Posted on 26 de jun de 2018

    A Jeniffer contou como se sentiu culpada quando foi agredida pelo namorado

    Mas a atriz de "Malhação" decidiu denunciar a agressão porque sabe que muitas outras pessoas podem estar passando por situações iguais ou piores.

    Essa é Jeniffer Oliveira. Ela tem 19 anos, é atriz e está no ar em "Malhação: Vidas brasileiras".

    Jeniffer estava namorando há um mês o ator Douglas Sampaio, de 25 anos, que já fez "Malhação" e participou do reality show "A Fazenda", quando foi agredida por ele.

    Ontem, Jeniffer contou em seu Instagram como foi agredida por Douglas e postou as imagens dos hematomas.

    Reprodução / Instagram

    Jeniffer conta como no começo tudo estava muito legal, até que os dois começaram a ter discussões. "Não, eu não sabia de todas as fofocas que envolviam essa pessoa e sim, eu acreditei na versão dele. Por quê? Porque eu estava apaixonada", escreveu em relação a acusação de agressão de Douglas por uma ex-namorada em 2016.

    "Por que continuei? Porque ele tinha a maneira certa de me fazer mudar de ideia, de me convencer. Ele era fofo logo após me xingar", escreveu.

    Este comportamento é um dos sinais de ciclo de violência de relacionamentos abusivos.

    Jeniffer escreveu ainda "Eu não ia denunciar, eu não ia contar para ninguém. Eu me senti culpada!".

    Outro sinal clássico de relacionamentos abusivos: quando você passa a acreditar que tem culpa por ser maltratada.

    "Eu me senti culpada porque estava dançando!", contou Jen, que foi agredida pelo namorado alegando ter uma "crise de ciúmes". "Em hipótese nenhuma agressão é justificativa para qualquer coisa".

    A atriz conta que tentou conversar com o namorado e quase se convenceu de que estava errada. "O agressor muitas vezes consegue nos convencer", escreveu. Mas depois ela entendeu que isso não estava certo, por isso resolveu se pronunciar sobre o caso. Você pode ver o texto na íntegra aqui:

    Aqui você pode ler mais sobre os sinais de relacionamentos abusivos. Se você está em um relacionamento abusivo ou conhece alguém que está em um relacionamento abusivo, procure ajuda.

    Você pode conversar com alguém de sua confiança, ligar para o 180, a Central de Atendimento à Mulher que funciona sete dias por semana e 24 horas por dia, ou procurar uma Delegacia da Mulher.

    Segundo o Mapa da Violência 2015 | Homicídio de Mulheres no Brasil, duas a cada três vítimas de violência atendidas pelo SUS são mulheres. Mas, vale lembrar, não são apenas homens que podem ser violentos em relacionamentos.

    Veja mais:

    Want to be the first to see product recommendations, style hacks, and beauty trends? Sign up for our As/Is newsletter!

    Newsletter signup form