5 de mar de 2018

    5 momentos em que o Oscar foi das mulheres e outros 5 que mostram que ainda falta muito

    Um Oscar onde se deu nome aos bois, mas com dois ganhadores com acusações de violência doméstica e estupro.

    1. Jimmy Kimmel falou diretamente sobre acusações contra Harvey Weinstein e a diferença de salário entre atores homens e mulheres.

    Mark Ralston / AFP / Getty Images

    Ele falou com todas as letras sobre a diferença de salário de Mark Wahlberg e Michelle Williams na refilmagem de cenas de "Todo dinheiro do mundo" depois que Kevin Spacey foi afastado após denúncias de assédio sexual. Mark Whlberg teria ganhado um milhão e meio de dólares, enquanto Michelle Williams recebeu míseros 1.000 dólares – ou seja, menos de 1% do pagamento dado ao ator.

    2. Jodie Foster e Jennifer Lawrence apresentaram o Oscar de melhor atriz no lugar de Casey Affleck.

    Mark Ralston / AFP / Getty Images

    É tradição da academia que o melhor ator do ano anterior seja a pessoa que apresente o oscar de melhor atriz do ano seguinte. Mas a regra foi quebrada depois que produtora Amanda White e a diretora de fotografia Magdalena Górka acusaram Cassey Affleck de assédio sexual.

    3. Frances McDomart falou sobre o conceito de “Inclusion Rider”.

    Mark Ralston / AFP / Getty Images

    Grandes estrelas podem ser 'Inclusion Riders", ou seja, exigirem por contrato que a equipe dos filmes que elas participem tenham diversidade.

    4. Ashley Judd, Salma Hayek e Annabella Sciorr tiveram um segmento para falar sobre "Time's Up".

    Kevin Winter / Getty Images

    Três das atrizes que acusaram Harvey Weinstein publicamente, tiveram um segmento inteiro para falar sobre o Time's Up, a organização que luta contra assédio sexual, moral e falta de igualdade entre homens e mulheres na indústria do cinema.

    5. "Uma mulher fantástica" foi o primeiro filme estrelado por uma pessoa trans a ganhar um Oscar.

    Kevin Winter / Getty Images

    O filme chileno ganhou o Oscar de melhor filme estrangeiro. Ela também foi a primeira trans a apresentar um seguimento no Oscar, o número musical de Sufjan Stevens.

    6. Ainda sim um Homem, Jimmy Kimmel, foi o apresentador da noite. Dica para a próxima vez: Maya Rudolph e Tiffany Haddish.

    Kevin Winter / Getty Images

    Sim, Jimmy Kimmel falou da questão da mulher, da diferença entre homens e mulheres na indústria, mas era uma ótima oportunidade de escolherem uma apresentadora mulher.

    7. Kobe Bryant, acusado de estupro em 2003, ganhou o Oscar de melhor curta de animação.

    Christopher Polk / Getty Images

    O ex-jogador de basquete ganhou o Oscar de melhor curta-metragem por "Dear Basketbal". Em 2003, o atleta foi acusado de estupro por uma camareira de um hotel. Ela acabou retirando as acusações depois, mas ele pediu desculpas publicamente pelo caso.

    8. Gary Oldman, acusado por violência doméstica em 2001, ganhou o Oscar de melhor ator.

    Alberto E. Rodriguez / Getty Images

    O ator foi acusado de violência doméstica pela ex-mulher Donya Fiorentino em 2001. Segundo relato da atriz para imprensa da época, o ator teria batido nela com o telefone no momento que ela ia ligar para a polícia na frente de seus dois filhos.

    9. As pouquíssimas mulheres que se levantaram a pedido de Frances McDormand.

    Mark Ralston / AFP / Getty Images

    Durante seu discurso, Frances McDormand convocou todas as mulheres ali indicadas a se levantarem. Pouco menos de 10% das pessoas no auditório se levantaram.

    10. Apenas duas pessoas foram expulsas da academia até hoje.

    Robyn Beck / AFP / Getty Images

    Em noventa anos de academia, apenas duas pessoas foram expulsas da Academia, Harvey Weinstein e Carmine Caridi, o último por pirataria.

    Veja também:

    Você já tem o app do BuzzFeed Brasil no seu celular? Baixe gratuitamente no Android e no iOS para ver todos os nossos testes, vídeos, notícias e muito buzz.

    BuzzFeed Daily

    Keep up with the latest daily buzz with the BuzzFeed Daily newsletter!

    Newsletter signup form