Updated on 2 de jun de 2020. Posted on 2 de jun de 2020

    24 livros escritos por pessoas negras para você ler agora

    Diversos títulos incríveis que vão de biografias a livros infantis e trilogias fantásticas, de autores e autoras negras do Brasil e do mundo.

    Esperamos que você goste dos produtos que recomendamos! O BuzzFeed pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página. Os preços informados e a quantidade disponível condizem com os do momento da publicação deste post.

    1. "Vozes Negras", de Amanda Condasi, Flor, Priscila Isa Souza, Maria Ferreira e Pétala Souza. –a partir de R$ 0,00 com Kindle Unlimited

    Amazon / Via amazon.com.br

    ""Vozes Negras" é um livro que se faz resistência. Um grito de liberdade de mulheres duplamente silenciadas (pelo gênero e pela cor) que reivindicam seu protagonismo e ampliam suas vozes pela escrita. Através de ilustrações da Limão e quatro histórias de ficção, as autoras Amanda Condasi, Flor, Priscila, Isa Souza, Maria Ferreira e Pétala Souza narram a trajetória de personagens em busca de seus sonhos e de se verem representadas."

    2. "Um Defeito de Cor", de Ana Maria Gonçalves. –R$ 71,90

    Amazon / Via amazon.com.br

    "Fascinante história de uma africana idosa, cega e à beira da morte, que viaja da África para o Brasil em busca do filho perdido há décadas. Ao longo da travessia, ela vai contando sua vida, marcada por mortes, estupros, violência e escravidão. Inserido em um contexto histórico importante na formação do povo brasileiro e narrado de uma maneira original e pungente, na qual os fatos históricos estão imersos no cotidiano e na vida dos personagens. "Um Defeito de Cor", de Ana Maria Gonçalves, é um belo romance histórico, de leitura voraz, que prende a atenção do leitor da primeira à última página."

    3. "A Liberdade é uma Luta Constante", de Angela Davis. –a partir de R$ 20,61

    Amazon / Via amazon.com.br

    "O novo livro da ativista política Angela Davis reúne uma ampla seleção de seus artigos, discursos e entrevistas recentes realizados em diferentes países entre 2013 e 2015, organizados pelo militante dos direitos humanos Frank Barat. Os textos trazem reflexões sobre como as lutas históricas do movimento negro e do feminismo negro nos Estados Unidos e a luta contra o apartheid na África do Sul se relacionam com os movimentos atuais pelo abolicionismo prisional e com a luta anticolonial na Palestina.

    Além de sua reconhecida atuação política no combate ao racismo, Davis denuncia também o sexismo, demonstrando de forma muito objetiva a relação entre a violência contra a mulher e a violência do Estado. Diante das injustiças globais, Angela Davis inspira o leitor a imaginar e construir um movimento de libertação de todos os seres humanos."

    4. "Em Queda Livre", de Arthur Araujo. –a partir de R$ 0,00 com Kindle Unlimited

    Amazon / Via amazon.com.br

    "Após ter uma noite péssima, Lucas conhece Rodrigo, um garoto misterioso que diz se um anjo passando seu último dia na terra."

    5. "Olhos D'Água", de Conceição Evaristo. –a partir de R$ 16,11

    Amazon / Via amazon.com.br

    "Sem sentimentalismos, mas sempre incorporando a tessitura poética à ficção, os contos deste livro de Conceição Evaristo apresentam uma significativa galeria de mulheres: Ana Davenga, a mendiga Duzu-Querença, Natalina, Luamanda, Cida, a menina Zaíta. Ou serão todas a mesma mulher, captada e recriada no caleidoscópio da literatura em variados instantâneos da vida? Elas diferem em idade e em conjunturas de experiências, mas compartilham da mesma vida de ferro, equilibrando-se na “frágil vara” que, lemos no conto “O Cooper de Cida”, é a “corda bamba do tempo”. Em "Olhos D’Água" estão presentes mães, muitas mães. E também filhas, avós, amantes, homens e mulheres – todos evocados em seus vínculos e dilemas sociais, sexuais, existenciais, numa pluralidade e vulnerabilidade que constituem a humana condição. Sem quaisquer idealizações, são aqui recriadas com firmeza e talento as duras condições enfrentadas pela comunidade afro-brasileira."

