Em entrevistas ao BuzzFeed Brasil, a briga de Caiado e Lindbergh ficou ainda pior

    Veja os vídeos em que senador do DEM volta a insinuar uso de drogas e petista diz que o adversário foi bancado pelo jogo do bicho.

    A baixaria entre os senadores Ronaldo Caiado (DEM-GO) e Lindbergh Farias (PT-RJ) no primeiro dia do julgamento do impeachment de Dilma Rousseff teve um novo round.

    Em entrevista ao BuzzFeed Brasil, Caiado disse que Lindbergh assaltou a Prefeitura de Nova Iguaçu, que já administrou, e a Petrobras por ter sido citado na Operação Lava Jato.

    O senador disse que ainda não sabe se vai representar contra Lindbergh no Conselho de Ética do Senado ou no Departamento Nacional de Combate ao Narcotráfico –uma nova referência sobre o suposto uso de drogas pelo adversário. Na sessão do Senado, Caiado já havia dito: “Você tem que fazer antidoping. Fica cheirando aqui, não!”

    Veja a entrevista ao BuzzFeed Brasil:

    Agora em Brasília: Ronaldo Caiado fala sobre a briga com Lindbergh

    Já Lindbergh voltou a invocar as a ligação de Caiado com o bicheiro Carlinhos Cachoeira, que teria financiado campanhas do senador de Goiás. Lindbergh chamou Caiado de corrupto e disse que ele já foi acusado de explorar trabalho escravo em suas fazendas.

    Veja a entrevista ao BuzzFeed Brasil:

    Agora em Brasília: Lindbergh fala do "arranca rabo" com Caiado.

    BuzzFeed Daily

    Keep up with the latest daily buzz with the BuzzFeed Daily newsletter!

    Newsletter signup form

    Utilizamos cookies, próprios e de terceiros, que o reconhecem e identificam como um usuário único, para garantir a melhor experiência de navegação, personalizar conteúdo e anúncios, e melhorar o desempenho do nosso site e serviços. Esses Cookies nos permitem coletar alguns dados pessoais sobre você, como sua ID exclusiva atribuída ao seu dispositivo, endereço de IP, tipo de dispositivo e navegador, conteúdos visualizados ou outras ações realizadas usando nossos serviços, país e idioma selecionados, entre outros. Para saber mais sobre nossa política de cookies, acesse link.

    Caso não concorde com o uso cookies dessa forma, você deverá ajustar as configurações de seu navegador ou deixar de acessar o nosso site e serviços. Ao continuar com a navegação em nosso site, você aceita o uso de cookies.