Updated on 28 de out de 2019. Posted on 28 de out de 2019

    As escolas de samba do RJ estão se preparando para militar na Sapucaí em 2020

    Quem aí tá preparado pra cair no samba com consciência social?

    As escolas de samba do Rio de Janeiro já estão se preparando para o carnaval de 2020.

    Reprodução // Wikimedia

    "O Maior Espetáculo da Terra" já está com quase tudo pronto. Todas as escolas de samba estão contando os dias pra chegada dos desfiles.

    E os sambas-enredos das escolas do Grupo Especial estão dando o que falar.

    Tá meio politizado o carnaval carioca de 2020

    Em 2020, as principais escolas de samba do Rio de Janeiro têm enredos que prometem fazer geral sambar com uma mãozinha na consciência.

    Mas é bom pontuar que esse negócio de samba-enredo politizado não é um fenômeno, digamos, recente.

    Reprodução // Wikimedia

    Quem aí não lembra do desfile icônico da Beija-Flor, em 1989, com o enredo "Ratos e Urubus, larguem minha fantasia", que teve um Cristo Redentor censurado pela Igreja Católica? E o samba-enredo da Império Serrano de 1969, desafiando a ditadura militar e o AI-5, recém-instituído à época?

    No ano de 2019, a Estação Primeira de Mangueira venceu o carnaval com um enredo bem crítico.

    Raphael Dias / Getty Images

    Ano passado, a verde-e-rosa foi à Sapucaí com o enredo "História pra Ninar Gente Grande", tratando de heróis que não estão no livro, com destaque para mulheres como Marielle Franco. Trecho do samba dizia:

    "Brasil, meu dengo
    A Mangueira chegou
    Com versos que o livro apagou
    Desde 1500 tem mais invasão do que descobrimento..."
    .

    Em 2020, a escola vem com enredo ainda mais ácido.

    Reprodução // Facebook

    Com o samba-enredo "A verdade vos fará livre", a Mangueira fez um trocadilho com o versículo "E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará", usada diversas vezes pelo Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro. Em certo momento, a canção é mais clara:

    "Favela, pega a visão
    Não tem futuro sem partilha
    Nem Messias de arma na mão".

    Aliás, por motivos óbvios, teve muita escola falando sobre a situação política do país...

    Reprodução // Facebook

    A São Clemente, por exemplo, vem com o samba-enredo "Conto do Vigário" que, bem, não deixa muita margem pra dúvida sobre o que a escola quer contar na Sapucaí.

    "Brasil, compartilhou, viralizou, nem viu!
    E o país inteiro assim sambou
    Caiu na fake news!"

    Um dos compositores desse samba é o humorista Marcelo Adnet.

    Também vai ter samba-enredo falando sobre o primeiro palhaço negro do Brasil.

    Reprodução // Facebook

    Em 2020, a Acadêmicos do Salgueiro desfilará na Sapucaí fazendo uma homenagem a Benjamim de Oliveira, o primeiro palhaço negro no Brasil.

    "Há esperança entre sinais e trampolins
    E a certeza que milhões de Benjamins
    Estão no palco sob as luzes da ribalta
    Salta menino!".

    E samba-enredo falando sobre intolerância religiosa...

    Reprodução // Facebook

    Com direito a Paolla Oliveira como rainha de bateria, a Acadêmicos da Grande Rio vem para Sapucaí com o enredo "Tata Londirá - O canto do Caboclo no Quilombo de Caxias":

    "Grande Rio é Tata Londirá
    Pelo amor de Deus, pelo amor que há na fé
    Eu respeito seu amém
    Você respeita meu axé"

    Se você quiser saber os sambas, o @rodriguerrimo já separou TODOS pra você decorar.

    Via Twitter: @rodriguerrimo

    Segundo a Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro (LIESA), o álbum oficial com todos os sambas enredos sairá segunda quinzena de novembro. Mas o @rodriguerrimo já disponibilizou todos os sambas-enredos vencedores aqui nesse link.

    Quem pensou que não ia militar no carnaval...

    Reprodução/TV Quase

    BuzzFeed Daily

    Keep up with the latest daily buzz with the BuzzFeed Daily newsletter!

    Newsletter signup form