    6. "Amoras", de Emicida. –a partir de R$ 19,90

    Amazon / Via amazon.com.br

    "Na música “Amoras”, Emicida canta:


    “Que a doçura das frutinhas sabor acalanto
    Fez a criança sozinha alcançar a conclusão
    Papai que bom, porque eu sou pretinha também”

    E é a partir desse rap que um dos artistas brasileiros mais influentes da atualidade cria seu primeiro livro infantil e mostra, através de seu texto e das ilustrações de Aldo Fabrini, a importância de nos reconhecermos no mundo e nos orgulharmos de quem somos — desde criança e para sempre."

    7. "Memórias da Plantação: Episódios de racismo cotidiano", de Grada Kilomba. –a partir de R$ 31,41

    Amazon / Via amazon.com.br

    ""Memórias da Plantação" é uma compilação de episódios cotidianos de racismo, escritos sob a forma de pequenas histórias psicanalíticas. Das políticas de espaço e exclusão às políticas do corpo e do cabelo, passando pelos insultos raciais, Grada Kilomba desmonta, de modo incisivo, a normalidade do racismo, expondo a violência e o trauma de se ser colocada/o como Outra/o.

    Publicado originalmente em inglês, em 2008, "Memórias da Plantação" tornou-se uma importante contribuição para o discurso acadêmico internacional. Obra interdisciplinar, que combina teoria pós-colonial, estudos da branquitude, psicanálise, estudos de gênero, feminismo negro e narrativa poética, esta é uma reflexão essencial e inovadora para as práticas descoloniais."

    8. "Contra Tempo", de Henri B. Neto. –a partir de R$ 0,00 com Kindle Unlimited

    Amazon / Via amazon.com.br

    "“Você já teve aquela sensação de que um determinado momento de sua vida já aconteceu? Pois é, acho que passei por isto... E foi simplesmente bizarro. Não sei se foi um alinhamento dos planetas, ou se algum anjo disse amém. Mas, o que quer que tenha acontecido, acho que sofri o maior caso de Déjà Vu da história da humanidade.”

    Nicolas Guerra nunca foi de se preocupar muito com as coisas que lhe aconteciam. Todos ao seu redor chamavam isto de imprudência. Ele chamava de não ser neurótico. Entretanto, ao perceber que os seus sentimentos por Eduardo Müller podem não ser os mesmos que nutre por seus outros colegas da República de estudantes onde vive, o rapaz vai se dar conta de que – mesmo contra o seu desejo de evitar problemas - sua vida não está seguindo a trilha considerada “mais fácil”. E, entre os dilemas de ter que lidar com a confusão em sua cabeça e os ataques de um desafeto preconceituoso, Nico vai precisar enfrentar um obstáculo maior do que esperava em seu caminho para ser ele mesmo: o próprio Tempo.

    “Contra Tempo” é uma divertida história sobre lapso-temporal, amizades fiéis, auto aceitação e (obviamente) romance."

    9. "O Fim em Doses Homeopáticas - Textos Cruéis Demais", de Igor Pires. –a partir de R$ 23,90

    Amazon / Via amazon.com.br

    "Após o sucesso absoluto dos dois volumes de Textos cruéis demais para serem lidos rapidamente (compre aqui o primeiro e o segundo livro), Igor Pires retorna em mais uma coletânea inédita de textos poéticos, desta vez sobre as características das complexas fases que percorrem os relacionamentos. Dividido em quatro partes, o livro explora de modo sensível o inevitável fim, e conta ainda com as belas ilustrações de Anália Moraes (Casa Dobra)."

    10. "Opus", de J.P Schwenck. –a partir de R$ 0,00 com Kindle Unlimited

    Amazon / Via amazon.com.br

    "Arthur F. tem 18 anos e, como todos os jovens da sua idade, ele está imerso em suas dúvidas, em seu universo adolescente, seus problemas, dúvidas, descobertas e incompatibilidades sociais. Imerso nesse conjunto de coisas, ele escreve pra desabafar. Põe no papel tudo aquilo que está preso dentro de si. Esse livro é uma coletânea de sua vida, alguns dos seus escritos e sua visão de mundo."

