• BuzzFim De Ano badge

10 coisas simples para testar em 2019

Porque nós testamos em 2018!

1. Trocar as lâmpadas da sala e do quarto pra deixar o ambiente mais confortável.

Aline Ramos / BuzzFeed Brasil

Eu me mudei de apartamento recentemente, pra morar com o meu namorado. Nós estamos resolvendo alguns pequenos detalhes com o tempo. Porém, depois de seis meses, comecei a ficar MUITO incomodada com a iluminação da minha casa. Tenho tentado ao máximo deixar o meu apartamento confortável, afinal, é onde passo boa parte do meu tempo, mas a iluminação parecia emperrar tudo. Alguns blogs de decoração sugerem que você explore mais a iluminação da sua casa utilizando luminárias. Eu pretendo fazer isso, mas no momento não quero gastar tanto assim. Por isso, comprei lâmpadas LED quentes, de cor amarela. O impacto que você sente quando troca é instantâneo. Parece que tudo fica mais bonito pra tirar foto e os cômodos perdem aquele ar de hospital. Essa mudança tem me feito muito bem. Chegar em casa depois do trabalho virou o meu momento favorito. Eu sinto que naquele ambiente sou abraçada e estou mais segura. Essa sensação tem sido fantástica, já que seis meses atrás eu não suportava a kitnet que morava e sempre estava fora de casa. Deixar tudo gostoso tem me estimulado até mesmo a cozinhar mais, o que é fantástico. E se você tem medo do ambiente ficar muito quente, pode ficar tranquilo. Algumas lâmpadas são quentes, mas não esquentam o ambiente. Tudo, né? – Aline Ramos

2. Criar táticas para conseguir ler mais.

Suria Rocha / BuzzFeed Brasil

Uma das minhas resoluções do último ano era ler pelo menos um livro por mês. Gosto de ler e sempre li muito quando adolescente, porém as obrigações e burocracias da vida adulta fazem a gente não ter tempo pra quase nada. Uma das formas de conseguir dedicar mais do meu tempo pra leitura foi começar a usar o Kindle. Primeiro porque ele é muito leve e tem um tamanho relativamente pequeno, capaz de caber em qualquer bolsa e fácil de ser levado pra qualquer lugar, o que muitas vezes não dá pra fazer com um livro muito grande e/ou muito pesado. Além disso, você consegue saber quantos minutos você vai levar pra terminar o capítulo que está lendo, e isso me fez ler mais porque convenhamos, o que são só mais 3 ou 4 minutinhos?Também comecei a aproveitar mais os pequenos momentos livres e decidi trocar o incessante scroll de qualquer rede social no celular (quanto a gente vê, já se passaram duas horas) por uns minutinhos a mais de leitura. Comecei a ler pelo menos um pouquinho antes de dormir, antes de sair pro trabalho, enquanto eu espero pra ser atendida num consultório médico, enfim, todos aqueles momentos em que eu podia estar com o celular na mão fazendo absolutamente nada. Pra mim deu super certo! – Suria Rocha

3. Começar a fazer seu pé-de-meia-oficial® pensando no futuro.

giphy.com

A Reforma da Previdência ainda não foi aprovada, mas está claro que, se depender do andar de certas carruagens (que você pode acompanhar no BuzzFeed News Brasil), o(a) brasileiro(a) em breve só vai poder se aposentar aos 95 anos. E quem quer isso? NINGUÉM. Então, neste ano, comecei a fazer meu pé-de-meia-oficial® para eu ficar bem tranquilinha a partir dos 65 anos.

Para isso, segui este ótimo e didático guia do UOL, que prevê investimentos mensais no Tesouro Direto + valores oficiais do INSS para uma renda na aposentadoria que corresponda a 80% do seu salário atual.

O valor do investimento mensal (ou seja, a porcentagem do seu salário atual que você deve economizar) dependerá da sua idade. E, claro, quanto mais novinho você é, menos precisa economizar mês a mês. Então, meus jovens, fica a dica!

Assim que eu completar 65 anos, volto aqui e conto se deu certo! – Luísa Pessoa

4. Trocar de móveis com meus amigos.

Flora Paul / BuzzFeed Brasil

Faz umas duas semanas que minha sala ganhou esta belíssima prateleira e não me canso de apreciar minha nova decoração, tanto que resolvi expor ela na internet. Pois muito que bem: esta prateleira me custou exatos ZERO REAIS.

Naquele espírito de começo de ano de dar uma arrumada nas coisas, rolou uma troca de móveis espontânea entre pessoas aqui no Buzz. Em poucas mensagens no zap meu antigo criado-mudo ganhou lar na sala do Evangelista e a prateleira do Nicolas foi se acolher na minha casa. Inclusive ele ganhou ela um tempo atrás, repassada pelo Felipe, que também trabalha aqui.

