiva entre os dentes, que pode levar a sangramento, irritação e inchaço.Em vez disso, tente segurar o fio dental em um ângulo tal que ele envolva o dente e remova a placa quando o mover para cima e para baixo. "É como se você fosse deslizar o fio suavemente ao longo dos dois lados de cada dente," É mais fácil de fazer usando um passafio normal, mas também é possível com os do tipo "floss pick".
Che / wikicommons / Via commons.wikimedia.org

"Passar o fio dental nunca é demais, mas a força que você usa e a maneira como você o faz podem danificar sua gengiva," Harms diz. "Muitas pessoas enfiam o fio dental entre os dentes e empurram pra cima e pra baixo com força." Isso não só é falho pra remover a placa, como também machuca muito aquela pequena parte da gengiva entre os dentes, que pode levar a sangramento, irritação e inchaço.

Em vez disso, tente segurar o fio dental em um ângulo tal que ele envolva o dente e remova a placa quando o mover para cima e para baixo. "É como se você fosse deslizar o fio suavemente ao longo dos dois lados de cada dente," É mais fácil de fazer usando um passafio normal, mas também é possível com os do tipo "floss pick".

Publicidade

8. E você não deve de jeito nenhum escovar com muita força, porque pode levar a uma retração gengival.

"Apesar de parecer que você está limpando os dentes melhor, escovar com muita força literalmente desgasta a superfície dos dentes e gengivas," diz Harms. É basicamente como uma lixa. Com o passar nos anos, nossos dentes passam por muitos tipos de desgastes, então você não precisa de mais um com hábitos de escovação ruins que vão acabar expondo as raízes, que são super sensíveis.  Harms sugere usar uma escova macia e fazer movimentos suaves circulares quando estiver escovando próximo da linha da gengiva. Veja aqui algumas escovas de dentes aprovadas pela ADA para começar.
Unknown photographer [Public domain] / National Cancer Institute / Wikimedia Commons / Via commons.wikimedia.org

"Apesar de parecer que você está limpando os dentes melhor, escovar com muita força literalmente desgasta a superfície dos dentes e gengivas," diz Harms. É basicamente como uma lixa. Com o passar nos anos, nossos dentes passam por muitos tipos de desgastes, então você não precisa de mais um com hábitos de escovação ruins que vão acabar expondo as raízes, que são super sensíveis.

Harms sugere usar uma escova macia e fazer movimentos suaves circulares quando estiver escovando próximo da linha da gengiva. Veja aqui algumas escovas de dentes aprovadas pela ADA para começar.

9. Os alimentos doces e com amido alimentam as bactérias que corroem seu esmalte e causam cáries.

Suyash Dwivedi / Wikicommons / Via commons.wikimedia.org

Quando metabolizado, se transforma em ácido que ataca seus dentes, causando cárie e gengivite. Então você está realmente comendo por dois quando abusa daqueles docinhos, ou quando toma Coca-Cola.

Mas não é tão simples: não basta evitar todos os doces — as frutas também podem ser grandes culpadas. E, na verdade, o chocolate meio amargo não é tão ruim, já que contém flavonoides, polifenóis e taninos, que promovem a saúde dental, diz Harms. Coisas que não prejudicam tanto os dentes incluem queijos e derivados do leite, que são facilmente removidos, e vegetais não-ácidos e carne.

10. Quanto mais vezes você comer durante o dia sem escovar os dentes, mais rápido a cárie vai ocorrer.

Paramount Pictures / Via allreactions.tumblr.com

"Não é só o que você come, mas a frequência com que come que influencia na cárie," diz Harms. Cada vez que você come, você cria um ambiente para a bactéria atacar seus dentes, porque elas também se alimentam do resíduo alimentares e produzem ácidos.

Então se você faz lanchinhos o dia todo — ou fica horas tomando aquele café gelado enorme — você mal está dando tempo pros seus dentes descansarem desses pequenos "ataques ácidos", Harms diz. Em vez disso, ela sugere manter uma programação normal de quatro refeições, e terminar bebidas doces ou café dentro de 30 minutos, e depois trocar para água.

