back to top

Isto é o que sabemos sobre a explosão no metrô de São Petersburgo

Ao menos 9 pessoas foram mortas e outras 20 estão feridas. Uma segunda explosão ainda não foi confirmada.

publicado

Ao menos nove pessoas morreram e dezenas ficaram feridas após uma explosão no metrô de São Petersburgo, na Rússia.

Andrei Kibitov, porta-voz do governo de São Petersburgo, disse a canais russos que há relatos de 10 mortes e ao menos 50 pessoas feridas, segundo a agência de notícias Associated Press.

Mais tarde, no entanto, o Comitê Nacional Anti-Terrorismo da Rússia divulgou uma nota por meio da agência oficial russa dando conta de que nove pessoas morreram e mais de 20 ficaram feridas.

Esses números devem se consolidar nas próximas horas. A explosão ocorreu por volta das 15h desta segunda (4), no horário local, de acordo com diversos relatos da mídia russa. Uma segunda explosão ainda não foi confirmada.

Publicidade

Pouco após a explosão, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, declarou: "Eu gostaria de expressar condolências às famílias das vítimas e dos feridos. Eu acabei de conversar com o chefe do resgate e com o diretor da FSB [agência de inteligência russa]. Eles estão trabalhando e farão todo o possível para descobrir as razões para isto ter ocorrido e como ocorreu."

"Nós não sabemos as causas ainda, é muito cedo para falarmos sobre isso. A investigação mostrará, nós sempre consideramos todas as possibilidades, das mais comuns às criminais, atos de terrorismo. A investigação nos dará respostas."

Путин: Спецслужбы работают, чтобы выявить причины трагедии в метро. Будут приняты все меры для помощи пострадавшим… https://t.co/tx9yuVM8NQ

No momento da explosão, Putin estava em São Petersburgo, sua cidade-natal, para um encontro com o líder da Bielorrússia Alexander Lukashenko.

O porta-voz da Procuradoria-Geral da Rússia, Alexander Kurennoy, afirmou que "a explosão no metrô de São Petersburgo foi um ato de terrorismo", segundo a mídia russa. Segundo ele, o procurador-geral fará uma investigação para "esclarecer todos os aspectos que contribuíram para este ataque terrorista e para garantir que isto não ocorra novamente no futuro".

Veja este vídeo no YouTube

youtube.com

Lyudmila Vinnyk estava no metrô no momento da explosão e falou ao canal de TV Russia 24: "Eu senti cheiro de fumaça, tinha fumaça, todos estavam correndo para a escada rolante em direção à saída. Todos, é claro, muito assustados".

As duas estações que teriam sido alvos, a do Instituto Tecnológico e outra chamada Sennaya Ploshchad, são muito importantes no sistema de São Petersburgo. Ambas são pontos de baldeação movimentados próximos ao centro da cidade, usados por milhares de pessoas diariamente.

Este post será atualizado caso haja novas informações.

Com reportagem de Victor Stepanov em Volgograd (Rússia); Jane Lytvynenko em Toronto (Canadá); Francis Whittaker e Alicia Melville-Smith em Londres (Inglaterra).

Este post foi traduzido do inglês.

Contact BuzzFeed News at maggie.schultz+news@buzzfeed.com.

Got a confidential tip? Submit it here.

Em parceria com