    11. "Fantasma: Ele corre para salvar a própria vida...", de Jason Reynolds. –a partir de R$ 16,74

    Amazon / Via amazon.com.br

    "Correr é algo que Fantasma sempre soube fazer, mas nunca levou muito a sério. Afinal, seu maior sonho era ser jogador de basquete e, quem sabe, entrar para o livro dos recordes. Até que, certo dia, ele disputa uma corrida contra um dos melhores atletas de uma equipe que está treinando na pista de atletismo do parque. E vence. O técnico percebe que aquele garoto tem talento de sobra e quer que o menino entre para sua equipe de qualquer jeito. O problema é que Fantasma também tem muita raiva e um passado que tenta desesperadamente deixar para trás. Um passado que exerce sobre ele uma força destrutiva que pode impedi-lo de dominar seu dom e achar seu verdadeiro lugar no mundo.

    Finalista do National Book Award de 2016 na categoria de literatura jovem, "Fantasma" é o primeiro volume de uma série sobre um grupo de corredores com vidas e personalidades muito diferentes que encontram no esporte sua grande chance de vencer, mas que antes precisarão provar muita coisa não só aos outros, como também a si mesmos."

    12. "Rani e o Sino da Divisão", de Jim Anotsu. –a partir de R$ 18,90

    Amazon / Via amazon.com.br

    "Rani é uma garota que divide sua vida entre estudar, tocar guitarra numa banda com sua melhor amiga, reverenciar um tecladista finlandês e assistir a seriados. Sua rotina se torna ainda mais insólita quando conhece Pietro, um garoto de tênis fluorescentes que faz uma revelação: ela é uma xamã urbana, responsável pela paz sobrenatural e mediadora entre os vivos e mortos.

    Esse é o primeiro passo da garota no estranho mundo dos Animais de Festa, uma facção de seres sobrenaturais que se preocupa bem mais com a diversão e sabores de sorvete do que com problemas de verdade. É justamente esse grupo de perdedores mágicos que fica responsável por ajudar a garota contra um antigo e misterioso adversário. Misturando humor, referências à cultura pop e aventura, "Rani e o Sino da Divisão" vai te prender até a última página."

    13. "Entre 3 Mundos", de Lavínia Rocha. –R$ 29,60

    Amazon / Via amazon.com.br

    "Há algumas décadas, o Brasil vivia intensos conflitos entre pessoas normais e pessoas com dons extraordinários. Visando a paz no país, as autoridades o dividiram em dois territórios – o do Norte e o do Sul – e assinaram um contrato proibindo a migração de uma região para a outra.

    Alisa é de uma família do Norte, mas foi identificada como pertencente ao Sul e precisa esconder a verdade de ambos os mundos. Além de quebrar o contrato toda semana para visitar seus pais, Alisa enfrenta problemas comuns da adolescência: acha seu próprio nome bizarro, gosta do cara errado e é a única pessoa que não percebe o quanto seu melhor amigo é apaixonado por ela.

    A vida de Lisa (como prefere ser chamada) se transforma completamente com um grande acontecimento no colégio e, agora, ela se vê diante de um desafio envolvido pela descoberta do amor e da sua verdadeira identidade. Este é o primeiro livro de uma trilogia, que também conta com os volumes "Entre 3 Segredos" e "Entre 3 Razões"."

    14. "Gaia: Bruxas de Salém", de Leticia Rosa. –a partir de R$ 11,61

    Amazon / Via amazon.com.br

    "Gaia é uma jovem que tenta conciliar suas responsabilidades na comunidade com a vida de uma estudante comum de medicina. Fiel às suas raízes, ela sonha em fazer muito mais do que relembrar as histórias de suas antepassadas, que foram perseguidas durante a Idade Média. O que ela nunca poderia imaginar é que seria protagonista de mais um cenário de conflitos. A vida muda significativamente quando é agraciada com seus poderes, tornando-se capaz de dominar os quatro elementos da natureza.

    A jovem bruxa descobriu logo cedo o mundo que enfrentaria. Seus poderes lhe davam a força necessária para enfrentar os desafios, já que em sua época, as mulheres são livres para fazerem suas escolhas. Entretanto, sua segurança é ameaçada quando uma magia antiga volta a colocar em risco essa liberdade, e ela se vê obrigada a lutar contra o ódio que domina a humanidade."

