24 de out de 2019

    15 livros incríveis de escritoras brasileiras atuais

    Que privilégio é viver no mesmo tempo que elas. Vamos ler mulheres!

    Esperamos que você goste dos produtos que recomendamos! O BuzzFeed pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página. Os preços informados e a quantidade disponível condizem com os do momento da publicação deste post.

    1. “Olhos D’Água” - Conceição Evaristo (R$19,40)

    Amazon/ Reprodução. / Via amazon.com.br

    "Em 'Olhos D’água' estão presentes mães, muitas mães. E também filhas, avós, amantes, homens e mulheres – todos evocados em seus vínculos e dilemas sociais, sexuais, existenciais, numa pluralidade e vulnerabilidade que constituem a humana condição. Sem quaisquer idealizações, são aqui recriadas com firmeza e talento as duras condições enfrentadas pela comunidade afro-brasileira."

    Conceição Evaristo conquistou o prêmio Jabuti 2015 com esta obra.

    2. “O Útero é Do Tamanho De Um Punho” - Angélica Freitas (R$22,30)

    Amazon/ Reprodução. / Via amazon.com.br

    "O livro reúne poemas escritos a partir de um tema central: a mulher. Uma das vozes mais destacadas da geração, Angélica Freitas subverte as imagens absolutamente gastas do que se espera do gênero feminino ― anunciadas em capas de revistas e em vitrines de lojas de departamentos ―, e joga luz ― com inteligência, sagacidade e senso de humor aguçado ― sobre o nosso tempo."

    Livro vencedor do prêmio de Melhor Livro de Poesia de 2012 da APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte).

    3. “Flores Azuis” - Carola Saavedra (R$41,90)

    Amazon/ Reprodução. / Via amazon.com.br

    "Alternando as cartas com o relato em terceira pessoa do cotidiano e da perturbação mental do homem que as lê, 'Flores Azuis' pode ser visto como uma atualização crítica do gênero do romance epistolar. Com uma prosa refinada e uma construção engenhosa, que valoriza ao extremo as potencialidades do não-dito, a autora confirma o talento revelado em seu romance anterior, 'Toda Terça'."

    Flores azuis ganhou o Prêmio Melhor Romance pela APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte) em 2008.

    4. “Tudo Nela Brilha e Queima” - Ryane Leão (R$21,99)

    Amazon/ Reprodução. / Via amazon.com.br

    "Este é o livro de estreia de Ryane Leão, mulher negra, poeta e professora, criadora do projeto onde jazz meu coração, com mais de 480 mil seguidores nas redes. 'A poesia é minha chance de ser eu mesma diante de um mundo que tanto me silencia. Nela eu falo sobre amor, desapego, rotina, as cidades que nos atravessam, os socos no estômago que a vida dá, o coração desenfreado, a pulsação que guia as estradas, os recomeços, os dias, as noites, as madrugadas, os fins, os jeitos que a gente dá, as transições, os discos, os tropeços, as partidas, as contrapartidas, os pés firmes que insistem em voar, e tudo isso que é maluco e lindo e nos faz ser quem somos', declara a autora".

    O próximo livro de Ryane, "Jamais peço desculpas por me derramar: Poemas de temporal e mansidão" será lançado em novembro e já está em pré-venda na Amazon.

    5. “Quarenta Dias” - Maria Valéria Rezende (R$30,30)

    Amazon/ Reprodução. / Via amazon.com.br

    " 'Eu não contava mais horas nem dias'. 'Guiavam-me o amanhecer e o entardecer, a chuva, o frio, o sol, a fome que se resolvia com qualquer coisa, não mais de dez reais por dia.' É o que escreve Alice, a narradora de Quarenta dias, ao anotar num caderno escolar pautado seu mergulho gradual em dias de desespero, perdida numa periferia empobrecida que ela não conhece, à procura de um rapaz que ela não sabe ao certo se existe."

    Com esta obra, Maria Valéria Rezende ganhou o prêmio Jabuti 2015 de melhor romance.

    6. “Lugar de Fala - Djamila Ribeiro (R$14,38)

    Amazon/ Reprodução. / Via amazon.com.br

    "A intenção da coleção 'Feminismos Plurais' é trazer para o grande público questões importantes referentes aos mais diversos feminismos de forma didática e acessível. Com o objetivo de desmistificar o conceito de lugar de fala, Djamila Ribeiro contextualiza o indivíduo tido como universal numa sociedade cis-heteropatriarcal eurocentrada, para que seja possível identificarmos as diversas vivências específicas e, assim, diferenciar os discursos de acordo com a posição social de onde se fala."

    "Lugar de fala" é o 1º livro mais vendido na categoria de Antropologia Política e Ciências Sociais da Amazon.

    7. “Heroínas Negras Brasileiras” - Jarid Arraes (R$35,00)

    Amazon/ Reprodução. / Via amazon.com.br

    "Desde 2012, a autora Jarid Arraes tem se dedicado a desvendar a história das mulheres negras que fizeram a História do Brasil. E não bastava conhecer essas histórias, era preciso torná-las acessíveis e fazer com que suas vozes fossem ouvidas. Para isso, Jarid usou a linguagem poética tipicamente brasileira da literatura de cordel."

    O livro reúne 15 cordéis sobre mulheres negras que deixaram sua marca na História do Brasil.