Pode parecer uma dica meio simples, até óbvia, mas foi a primeira vez que troquei móveis com amigos e, bom, estou muito contente com minha nova sala!

(Obs: um obrigada especial ao meu padrasto, que me ajudou a pendurar a nova moradora! ♥︎) – Flora Paul

5. Adotar a regra dos três minutos.

Clarissa Passos / BuzzFeed Brasil

Esta é a coisa simples que mais mudou minha vida. Quem me ensinou foi a Nadia Ferreira, ex-editora de social media do BuzzFeed Brasil (e bruxa maga e sensitiva, o que é ótimo também mas acho que não vem ao caso). A ideia é fazer imediatamente qualquer coisa que leve menos de três minutos para ser feita. E, sério, mudou minha vida. Já falei? Então.

Isso porque você descobre que tem MUITA coisa que parece enorme, mas na real leva menos de três minutos. Por exemplo: "fazer a lavanderia das roupas do bebê" é o tipo de coisa que você pensa "Meu Deus, vai levar o sábado inteiro, preciso separar um tempão para isso", mas a verdade é que colocar as roupas do bebê na máquina de lavar leva menos de três minutos. Pode cronometrar: é virar o cesto de roupa suja lá dentro, colocar sabão e amaciante na gavetinha e apertar três botões.

Vale o mesmo para responder e-mail do chefe (antes que essa tarefa cresça e vire uma bronca), lavar o prato, o copo e os talheres do seu jantar (antes que a louça se acumule e vire uma tarefa de meia hora) e arrumar sua cama de manhã (essa tem levado 40 segundos, de tanta prática que adquiri)!

Você pode adotar essa regra adaptando o prazo (pode ser um minuto, pode ser cinco), como também pode fazer uma variaçãozinha tipo "vou colocar um timer de vinte minutos e arrumar a casa por esse tempo". Você vai ver o impacto que alguns minutos do dia têm sobre sua organização – e sua qualidade de vida. – Clarissa Passos

6. Desfazer sacolas logo que chegar em casa.

Clarissa Passos / BuzzFeed Brasil

Ok, a função de um cabideiro de porta de entrada é segurar objetos que você usa com frequência, como um guarda-chuva, uma bolsa ou uma sacola de compras. Mas o problema é encher essas sacolas e bolsas de coisas que não deveriam estar lá, e quando você se dá conta a mochila com o biquíni da sua viagem de um mês atrás está todo dia atravancando o rolê.Depois de passar um pequeno nervoso diário com isso, decidi que antes mesmo de sentar no sofá, logo que chego, iria tirar tudo de dentro das sacolas e botar cada coisa que eu trouxe pra casa em seu devido lugar. Seja uma sacola de compras da farmácia, do shopping, de roupas que peguei na costureira ou potes de cozinha que recuperei da casa da minha mãe. Isso vale para a minha bolsa também, que às vezes guarda um protocolo de exame de sangue ou um rímel que ganhei de uma colega de trabalho. Foi uma pequena atitude para uma mulher, uma grande mudança para a (minha) sanidade. E agora o cabide vive assim, feliz e pimpão, me dando boas-vindas quando chego em casa – ok, talvez minha sanidade não esteja tão boa assim já que o cabide anda falando e... Ah, deixa pra lá, vocês entenderam! – Clarissa Passos

7. Criar um diário emocional digital.

Daylio / Reprodução

Há muito tempo eu queria registrar como me sentia diariamente, mas não conseguia fazer um diário à mão. Então passei a fazer isso com os aplicativos Daylio e Cíngulo, e percebi que consegui incluí-los em minha rotina.

O Daylio é muito mais prático e simples. Primeiro ele pede para você dizer como se sentiu naquele dia através de emojis. Ele já oferece as opções “radiante”, “bem”, “mal” e "horrível", mas você pode personalizar e incluir mais humores. Em seguida, você deve registrar o que fez naquele dia. E novamente, tudo por emojis. Dá para você adicionar quantas atividades quiser, eu coloquei coisas como “conversar com o meu namorado” e “yoga”, já que são atividades que não vieram no app e são importantes para mim. O lado bom é que o Daylio oferece gráficos de acordo com as informações que você registra. Então, consegui ver que eu me sinto melhor quando vou à academia, faço yoga e converso com o meu namorado. Tendo isso em mente, me senti mais estimulada a fazer essas atividades, mesmo quando estava com preguiça.