    15. "Sulwe", de Lupita Nyong'o. –a partir de R$ 9,90

    Amazon / Via amazon.com.br

    "Sulwe tem a pele da cor da meia-noite. Ela é mais escura que todos de sua família. Ela é mais escura que todos de sua escola. A Sulwe só queria ser bonita e cheia de luz como sua mãe e sua irmã. Quando ela menos esperava, uma jornada mágica no céu da noite abriu seus olhos e fez com que tudo mudasse."

    16. "O Céu Não é Azul", de Mayse Cosmo. –a partir de R$ 0,00 com Kindle Unlimited

    Amazon / Via amazon.com.br

    "Esse "mini livro" é composto por alguns contos que escrevi desde que decidi me aventurar como escritora. Eles contam uma história de amor que não teve exatamente um final feliz. É um livro sobre amor, dúvidas, raiva, dor e mais uma enxurrada de sentimentos que a gente sente quando temos que deixar um amor partir."

    17. "A Quinta Estação", de N. K. Jemisin. –a partir de R$ 38,40

    Amazon / Via amazon.com.br

    "Livro vencedor do Hugo Awards, considerado pelo The New York Times como "um dos 100 livros mais notáveis do ano". Primeiro volume da trilogia "A Terra Partida", uma conquista triunfante na literatura de fantasia, composta pelos livros "A Quinta Estação", "O Portão do Obelisco", e "O Céu de Pedra".

    É assim que o mundo termina. Pela última vez. Três coisas terríveis acontecem em um único dia: Essun volta para casa e descobre que seu marido assassinou brutalmente o próprio filho e sequestrou sua filha. Sanze, o poderoso império cujas inovações têm sido o fundamento da civilização por mais de mil anos, colapsa frente à destruição de sua maior cidade pelas mãos de um homem louco e vingativo. E, no coração do único continente, uma grande fenda vermelha foi aberta e expele cinzas capazes de escurecer o céu e apagar o sol por anos. Ou séculos. Mas esta é a Quietude, lugar há muito acostumado à catástrofe, onde os orogenes - aqueles que empunham o poder da terra como uma arma - são mais temidos do que a longa e fria noite. E onde não há compaixão."

    18. "Cartas da Prisão de Nelson Mandela", de Nelson Mandela. –a partir de R$ 58,60

    Amazon / Via amazon.com.br

    ""Cartas da Prisão de Nelson Mandela" é uma obra histórica: a primeira – e única – coleção autorizada de correspondências que abarca os vinte e sete anos em que o líder sul-africano esteve encarcerado. Lançada simultaneamente em diversos países, a publicação celebra o centenário de Mandela. Comoventes, fervorosas, arrebatadoras e sempre inspiradoras, as mais de duzentas cartas – muitas das quais nunca vistas pelo público – foram reunidas a partir de coleções públicas e privadas. O livro inclui um prefácio escrito por Zamaswazi Dlamini-Mandela, neta do grande líder. Um retrato íntimo de um ativista político que também era marido devoto, pai afetuoso, aluno dedicado e amigo fiel."

    19. "Kindred: Laços de Sangue", de Octavia E. Butler. –a partir de R$ 30,70

    Amazon / Via amazon.com.br

    "Em seu vigésimo sexto aniversário, Dana e seu marido estão de mudança para um novo apartamento. Em meio a pilhas de livros e caixas abertas, ela começa a se sentir tonta e cai de joelhos, nauseada. Então, o mundo se despedaça. Dana repentinamente se encontra à beira de uma floresta, próxima a um rio. Uma criança está se afogando e ela corre para salvá-la. Mas, assim que arrasta o menino para fora da água, vê-se diante do cano de uma antiga espingarda.

    Em um piscar de olhos, ela está de volta a seu novo apartamento, completamente encharcada. É a experiência mais aterrorizante de sua vida... até acontecer de novo. E de novo. Quanto mais tempo passa no século XIX, numa Maryland pré-Guerra Civil – um lugar perigoso para uma mulher negra –, mais consciente Dana fica de que sua vida pode acabar antes mesmo de ter começado."

    20. "Entre Estantes", de Olívia Pilar. –a partir de R$ 0,00 com Kindle Unlimited

    Amazon / Via amazon.com.br

    "Isabel quer provar para todos que pode ser boa no curso que escolheu. Mas o que ela não imaginava ao ir buscar um livro na biblioteca da faculdade é que, antes de provar qualquer coisa, ela precisa conhecer a si mesma."

