Updated on 10 de fev de 2020. Posted on 10 de fev de 2020

    "Parasita" entra para a história do cinema ao levar o Oscar de melhor filme

    A comédia dramática sul-coreana, enorme sucesso de público, ganhou o prêmio principal de Hollywood.

    Reprodução

    O filme sul-coreano "Parasita" ganhou o prêmio principal da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas neste domingo, em Hollywood, entrando para a história do Oscar como o primeiro filme em língua não inglesa a vencer o prêmio de Melhor Filme.

    O filme também levou para casa as estatuetas de Melhor Diretor, Melhor Roteiro Original e Melhor Filme Internacional.

    "Estou pronto para beber esta noite", brincou o diretor Bong Joon-Ho durante um de seus discursos de agradecimento.

    A comédia dramática "Parasita" conta a história da família Kim, que monta um esquema para prestar serviços à rica família Park, e acaba fazendo várias descobertas chocantes.

    O filme, uma sátira impregnada de tensões de classes e mudanças climáticas, se tornou um sucesso mundial, arrecadando mais de 100 milhões de dólares em todo o mundo. "A história é muito universal", disse Bong à revista Variety em uma entrevista recente. "É uma história sobre ricos e pobres. Mas talvez exista algo mais".

    Reprodução

    A vitória deste domingo fecha com chave de ouro um ano extraordinário para "Parasita". Em 2019, ele se tornou o primeiro filme sul-coreano a vencer a Palma de Ouro, o prêmio principal do Festival de Cannes. Venceu também o prêmio do Sindicato dos Atores dos EUA de melhor elenco de filme de cinema.

    Além de ser o primeiro filme coreano a ganhar uma indicação ao Oscar de Melhor Filme, "Parasita" é apenas o sexto filme na história a ser indicado nas categorias de Melhor Filme e Melhor Filme Internacional. No ano passado, o filme "Roma", da Netflix, também alcançou este feito, mas não levou o prêmio principal.

    O diretor Bong também fez história um pouco antes, no domingo, ao se tornar o primeiro coreano a levar para casa o troféu de Melhor Diretor.

    "Ser indicado já foi uma grande honra", disse ele ao público. "Nunca pensei que ganharia".

    Vou beber até amanhã de manhã", brincou ele.

    Mark Ralston / Getty Images

    Antes da vitória no domingo, Bong disse à Variety que esperava que as indicações chamassem a atenção dos ocidentais para o cinema do seu país.

    "O cinema coreano tem uma longa história. Existem muitas obras importantes que ainda não foram apresentadas ao público ocidental", afirmou ele. "Seria ótimo se as pessoas se interessassem mais pelo cinema coreano por causa da minha indicação".

    No mês passado, Bong anunciou que ele o diretor Adam McKay vão adaptar "Parasita" para uma série limitada de 6 horas na HBO. O diretor disse à The Wrap que o tempo estendido permitirá contar "histórias ocultas" que ele não conseguiu retratar nas telonas devido ao limite de tempo de duas horas do longa-metragem. Não ficou claro ainda se o novo projeto será em inglês ou coreano.

    Este post foi traduzido do inglês.

    TV and Movies

    Get all the best moments in pop culture & entertainment delivered to your inbox.

    Newsletter signup form