11. Um quebradinho no seu dente, por menor que seja, é super vulnerável às cáries.

"Quando o dente lasca, a dentina — um tecido mais macio parecido com um osso que cobre a raiz — fica exposta," diz Harms. Diferentemente do esmalte, que é a defesa natural do nosso dente contra as cáries, a dentina rapidamente será atacada quando a bactéria entrar na parte lascada do dente. "Mesmo se a lasca for muito pequena, por favor, não a ignore — dê um jeito nela imediatamente ou vai ficar dez vezes pior antes mesmo de você se dar conta," diz Harm.
Instagram: @thejasonburns / Via instagram.com

"Quando o dente lasca, a dentina — um tecido mais macio parecido com um osso que cobre a raiz — fica exposta," diz Harms. Diferentemente do esmalte, que é a defesa natural do nosso dente contra as cáries, a dentina rapidamente será atacada quando a bactéria entrar na parte lascada do dente. "Mesmo se a lasca for muito pequena, por favor, não a ignore — dê um jeito nela imediatamente ou vai ficar dez vezes pior antes mesmo de você se dar conta," diz Harm.

Publicidade

12. Se você não tem flúor na água ou na pasta de dente, você corre o risco de ter de 20% a 40% mais cáries.

"Há muitos debates a respeito do flúor, mas pesquisadores provaram que o flúor previne a cárie", diz Harms. A melhor maneira de obter o flúor é ingeri-lo na água, porque ele entra sua corrente sanguínea e trabalha de dentro do dente - "é um preventor de cáries natural", diz Harms.

Ingerir flúor e usar pastas com flúor ou enxaguantes bucais provou reduzir em até 40% as cáries. Os níveis de cáries estão significantemente mais altos em regiões onde falta flúor na água, diz Harms, então o governo na verdade monitora e modifica a quantidade para que seja otimizada, o que é chamado de "fluoretação." É uma parte super importante da boa saúde oral e não deve ser negligenciada, diz Harms.

13. Se você tem filhos, ensine esses hábitos de limpeza o quanto antes, porque as cáries são uma das doenças infantis crônicas mais comuns.

Rusn / Getty Images / Via thinkstockphotos.com

"A cárie é cerca de cinco vezes mais comum em crianças do que a asma," diz Harms. É considerada uma doença infantil crônica porque hábitos ruins de higiene dental quando criança pode levar a sérios problemas com cáries, gengivite, e perda de ossos e tecidos no futuro. "É preciso começar a ter bons hábitos cedo, para não acabar apodrecendo os dentes quando for um adolescente." Não vemos com muita frequência nos países de primeiro mundo, mas isso é porque a higiene dental se tornou uma prioridade da saúde pública no último século. É um problema enorme nos países em desenvolvimento, onde as pessoas têm pouco ou nenhum acesso ao cuidado dental.

14. Uma saúde dental ruim pode afetar a sua saúde como um todo, também.

Cartoon Network / Via spidey08.tumblr.com

Gengivite, cáries e perda de dentes são obviamente condições dolorosas e desconfortáveis, mas perder qualquer função dos seus dentes também torna o ato de comer e usar a boca mais difícil. "Existem pesquisas que relacionam a gengivite a bebês nascidos abaixo do peso, e alguns estudos relacionam que demonstram a conexão entre a gengivite e doenças do coração," diz Harms. No geral, ter uma boca e dentes saudáveis é essencial para ter uma boa saúde em geral.

15. E mesmo que cuide muito bem dos dentes, você ainda precisa visitar seu dentista regularmente.

Nickelodeon / Via rmlgifs.tumblr.com

"Mesmo se você for um escovador e passador de fio dental fabuloso e seus dentes pareçam perfeitos, a maioria de nós não é 'perfeito'", diz Harms. Os dentistas conseguem ver muitas coisas que você não consegue (incluindo a parte interna dos seus dentes com raio-X) e, o que é ainda mais importante, eles podem ajudar você a entender suas próprias necessidades.

"Todas as pessoas são diferentes e precisam de uma rotina de limpeza ou produtos exclusivos dependendo dos seus problemas," diz Harms. Então, tente ser simpático com o seu dentista e não tenha medo de deixar ele mexer na sua boca, porque você deve voltar a cada seis meses.