Posted on 4 de out de 2017

    17 provas de que o funk é grande o suficiente para dominar o mundo

    Se você não gosta, é melhor ir se acostumando.

    1. Não há dúvidas de que o funk dominou o país. Para você ter ideia, Kondzilla é o canal com mais visualizações no Youtube Brasil.

    Reprodução / Top 10+ / Via top10mais.org

    O canal contabilizava 9.594,132,335 visualizações até a publicação deste post.

    2. O funk não é grande apenas em quantidade, mas em qualidade também. Prova disso é que o ritmo cada vez mais tem conquistado fãs como Caetano Veloso.

    3. E ao que parece, o gênero musical também já dominou o mundo. Hoje mesmo a cantora Madonna publicou em seu Instagram um vídeo das filhas cantando MC Kevinho.

    4. A lista de músicos gringos que caíram nas graças do funk é grande. Em turnê pelo Brasil neste ano, Ed Sheeran deu uma sarrada no ar.

    5. Jack Ü, formado pela dupla DJs Skrillex e Diplo, convidou o MC Bin Laden para cantar "Tá tranquilo, tá favorável" no palco do Lollapaloza em 2016.

    Veja este vídeo no YouTube

    youtube.com

    Antes da participação do MC, a dupla já tinha tocado um trecho da música "Baile de Favela", do MC João. E tem mais: em 2015, o Major Lazer, outro projeto do Diplo, tocou a música "Bololo", do MC Bin Laden, no Lolla.

    6. No mesmo ano, "Baile de Favela" virou febre dentro e fora do Brasil. O sucesso foi tão grande que o rapper norte-americano Maejor fez um remix da música.

    Veja este vídeo no YouTube

    youtube.com

    "Eu sou o Maejor. Baile de Favela. Eu amo o Brasil. É o meu favorito."

    7. Em 2014, Flea, baixista do Red Hot Chilli Pepers, publicou em seu Instagram um vídeo em que ele toca "Plaquê de 100", do MC Guimê.

    Veja este vídeo no YouTube

    youtube.com

    Além disso, Flea compartilhou no Twitter uma matéria do Los Angeles Times sobre funk ostentação e disse gostar do MC Guimê. Os fãs da banda não curtiram muito e o baixista recebeu uma enxurrada de críticas.

    8. Já Beyoncé provou em 2013 por que está à frente do seu tempo e é a atual rainha do pop. Em seu show no Rock in Rio, a cantora dançou "Lelek lek lek".

    Veja este vídeo no YouTube

    youtube.com

    Talvez a febre de gringos tocarem e dançarem funk tenha começado aí.

    9. Os gringos não ficam apenas na apreciação, muitos já reconheceram o valor do ritmo e têm incluído batidas de funk em suas músicas. Um exemplo é a Mapei com a música "Don't Wait".

    w.soundcloud.com

    A cantora sueca mescla batidas de funk com R&B em "Don't Wait", que lembra o Funk Melody, só que muito mais arrastado.

    10. A relação de amor de Diplo com o funk começou em 2004, quando ele produziu "Buck Done Gun", da cantora M.I.A., e incluiu na música os samples da track "Injeção", da Deize Tigrona.

    Veja este vídeo no YouTube

    youtube.com

    Tudo teve início quando ele tocou no Brasil naquele ano e, ao buscar referências no funk carioca, conheceu o DJ Marlboro, que o apresentou ao trabalho da MC. A música da M.I.A. ficou bem parecida com a original e fez bastante sucesso.

    11. No ano seguinte, M.I.A. provou o quão visionária é e sentenciou que o funk era "grande o bastante para dominar o mundo".

    12. E ela não estava errada, o funk já dominou o futebol e jogadores como Cristiano Ronaldo já postaram vídeos cantando e dançando o ritmo.

    13. O francês Paul Pogba, jogador do Manchester United (Inglaterra), publicou um vídeo em que ele mostra toda a sua malemolência dançando "Bum bum tam tam", do MC Fioti.

    Ele também já publicou um vídeo em que aparece curtindo "Baile de Favela", do MC João.

    14. Outro que ama dançar funk é o franco-senegalês Patrice Evra, que joga no Olympique de Marseille. Neste vídeo, ele dança "Tumbalatum", do MC Kevinho.

    15. Outras celebridades também são adeptas do ritmo musical. Kourtney Kardashian publicou um vídeo do seu maquiador dançando "Bum bum tam tam".

    16. E Will Smith e Kanye West vieram ao Brasil no Carnaval de 2013 e visitaram o estúdio do DJ Batutinha, amigo de Naldo.

    Reprodução / Youtube / Via youtube.com

    Eles ainda saíram de lá com um pen drive cheio de funks que poderiam bombar naquele ano.

    17. Com tudo isso, podemos concluir que o mundo todo já reconheceu o valor do funk. E se você não gosta muito do ritmo, é melhor ir se acostumando. Afinal, nunca se sabe quando um DJ gringo (ou a Björk) vai tocar MC Brinquedo numa balada.

    Veja este vídeo no YouTube

    youtube.com

    Veja também: