30 de jul de 2015

    O armário-cápsula é a solução para economizar e se vestir melhor

    Para você que tem roupas e mais roupas pelo quarto, mas nunca tem o que vestir.

    Talvez ter o armário cheio com a sensação de não ter roupa para vestir seja um dilema seu. Ou então a questão é que você sente que veste sempre as mesmas 3 peças todo santo dia. Eis que surge uma tendência na internet ótima para você: a do armário-cápsula. Aqui a gente te explica como fazer o seu!

    1. A ideia conquistou meninas na internet depois que uma blogueira americana escolheu 37 peças do armário para passar alguns meses.

    http://www.un-fancy.com/

    Looks do armário-cápsula da Caroline

    Na verdade o termo "armário-cápsula" surgiu na década de 1970 com a estilista Susie Faux, pensando em um armário com poucos itens, alguns essenciais que nunca saem de moda e outros atuais. Basicamente, ter poucas roupas, mas que sejam muito legais e que deem liga entre si.

    Quem trouxe a febre para a net foi a blogueira americana Caroline, do Un-fancy.com, que escolheu 37 peças do armário para viver por alguns meses e ganhou muitas fãs.

    2. É uma forma relativamente fácil e divertida de usar suas roupas com mais criatividade.

    Reprodução / Via pinterest.com

    Se você pensa que vai usar sempre as mesmas roupas do mesmo jeito, a chance é o contrário: conseguindo ver todas as suas peças, com o tempo você vai criar novas combinações entre elas.

    3. A dificuldade na hora de se vestir vai diminuir consideravelmente.

    Reprodução / Via d1wvharlsiyzfl.cloudfront.net

    Especialmente se você é do tipo que não consegue se decidir por nada no mundo! Você vai pode visualizar suas peças com facilidade em um armário que não está lotadíssimo.

    4. Escolha um número de peças que te faça sentir confortável.

    Reprodução / Via pinterest.com

    No geral, a ideia é ter menos peças de roupa, então pense em um número que te faça se sentir bem, mas também que não seja uma dureza, tanto por ser pequeno demais, sem ter opções realistas, tanto por ser grande demais e você continuar indecisa do que usar. Um bom número é 40 peças. E pensando bem, quatro dezenas de roupas não é tão pouco assim.

    5. Se você não sabe por onde começar, pense no que você usa no seu dia a dia.

    6. Não inclua itens de primeira necessidade ou looks de festas.

    Reprodução / Via pinterest.com

    É natural que suas roupas íntimas, pijamas e peças de ginástica não entrem na contagem. Também não inclua seus looks de festa. Ninguém aqui quer dificultar sua vida!

    7. Leve em conta o clima na sua cidade e o seu estilo de vida.

    8. Entenda que roupas fazem você se sentir bem com você mesma.

    9. Faça um mix entre peças que combinam com tudo e aquelas que estão na moda e fazem seu coração bater mais forte.

    10. Escolher uma paleta de cores pode te ajudar.

    Reprodução / Via teoriacriativa.com

    E isso não exclui peças estampadas, ok? É só ver se há harmonia entre as cores no geral, para conseguir multiplicar suas opções.

    11. Fique calma, não é nada extremo: a ideia é trocar as peças eleitas de tempos em tempos.

    Reprodução / Via vidaorganizada.com

    Uma boa marca de tempo é três ou quatro meses, o quanto dura uma estação (mesmo se não estamos trabalhando com uma cidade com estações superdefinidas). Mas pode ser por mais tempo ou menos, vai da sua experiência. Depois desse período, você pode renovar a seleção de peças.

    Enquanto isso, guarde suas outras roupas em caixas ou malas e doe o que não combinar mais com você. Pronto: acabaram os seus problemas de armário abarrotado de roupa!

    12. Uma dica legal é criar um catálogo com as roupas do seu armário-cápsula.

    Reprodução / Via teoriacriativa.com

    Parece uma coleção de loja, mas é tudinho seu! Aliás, você pode fazer isso com todas as suas peças se estiver com ânimo. A imagem acima é com parte do armário-cápsula da Gabriela, do Teoria Criativa.

    13. Quando você usa menos peças, começa a pensar mais em qualidade e durabilidade.

    14. Não vale reduzir seu armário e continuar comprando muito: esse é também um aprendizado sobre consumo consciente.

    15. Não é maravilhoso amar tudo o que você tem no armário?

    Reprodução / Via roupalivre.com.br

    Ter um armário cápsula não deve ser uma privação, ou uma competição, ou algo extremo. É um exercício para aprender a se relacionar melhor com a moda e com o consumo, e o principal: se divertir!

    16. E, bom, talvez seja mais fácil do que você imagina.

    Contei minhas roupa e descobri que já tenho um armário cápsula. Finalmente a pobreza me colocou de acordo com as tendências da moda.

    BuzzFeed Daily

    Keep up with the latest daily buzz with the BuzzFeed Daily newsletter!

    Newsletter signup form