Senado dá mais um passo para impeachment de Dilma

    Em comissão especial, relatório pró-afastamento da presidente foi aprovado por 15 votos a 5. Plenário do Senado deve decidir destino da petista na próxima quarta.

    Geraldo Magela/Agência Senado

    Painel durante a votação: Dilma sofre nova (e previsível) derrota por 15 a 5

    A comissão especial do Senado aprovou o relatório a favor do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff. Foram 15 votos a favor e 5 contra.

    O relatório do senador Antonio Anastasia (PSDB-MG) afirma que existem indícios que justificam o afastamento e o julgamento da presidente por crime de responsabilidade no caso das pedaladas fiscais.

    O plenário do Senado vai votar o caso na próxima quarta. Para dar continuidade ao processo de impeachment e afastar Dilma por 180 dias, são necessários 41 dos 81 votos da Casa.

    Na comissão especial, votaram pelo impeachment:

    Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP), Ana Amélia (PP-RS), Antonio Anastasia (PSDB-MG), Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE), Gladson Cameli (PP-AC), José Maranhão (PMDB-PB), José Medeiros (PSD-MT), Romário (PSB-RJ), Ronaldo Caiado (DEM-GO), Rose de Farias (PMDB-ES), Simone Tebet (PMDB-MS), Waldemir Moka (PMDB-MS), Wellington Fagundes (PR-MT) e Zezé Perrela (PTB-MG).

    Foram contra:

    Gleisi Hoffmann (PT-PR), José Pimentel (PT-CE), Lindbergh Farias (PT-RJ), Telmário Mota (PDT-RR), Vanessa Grazziotin (PC do B-AM).

    Utilizamos cookies, próprios e de terceiros, que o reconhecem e identificam como um usuário único, para garantir a melhor experiência de navegação, personalizar conteúdo e anúncios, e melhorar o desempenho do nosso site e serviços. Esses Cookies nos permitem coletar alguns dados pessoais sobre você, como sua ID exclusiva atribuída ao seu dispositivo, endereço de IP, tipo de dispositivo e navegador, conteúdos visualizados ou outras ações realizadas usando nossos serviços, país e idioma selecionados, entre outros. Para saber mais sobre nossa política de cookies, acesse link.

    Caso não concorde com o uso cookies dessa forma, você deverá ajustar as configurações de seu navegador ou deixar de acessar o nosso site e serviços. Ao continuar com a navegação em nosso site, você aceita o uso de cookies.