A propaganda do Neymar pedindo desculpas irritou muita gente mas está todo mundo falando disso

    No texto do comercial ele faz uma espécie de desabafo justificando suas atuações dentro e fora de campo.

    Na noite de domingo (29) o público brasileiro foi surpreendido for um comercial que mais parecia um Arquivo Confidencial do Neymar.

    Eu caí. Mas só quem cai, pode se levantar. Você pode continuar jogando pedra. Ou pode jogar essas pedras fora e me ajudar a ficar de pé. Porque quando eu fico de pé, parça, o Brasil inteiro levanta comigo. #umnovohomemtododia Assista o vídeo na íntegra: https://t.co/GKvLfqOIbB https://t.co/3EFBx68zL8

    Algumas das frases mais comentadas foram: "você pode achar que eu exagero, e às vezes, eu exagero mesmo", "quando eu pareço malcriado, não é porque eu sou um moleque mimado, mas porque eu ainda não aprendi a me frustrar" (na verdade não saber lidar com frustrações é uma caraterística da pessoa mimada).

    A repercussão nas redes sociais foi imediata: de uma hora pra outra todo mundo estava falando do Neymar. De novo.

    Corrigindo o vídeo do Neymar: - você não caiu, se jogou - você não é um menino, tem 26 anos - todo mundo passa dificuldades. Cada um com seus problemas - "parça" é o caralho

    Não só no Brasil: a imprensa e o Twitter gringos falaram do comercial e #Neymar voltou a estar nos trending topics mundiais.

    O impacto foi real.

    "Eu caí. Mas só quem cai pode se levantar"

    Se o objetivo da propaganda era dar o que falar, ela foi bem sucedida.

    O cara ganhou um comercial de 1m30 no horário mais caro da televisão pra se defender que não é mimado se isso não é a coisa mais mimada da história eu não sei o que é

    Ou seja, podem ter falado mal ou bem (ainda que poucos) mas ninguém ficou indiferente.

    Neymar e Anitta são os brasileiros mais criticados e odiados simplesmente porque são os brasileiros de mais sucesso atualmente. Aquele que critica não é capaz de superar nenhum dos dois, portanto ofensa de hater não tem a menor credibilidade! https://t.co/LRIiJBQ8RV

    Até porque o material para memes era farto e de qualidade.

    neymar: porque quando eu fico de pé, parça, o Brasil inteiro levanta comigo. brasil inteiro:

    E o texto, uma mina de ouro para ironias.

    "Você pode continuar jogando pedra, ou..." Twitter:

    Foi lembrado que há sete anos, quando o Neymar realmente era um moleque, já tinha participado de um comercial com conteúdo bem parecido.

    Eu só vou deixar aqui um comercial de quase sete anos atrás do Neymar. Falando sobre os mesmos erros. Dando as mesmas desculpas. SETE anos atrás. https://t.co/JZKxbr7fXn

    Deu até para fazer um mash-up com outros memes do final de semana.

    Diretor de marketing: "Vamos botar o Neymar pra falar. O público vai acreditar nele.// Público...

    Teve quem gostou, opa, pera.

    sinceramente? tá aí eu curti sim o comercial do neymar

    Realmente, parece que nada que o Neymar faça, ou não faça, está bom pra galera.

    neymar fica calado: é criticado neymar fala: é criticado eu sinceramente não entendo as pessoas

    Estaria o público exagerando mais do que o próprio Neymar?

    o único comercial da gilette pro neymar aceitável seria ele rolando até o barbeiro

    E pensar que no mesmo dia ele tinha chamado a atenção positivamente por causa do parabéns que mandou pro aniversário da Bruna.

    Veja também:

    Você já tem o app do BuzzFeed Brasil no seu celular? Baixe gratuitamente no Android e no iOS para ver todos os nossos testes, vídeos, notícias e muito buzz.

    BuzzFeed Daily

    Keep up with the latest daily buzz with the BuzzFeed Daily newsletter!

    Newsletter signup form

    Utilizamos cookies, próprios e de terceiros, que o reconhecem e identificam como um usuário único, para garantir a melhor experiência de navegação, personalizar conteúdo e anúncios, e melhorar o desempenho do nosso site e serviços. Esses Cookies nos permitem coletar alguns dados pessoais sobre você, como sua ID exclusiva atribuída ao seu dispositivo, endereço de IP, tipo de dispositivo e navegador, conteúdos visualizados ou outras ações realizadas usando nossos serviços, país e idioma selecionados, entre outros. Para saber mais sobre nossa política de cookies, acesse link.

    Caso não concorde com o uso cookies dessa forma, você deverá ajustar as configurações de seu navegador ou deixar de acessar o nosso site e serviços. Ao continuar com a navegação em nosso site, você aceita o uso de cookies.