• Quiz badge
  • Poll badge
  • newsbr badge
Updated on 24 de jul de 2019. Posted on 5 de jul de 2019

Você consegue identificar um relacionamento abusivo?

Depois de agir de modo agressivo ou violento, ele promete que nunca mais vai fazer isso?

  1. Ele usa a força física para "acalmar" você?

    Correto! 
    Errado! 

    Se respondeu SIM, pode estar em uma relação abusiva

    A agressão física não se limita a socos, tapas, chutes ou empurrões. Pode ser caracterizada também caso ele segure você com força durante uma discussão, por exemplo, deixando marcas em seus braços.

  2. Ele diz que, se é agressivo ou ameaçador, é sua culpa?

    Correto! 
    Errado! 

    Se respondeu SIM, pode estar em uma relação abusiva

    Ele é o único responsável pelos próprios atos dele. Nenhum comportamento dele foi causado por você. "Você estava pedindo" ou "Você me tirou do sério" são tentativas de culpar você por ações e atitudes que são responsabilidade exclusiva DELE.

  3. Você faz coisas que não gostaria de fazer por medo de como ele pode reagir?

    Correto! 
    Errado! 

    Se respondeu SIM, pode estar em uma relação abusiva

    Isso vale inclusive para o sexo, se ele insiste em transar quando você não está a fim. "Ele faz você se sentir culpada ou na obrigação de satisfazê-lo", disse a jurista Marina Ganzarolli. "E pode acontecer o estupro mesmo, como o sexo anal forçado durante o sexo, por exemplo."

  4. Ele diz que ninguém além dele vai amar ou querer você?

    Correto! 
    Errado! 

    Se respondeu SIM, pode estar em uma relação abusiva

    A jurista Marina Ganzarolli diz que essas falas são típicas da violência psicológica, que pode ser feita a partir da chantagem, da ameaça e do controle. Outros exemplos são frases como "Se você fizer isso quer dizer que não me ama" e "Se você não fizer isso eu vou embora".

  5. Ele impede você de falar com outras pessoas ou reclama se você faz isso?

    Correto! 
    Errado! 

    Se respondeu SIM, pode estar em uma relação abusiva

    O isolamento afasta você da família ou de amigos que possam ajudá-la a perceber que está em relacionamento abusivo — e a sair dele.

  6. Quando você tem opiniões diferentes das dele, ele diz coisas como "você é louca", "é coisa da sua cabeça" ou "você está fazendo drama à toa"?

    Correto! 
    Errado! 

    Se respondeu SIM, pode estar em uma relação abusiva

    Isso se chama gaslighting e é o tipo de abuso emocional no qual o parceiro faz com que você comece a questionar sua própria compreensão da realidade.

  7. Ele fala que em briga de homem e mulher outras pessoas não devem se meter?

    Correto! 
    Errado! 

    Se respondeu SIM, pode estar em uma relação abusiva

    A jurista Marina Ganzarolli diz que a maioria dos casos de violência contra a mulher no Brasil são praticados por atuais ou ex-companheiros. "Não se trata de um problema doméstico, individual, mas sim de saúde pública, de educação. Tudo o que esta mulher está passando a vizinha está passando, a mulher da rua de baixo está passando, a mulher de outro bairro está passando."

  8. Ele não agride você, mas desconta a agressividade batendo em mesas, portas e outros objetos?

    Correto! 
    Errado! 

    Se respondeu SIM, pode estar em uma relação abusiva

    Mesmo sem agredir você diretamente, esse comportamento é, sim, uma forma de ameaça, de demonstrar a força dele e de dizer que você pode ser o próximo alvo.

  9. Ele costuma gritar com você?

    Correto! 
    Errado! 

    Se respondeu SIM, pode estar em uma relação abusiva

    A violência não é só física, segundo a juíza Teresa Cristina Cabral e a jurista Marina Ganzarolli. É muito comum que haja um aumento progressivo da violência, dizem elas. O que começa com um grito pode, sim, se tornar um tapa no futuro.

  10. Depois de agir de modo agressivo ou violento, ele promete que não vai mais fazer isso?

    Correto! 
    Errado! 

    Se respondeu SIM, pode estar em uma relação abusiva

    A jurista Marina Ganzarolli explica que, no ciclo da violência, após o momento da explosão (a briga, a agressão, a violência), vem em seguida o fase conhecida como "lua de mel". É quando ele se mostra arrependido, reconhece que errou, promete que vai mudar, fala o quanto ama você. Costuma ser nessa hora que a mulher desiste de denunciar o abusador.


Tatiana Farah é Repórter do BuzzFeed e trabalha em São Paulo. Entre em contato com ela pelo email tatiana.farah@buzzfeed.com.

Contact Tatiana Farah at Tatiana.Farah@buzzfeed.com.

Got a confidential tip? Submit it here

Utilizamos cookies, próprios e de terceiros, que o reconhecem e identificam como um usuário único, para garantir a melhor experiência de navegação, personalizar conteúdo e anúncios, e melhorar o desempenho do nosso site e serviços. Esses Cookies nos permitem coletar alguns dados pessoais sobre você, como sua ID exclusiva atribuída ao seu dispositivo, endereço de IP, tipo de dispositivo e navegador, conteúdos visualizados ou outras ações realizadas usando nossos serviços, país e idioma selecionados, entre outros. Para saber mais sobre nossa política de cookies, acesse link.

Caso não concorde com o uso cookies dessa forma, você deverá ajustar as configurações de seu navegador ou deixar de acessar o nosso site e serviços. Ao continuar com a navegação em nosso site, você aceita o uso de cookies.