• Viral badge
  • OMG badge

16 jeitos surpreendentes de ficar grávida que provavelmente você não conhecia

Fique esperta.

Para saber dos fatos, o BuzzFeed falou com Mary Jane Minkin, médica e professora de obstetrícia, ginecologia e ciências reprodutivas na Faculdade de Medicina de Yale. Confira.

1. Deixar ele entrar pela porta dos fundos.

Nickelodeon

Sim, é verdade. Uma mulher pode engravidar durante o sexo anal. Como isso é possível? Durante a relação, o sêmen nem sempre fica lá atrás. De acordo com Minkin, "Mesmo que ele esteja penetrando pelo reto, ele pode depositar um pouco de fluido seminal ao redor da abertura da vagina. Vamos encarar, a vagina e o reto estão próximos um do outro."

2. Abrir a camisinha com os dentes.

Universal Pictures

Três palavras: vá com calma. Você pode acidentalmente furar a camisinha sem perceber (a mesma coisa se usar uma tesoura). Abra o pacote com os dedos em uma das fendas.

3. Dar uns amassos mesmo com roupa íntima.

NBC

Todos sabemos que há chance de gravidez quando damos uns amassos pelados. Mas isso também pode acontecer mesmo com roupa íntima. Apesar de ser raro, Minkin diz que isso é possível, caso o sêmen vaze pela abertura da cueca ou a calcinha da mulher seja puxada para o lado, abrindo passagem para que o sêmen alcance a vagina.

4. Você ainda pode engravidar mesmo quando já está grávida.

Walt Disney

*Cérebro explodindo* Este é um fenômeno estranho (e incomum) chamado superfetação. Segundo Minkin, ele ocorre quando você já está grávida e continua ovulando. O segundo óvulo fertilizado é implantado no tecido do útero, resultando em uma segunda gravidez.

5. Usar lubrificantes à base de óleo com camisinhas.

Flickr: edandeddie

Lubrificantes à base de óleo e camisinhas não se misturam. Enquanto vários lubrificantes são completamente seguros de se usar com camisinhas, os lubrificantes à base de óleo, como vaselina, não são. De acordo com Minkin, eles podem degradar o látex e criar buracos microscópicos na camisinha.

6. Ficar de sacanagem na banheira.

Fox

Você pode engravidar na piscina ou na banheira mesmo que não haja penetração. "Toda vez que há sêmen ou fluido seminal ao redor da vulva, há chances de haver espermatozoides lá dentro", diz Minkin. Não é super provável, mas também não é impossível.

7. Mesmo que você tome a pílula regularmente, você ainda pode ficar grávida.

commons.wikimedia.org

A pílula diminui significativamente suas chances de engravidar (mais de 99%, na verdade), mas ainda não é 100% eficaz (o mesmo também se aplica a outras formas contraceptivas, como o DIU, o diafragma, o capuz cervical etc.).

8. Quando dedos "pegajosos" penetram a vagina.

amazon.com

Segundo Minkin, se ele "acabou", mas ainda tem alguma coisa nas mãos, é possível que os espermatozóides possam encontrar um novo lar... dentro de você.

9. Não deixar espaço na ponta da camisinha.

en.wikipedia.org

Não deixar espaço na pontinha pode fazer com que o sêmen saia pelos lados, diz Minkin.

10. Quando você faz sexo com um homem que fez vasectomia.

20th Century Fox

Vasectomias são só outra forma de contracepção, o que significa que ela pode não ser 100% eficaz. Minkin diz: "Vasectomias não fazem efeito imediatamente, e por isso os urologistas recomendam uma análise de sêmen complementar alguns meses após o procedimento". Além disso, é possível que os canais cortados voltem a se interligar.

11. Ou mesmo após a laqueadura das trompas.

COUB

Assim como a vasectomia, a ligação das trompas de falópio também não é 100% eficaz. Minkin diz que o procedimento pode ter até 1% de taxa de falha.

12. Fazer sexo enquanto está menstruada.

HBO

O esperma pode ficar ativo dentro de você por até cinco dias! Isso significa que, se você fizer sexo logo no fim do seu período menstrual e ovular cedo, você pode engravidar, diz Minkin.

13. Se você tomar a pílula do dia seguinte.

Instagram: @xavier43k

A anticoncepção de emergência diminui as chances de gravidez, mas pode falhar. Minkin diz que, se a pílula for tomada dentro de uma janela de tempo de 24 horas, ela é 95% eficaz, aproximadamente. Entretanto, ela fica menos eficaz conforme o tempo passa. Usar contraceptivos regulares é mais eficaz e tem melhor custo-benefício (uma pílula do dia seguinte pode custar entre 5 a 30 reais).

14. Usar camisinhas velhas, especialmente aquelas que foram expostas a temperaturas quentes e frias.

Instagram: @elsieandelise

As camisinhas não duram para sempre. Se o seu parceiro tirou a camisinha da carteira, pense duas vezes. Segundo Minkin, o látex da camisinha pode enfraquecer e perder a elasticidade com o tempo, por isso camisinhas fora do prazo de validade não devem ser utilizadas, assim como aquelas que foram expostas ao calor e ao frio.

15. Confiar que você sabe qual é sua janela de fertilidade.

Instagram: @postinfertility

Não me leve a mal — é sempre bom compreender o corpo e saber quando você está ovulando. Mas isso não garante que você não engravidará. Minkin lembra que o esperma pode ficar ativo dentro do corpo da mulher por até cinco dias. Ou seja, mesmo que você faça sexo sem estar ovulando, pode ovular alguns dias depois e o esperma ainda estar lá.

16. Fazer sexo enquanto estiver amamentando (obviamente não na mesma hora).

20th Century Fox

Se você pensar na quantidade de famílias que tiveram filhos com intervalos de 10 meses, entende que amamentação não é 100% eficaz em prevenir a gravidez. De acordo com Minkin, os hormônios envolvidos na amamentação ajudam a conter a ovulação, mas isso não significa que você não possa engravidar — nem mesmo se você ainda não voltou a menstruar.

BuzzFeed Daily

Keep up with the latest daily buzz with the BuzzFeed Daily newsletter!

Newsletter signup form

Utilizamos cookies, próprios e de terceiros, que o reconhecem e identificam como um usuário único, para garantir a melhor experiência de navegação, personalizar conteúdo e anúncios, e melhorar o desempenho do nosso site e serviços. Esses Cookies nos permitem coletar alguns dados pessoais sobre você, como sua ID exclusiva atribuída ao seu dispositivo, endereço de IP, tipo de dispositivo e navegador, conteúdos visualizados ou outras ações realizadas usando nossos serviços, país e idioma selecionados, entre outros. Para saber mais sobre nossa política de cookies, acesse link.

Caso não concorde com o uso cookies dessa forma, você deverá ajustar as configurações de seu navegador ou deixar de acessar o nosso site e serviços. Ao continuar com a navegação em nosso site, você aceita o uso de cookies.