    21. "Sobrevivendo no Inferno", de Racionais MC's. –a partir de R$ 18,83

    Amazon / Via amazon.com.br

    "Na virada para os anos 1990, os Racionais MC’s emergiram como um dos mais importantes acontecimentos da cultura brasileira. Incensado pela crítica, o disco "Sobrevivendo no Inferno" vendeu mais de um milhão e meio de cópias. Agora publicados em livro, precedidos por um texto de apresentação e intermeados por fotos clássicas e inéditas, os raps dos Racionais são a imagem mais bem-acabada de uma sociedade que se tornou humanamente inviável, e uma tentativa radical, esteticamente brilhante, de sobreviver a ela."

    22. "Horror Noire: A Representação Negra no Cinema de Terror", de Robin R. Means Coleman. –R$ 39,69

    Amazon / Via amazon.com.br

    "Desde que Ben colocou ordem na casa no filme "A Noite dos Mortos-Vivos", de George A. Romero, ver um personagem negro como herói nos filmes de terror se mostrou possível — e pra lá de necessário. "A Noite dos Mortos-Vivos" é um clássico cult agora, e foi uma das maiores contribuições de Romero para o gênero e para a mídia. Contudo, já se passaram cinquenta anos desde que o filme exigiu que nos perguntássemos o que era mais assustador: zumbis comedores de carne, ou aquilo que fazemos uns com os outros diariamente?

    Para contribuir com a narração histórica da negritude no cinema de gênero, a Dra. Robin R. Means Coleman desenvolveu uma pesquisa profunda com a análise das imagens, influências e impactos sociais dos negros nos filmes de terror desde 1890 até o presente. Coleman afirma que o terror oferece um espaço representativo único para desafiarmos as imagens mais negativas e racistas vistas nos meios de comunicação. Uma obra indispensável em nossa exploração e favorecimento do gênero de terror."

    23. "Guardei no Armário: A experiência de um jovem homossexual, negro e ex-evangélico na sétima maior cidade do mundo", de Samuel Gomes. –R$ 17,90

    Amazon / Via amazon.com.br

    "Nascido em berço evangélico, as brincadeiras no quintal de casa misturavam-se em meio aos cultos da igreja. O púlpito do altar se mostrava cada vez mais próximo a cada novo cargo assumido, enquanto os questionamentos internos se afloravam em um turbilhão de pensamentos. O primeiro amor, a construção da identidade e as descobertas, são temas que o autor descreve em histórias marcantes vividas por ele.

    O medo ao descobrir-se homossexual, a autoaceitação como homem negro e o rompimento com a religião dão o tom a esta obra autobiográfica de Samuel Gomes, que marca a entrada do autor na literatura nacional. Neste livro, narrado em primeira pessoa, o autor faz um convite ao leitor para visitar seu armário, compartilhando suas experiências, lutas e superações de um jovem negro, homossexual e ex-evangélico na periferia da sétima maior cidade do mundo."

    24. "Reticências", de Solaine Chioro. –a partir de R$ 0,00 com Kindle Unlimited

    Amazon / Via amazon.com.br

    "Joana tem uma conta famosinha no Instagram onde posta artes autorais com frases bacanas sobre vivências de pessoas negras. Davi, que trabalhava como freela de social media da prefeitura, entrou em contato com a conta de Joana para ela ilustrar uma campanha para o mês da consciência negra. Os dois se aproximaram, trocaram muitas mensagens e acabaram continuando o contato mesmo depois do trabalho acabar.

    Quando saiu da prefeitura, Davi perguntou se ela queria adicioná-lo na sua conta pessoal, mas Joana gostou da ideia de manter o mistério, e sentiu que podia falar mais abertamente com ele sem saber quem estava do outro lado. Por isso, Davi acaba também criando uma conta só para falar com ela. Há seis meses trocando mensagens, nenhum dos dois tomou a iniciativa de dizer quem realmente são na vida offline. Até que Davi começa a trabalhar na mesma empresa em que Joana trabalha e os dois se odeiam logo de cara, sem saber que são os crushes virtuais um do outro."