• newsbr badge

20 fotos chocantes das águas mais poluídas do mundo

Neste Dia Mundial da Água, imagens que mostram os efeitos perturbadores da poluição no recurso natural mais valioso da Terra.

Rodrigo Abd / AP

Prisaida, 2 anos, brinca em uma lagoa poluída enquanto seus pais mineram ouro na região de Madre de Dios, no Peru, em 3 de maio de 2014. A lagoa surgiu após mineradores usarem jatos d'água para bombardear a terra.

Arterra / Getty Images

Lixão na área de Disko Bay, na Groenlândia, em 8 de agosto de 2010.

Eric Gay / AP

O ecologista Scott Porter trabalha no Golfo do México após o vazamento de óleo na plataforma Deepwater Horizon, em 7 de junho de 2010, na cidade de Venice, Louisiana (EUA).

Mike Hutchings / Reuters

Corpos de aves marinhas na costa de Papamoa, na Nova Zelândia, após um vazamento de óleo no mar. Em 12 de outubro de 2011.

Rodrigo Abd / AP

Nesta foto, clicada em 19 de outubro de 2011, pessoas procuram restos de metal em águas contaminadas no fundo de um dos maiores lixões de Guatemala.

Oswaldo Rivas / Reuters

Mulher bebe água na cidade de El Crucero, Nicarágua, em 27 de fevereiro de 2016. Cerca de 650 milhões de pessoas, ou 10% da população mundial, não têm acesso a água limpa.

China Daily / Reuters

Trabalhador recolhe peixes mortos em um lago em Wuhan, na China, em 11 de julho de 2007. Aproximadamente 50 toneladas de peixe morreram devido à poluição e ao aquecimento da água no lago, segundo a imprensa chinesa.

Majority World / Getty Images

Criança descansa em um muro de uma fábrica de cola, em 20 de fevereiro de 2007, à margem do rio Buriganga, em Dhaka, Bangladesh.

Victor R. Caivano / AP

Porco chafurda em córrego no Rio de Janeiro, no dia 15 de junho de 2012.

Nurphoto / Getty Images

Mulheres e crianças coletam água de uma área poluída em Dhaka, Bangladesh, em 17 de junho de 2017.

Bela Szandelszky / AP

Voluntários limpam rua em Kolontár, Hungria, após deslizamento de lama tóxica em um vilarejo, no dia 7 de outubro de 2010.

The Washington Post / Getty Images

Tartaruga marinha nada entre resíduos tóxicos após vazamento de óleo no Golfo do México, em South Pass, Louisiana (EUA).

Nasa 382199 / Getty Images

Uma tonelada de lama contaminada com óleo é retirada de Perdido Pass, Flórida (EUA), em 11 de junho de 2010.

Jo Yong Hak / Reuters

Soldados sul-coreanos tentam varrer óleo vazado da praia de Mallipo, após acidente envolvendo um tanque, em 10 de dezembro de 2007.

Andrew Lichtenstein / Getty Images

Golfinho machucado tenta deixar o canal Gowanus, em Nova York, no dia 25 de janeiro de 2013.

Raa Jonathan / FlickrVision

Homens caminham entre dejetos em um rio em Mumbai, Índia, em 24 de janeiro de 2013.

Brent Lewis / Getty Images

Funcionária da empresa Weston Solutions faz anotações ao lado de uma mineradora de ouro, em 13 de agosto de 2015.

Vcg / Getty Images

Peixe morto flutua na margem do rio Dianchi, superpopulado por algas, em Kunming (China), no dia 12 de julho de 2015.

China Stringer Network / Reuters

Homem observa as águas vermelhas do rio Wenzhou (China), em 24 de julho de 2014. Autoridades locais disseram que as águas ficaram vermelhas após galões com corantes terem sido deixados próximos à margem.

Leo Correa / AP

Centenas de peixes mortos e toneladas de lixo flutuam na Baía de Guanabara, no Rio, em 25 de fevereiro de 2015.

Este post foi traduzido do inglês.

Veja também:

19 fotos incríveis tiradas há mais de 100 anos

Contact Gabriel H. Sanchez at gabriel.sanchez@buzzfeed.com.

Got a confidential tip? Submit it here

Utilizamos cookies, próprios e de terceiros, que o reconhecem e identificam como um usuário único, para garantir a melhor experiência de navegação, personalizar conteúdo e anúncios, e melhorar o desempenho do nosso site e serviços. Esses Cookies nos permitem coletar alguns dados pessoais sobre você, como sua ID exclusiva atribuída ao seu dispositivo, endereço de IP, tipo de dispositivo e navegador, conteúdos visualizados ou outras ações realizadas usando nossos serviços, país e idioma selecionados, entre outros. Para saber mais sobre nossa política de cookies, acesse link.

Caso não concorde com o uso cookies dessa forma, você deverá ajustar as configurações de seu navegador ou deixar de acessar o nosso site e serviços. Ao continuar com a navegação em nosso site, você aceita o uso de cookies.