• Viral badge

17 fatos sobre as unhas do pé que farão você dizer "oooh" e "eeeca"

Aviso: gifs nojentos ilustram este post.

O BuzzFeed entrou em contato com o Instituto de Saúde Preventiva do Pé (IPFH), nos EUA, e perguntou ao diretor-executivo da organização, Robert Thompson, e ao diretor de pesquisa Rick Mende sobre esse assunto fascinante.

1. As unhas do pé são basicamente garras humanas.

Alguns mamíferos têm cascos e garras, nós temos unhas do pé. Acredita-se que, quando nossos pés eram usados para além de apenas atividades relacionadas à mobilidade, nossas unhas nos ajudavam a pegar coisas (da mesma forma que nossas unhas da mão ainda fazem hoje).

2. Alguns pesquisadores acreditam que as unhas dos pés nos ajudam no equilíbrio.

3. Fungos e bactérias se escondem no espacinho entre as unhas do pé e a pele abaixo delas.

Existem 125 mil glândulas sudoríparas em cada pé, o que significa que, quando colocamos sapatos fechados, estamos basicamente prendendo nossos pés em um lugar muito úmido e quente. Isso o torna um terreno fértil para fungos e bactérias. Além de provocar chulé, isso pode causar infecções.

4. Outras porcarias – como células mortas de pele, sujeira, detritos e qualquer creme que você utiliza – também acabam lá.

5. Você pode pensar que suas unhas do pé são super limpas, mas não são (desculpa!).

6. As unhas do pé são feitas do mesmo tecido morto que as da mão, mas são de duas a três vezes mais grossas.

Nickelodeon

As unhas dos pés são bem grossas devido à fricção e aos fungos.

7. Já teve aquela incômoda pelinha no dedo? Elas são essencialmente pedaços da cutícula da unha que ressecam e depois se separam da pele.

8. E aí existe a maldição da unha encravada.

9. Você PODE dar um jeito nisso, no entanto.

10. Onicomicose é a infecção fúngica mais comum. Quanto mais velho você fica, mais alta sua probabilidade de tê-la.

11. Além disso, os homens são mais propensos a ter infecções fúngicas nas unhas.

NBC

Existem outros fatores de risco, é claro. Para citar alguns: uso de sapatos e meias apertados demais, andar descalço em locais úmidos (como piscinas e academias), diabetes e estar com o imunidade fraca.

12. A razão mais comum para a queda de uma unha é uma infecção fúngica.

tenor.co

Essas infecções são causadas por fungos que se alimentam da queratina encontrada na pele e nas unhas.

13. A segunda razão mais comum para a queda de uma unha é um ferimento.

14. Quando a unha aparecer, ela vai demorar de 3 a 6 meses para crescer por inteiro.

15. Existe uma condição chamada Síndrome da Unha Amarela

A causa dela é desconhecida, mas parece existir uma predisposição genética. As pessoas com sistemas linfáticos fracos (como bronquite, sinusite, artrite reumatoide e câncer) têm mais disposição de desenvolver essa síndrome.

16. Às vezes, as unhas do pé ficam pretas.

17. E, por último, esmalte PODE descolorir sua unha do pé.

theodysseyonline.com

Tecnicamente não há problema em cobrir suas unhas com esmalte. Como a unha está "morta", ela não precisa respirar. No entanto, a unha absorve umidade, então pode absorver alguns dos químicos usados no esmalte. Isso pode fazer com que a unha resseque e fazer com que ela fique manchada (geralmente em tom de amarelo ou azul) se o esmalte ficar por tempo demais. Uma outra forma de prevenir a descoloração é usar uma camada de base nas unhas para selá-las antes de aplicar o esmalte.

Este post foi traduzido do inglês.

BuzzFeed Daily

Keep up with the latest daily buzz with the BuzzFeed Daily newsletter!

Newsletter signup form

Utilizamos cookies, próprios e de terceiros, que o reconhecem e identificam como um usuário único, para garantir a melhor experiência de navegação, personalizar conteúdo e anúncios, e melhorar o desempenho do nosso site e serviços. Esses Cookies nos permitem coletar alguns dados pessoais sobre você, como sua ID exclusiva atribuída ao seu dispositivo, endereço de IP, tipo de dispositivo e navegador, conteúdos visualizados ou outras ações realizadas usando nossos serviços, país e idioma selecionados, entre outros. Para saber mais sobre nossa política de cookies, acesse link.

Caso não concorde com o uso cookies dessa forma, você deverá ajustar as configurações de seu navegador ou deixar de acessar o nosso site e serviços. Ao continuar com a navegação em nosso site, você aceita o uso de cookies.