O Cíngulo eu utilizo como um complemento. Na verdade, o app é de autoconhecimento e o diário emocional é apenas uma das funções que oferece. O Cíngulo não é tão rápido, já que exige que você escreva o que te fez bem e o que te fez mal na sua vida pessoal e no trabalho. Além disso, há um espaço para você registrar o que aprendeu naquele dia. Eu gostei muito porque escrever sobre isso me ajudou a refletir sobre meus sentimentos e principalmente sobre o que aprendi. É muito bacana porque no final da semana e do mês você pode ver o tanto de coisa que fez e que aprendeu, acho que isso evita que a gente se sinta fracassado por apenas uma coisa não ter dado certo. – Aline Ramos

8. Arrumar esta bagunça que você chama de Google Chrome fixando abas importantes.

Davi Rocha / BuzzFeed Brasil

Eu sou o louco das abas do Google Chrome e sei que você também é, porque de médico e louco todo mundo tem um pouco.

Porém de vez em quando eu fico completamente perdido sem saber afinal o que eu estou fazendo e quais são as prioridades. Por isso eu comecei a deixar as abas mais importantes fixas no navegador pra não me perder nas tarefas do dia a dia.

É muito simples: clica com o botão direito do mouse na aba que precisa ficar sempre ali, depois clica em fixar guia e já era, suas abas mais organizadas. Facilita um pouco a vida pois sempre que você abre um vídeo ou uma rede social qualquer pra dar um tempinho no trabalho rapidamente você consegue se achar e voltar aos afazeres.

E se você for metódico o suficiente pode elencar o que precisa fazer a partir das abas, da esquerda pra direita, e depois fechar conforme elas estiverem finalizadas. – Davi Rocha

9. Deixar uma cesta fixa em casa para itens que você quer doar.

Luísa Pessoa / BuzzFeed Brasil

Sabe quando você está mexendo no armário, vê aquela blusinha que não quer mais, mas fica pensando: “ah, deixa aí mesmo por enquanto porque eu não tenho lugar para colocar antes de doar?”. Só que 50% das vezes isso também significa que aquela blusinha vai continuar no seu armário por longos meses antes de ser encaminhada para alguém que realmente precisa.Bom, em um lindo post do BuzzFeed, vi uma dica que coloquei em prática lá em casa e que está funcionando muito bem. Em uma cesta bem bonitinha, vou juntando TUDO o que pretendo doar: livros, roupas, utensílios de cozinha etc. Depois, quando o cesto enche, ligo para alguma instituição que aceita doações, como o Exército da Salvação, e eles vêm buscar tudo (ou então, no caso de livros, levo para a biblioteca mais próxima da minha casa).É uma ótima ideia para exercitarmos o desapego e limparmos nosso espaço de pouquinho em pouquinho. E, além disso, facilita muito sempre ter um lugar para colocar tudo aquilo que queremos doar. – Luísa Pessoa

10. Guardar sem embalagem tudo o que for possível.

Clarissa Passos / BuzzFeed Brasil

Claro que não funciona para tudo, mas me habituei a guardar boa parte das compras – especialmente os produtos de higiene pessoal – sem embalagem. Se você notar, muita coisa é embalada DEMAIS hoje em dia. O fio dental vem dentro da caixinha, que vem dentro de uma embalagem. A pasta de dentes vem numa caixa, sendo que já é enfiada naquela bisnaga. As giletes têm aquelas capinhas de lâmina individuais + aquele card de papelão e plástico. Pacotes de lenço têm embalagem dupla. Tudo isso pode até fazer sentido na prateleira do supermercado (embora eu tenha lá minhas dúvidas), mas definitivamente ocupa espaço desnecessário na gavetinha do banheiro. E na gavetinha do banheiro, meus kiridos, espaço é um bem preciosíssimo.

Então comecei a desembalar tudo que é possível na hora em que vou guardar as compras de mercado ou farmácia. As caixas e pacotes vão direto para o latão de reciclagem e só os produtos em si se encaixam na gavetinha. Isso facilita horrores na hora de pegar um item novo, já deixa tudo que é para ir para reciclagem no lugar certo e ainda economiza espaço de armazenamento. Nível avançado de adultice. – Clarissa Passos

BuzzFeed Daily

Keep up with the latest daily buzz with the BuzzFeed Daily newsletter!

Newsletter signup form

Utilizamos cookies, próprios e de terceiros, que o reconhecem e identificam como um usuário único, para garantir a melhor experiência de navegação, personalizar conteúdo e anúncios, e melhorar o desempenho do nosso site e serviços. Esses Cookies nos permitem coletar alguns dados pessoais sobre você, como sua ID exclusiva atribuída ao seu dispositivo, endereço de IP, tipo de dispositivo e navegador, conteúdos visualizados ou outras ações realizadas usando nossos serviços, país e idioma selecionados, entre outros. Para saber mais sobre nossa política de cookies, acesse link.

Caso não concorde com o uso cookies dessa forma, você deverá ajustar as configurações de seu navegador ou deixar de acessar o nosso site e serviços. Ao continuar com a navegação em nosso site, você aceita o uso de cookies.