    8. “A Verdadeira História do Alfabeto” - Noemi Jaffe (R$38,30)

    Amazon/ Reprodução. / Via amazon.com.br

    "Entre as numerosas alusões que transparecem dos verbetes que compõem este volume, Jorge Luis Borges e as narrativas bíblicas são pontos de referência inescapáveis. Do mesmo modo, autores como Guimarães Rosa e Vladimir Nabokov dialogam com a mitologia indígena e os sonetos de Luís de Camões. Indiferente às limitações das enciclopédias, dicionários e manuais de retórica, e amparada por numerosos idiomas, sejam eles reais ou inventados, Noemi Jaffe revela as metamorfoses de que a língua portuguesa, liberta das fórmulas do cotidiano, ainda é capaz."

    Esse livro foi indicado ao prêmio Jabuti (2013) na categoria Contos ou Crônicas.

    9. “O Que Deu Para Fazer Em Matéria De História De Amor” - Elvira Vigna (R$35,90)

    Amazon/ Reprodução. / Via amazon.com.br

    "Os mesmos fatos. Que mudam, dependendo de como são contados. Pode ser que façam uma história de amor. Do tipo amor total, desses que só se ouve falar. Pode ser que façam a história de um crime. No fim, uma questão de escolha. A narradora deste livro se vê debruçada sobre a vida de duas pessoas. Já mortas."

    Obra finalista do Prêmio Jabuti e do Prêmio São Paulo.

    10. “Contos de Mentira” - Luisa Geisler (R$45,51)

    Amazon/ Reprodução. / Via amazon.com.br

    "Um livro sobre as pequenas mentiras que nos fazem humanos é o vencedor do Prêmio Sesc de Literatura 2010, categoria contos. Contos de mentira, estreia literária da estudante de Relações Internacionais Luisa Geisler, foi o escolhido pela comissão final, formada Raimundo Carrero e Marina Colasanti. O motivo? 'São pequenas histórias densas, que retratam o ser humano sozinho, acompanhado de sua incompletude', analisam os escritores. "

    11. “O Leopardo É Um Animal Delicado” - Marina Colasanti (R$19,20)

    Amazon/ Reprodução. / Via amazon.com.br

    "Nestes contos, Marina Colasanti volta a explorar os abismos da alma feminina. Embrenhando-se por florestas misteriosas, casas desertas, investigando o amor de um pastor por sua ovelha, a solidão de um ingênuo internauta, ou a espera de uma mulher por um homem que nunca vem."

    12. “Sul” - Veronica Stigger (R$24,50)

    Amazon/ Reprodução. / Via amazon.com.br

    "Este novo livro de Veronica Stigger - uma das vozes mais fortes da literatura brasileira contemporânea - reúne um conto, uma peça teatral curta e um poema, formando um estranho quebra-cabeça em que, surpreendentemente, todas as peças se encaixam. Ligando os três textos, sangue, muito sangue, e um uso extremamente consciente e singular da linguagem, que, do trágico ao cômico, do melancólico ao escatológico, encontra sempre a forma e o tom precisos."

    13. “Os Malaquias” - Andréa del Fuego (R$119,90)

    Amazon/ Reprodução. / Via amazon.com.br

    "No intrincado novelo de histórias que constituiu o presente romance, cada personagem é uma pessoa. As páginas que acompanham os Malaquias, que os fazem nascer, viver e morrer, são feitas de assuntos infinitos como terra e céu."

    Com este seu livro de estréia, Andréa del Fuego, ganhou o Prêmio José Saramago 2011.

    14. “No Risco Do Caracol” - Maria Valéria Rezende (R$23,80)

    Amazon/ Reprodução. / Via amazon.com.br

    "Para quem sabe olhar e ver, na natureza há sempre belezas novas, espanto, surpresa e graça .É o que mostram os haicais deste livro: numa estrutura circular, com versos encadeados (o último de um haicai é o primeiro do haicai seguinte) um pouquinho da vida e da beleza do Nordeste brasileiro, verão e inverno, surpresa e graça chegando até o leitor no rastro prateado de um pequeno caracol."

    Esse livro ganhou o Prêmio Jabuti de Melhor Livro Infantil de 2009.

    15. “Sinfonia em Branco” - Adriana Lisboa (R$43,30)

    Amazon/ Reprodução.

    Duas irmãs, filhas de um fazendeiro fluminense, são as figuras centrais deste romance, que desvenda o horror e a poesia da vida com rara sensibilidade. Publicado originalmente em 2001 e vencedor do Prêmio José Saramago, 'Sinfonia em Branco' foi também finalista do Prix des Lectrices da edição francesa da revista Elle.

    16. “O Peso do Pássaro Morto” - Aline Bei (R$24,00)

    Amazon/ Reprodução. / Via amazon.com.br

    "A vida de uma mulher, dos 8 aos 52, desde as singelezas cotidianas até as tragédias que persistem, uma geração após a outra. Um livro denso e leve, violento e poético. É assim O peso do pássaro morto, romance de estreia de Aline Bei, onde acompanhamos uma mulher que, com todas as forças, tenta não coincidir apenas com a dor de que é feita."

    Com este livro, Aline Bei ganhou o Prêmio São Paulo de Literatura 2018 de Melhor Livro do Ano – Autores Estreantes com menos de 40 anos.