26 de set de 2018

    Ela descobriu que o caroço que mudava de lugar era um verme andando sob sua pele

    Isto é um pesadelo de filme!

    Uma mulher russa de 32 anos foi ao médico verificar o que era um caroço que vivia migrado da região dos seus olhos para o seu lábio.

    The New England Journal of Medicine ©2018 / Via nejm.org

    E eis que ela descobriu que se tratava de um VERME VIVO sob sua pele.

    Imagine acordar com uma protuberância no seu rosto. Agora imagine que essa protuberância começa a se mover sob sua pele e se mudar para outra parte do seu rosto. Então você vai ao médico e descobre que, na verdade, é um verme vivo se rastejando. Parece um pesadelo, né?

    De acordo com um estudo publicado essa semana no New England Journal of Medicine (NEJM), isso realmente aconteceu com uma mulher na Rússia. A princípio, o caroço apareceu sob seu olho esquerdo. Após cinco dias, migrou para a pálpebra; dez dias depois, moveu-se para o lábio superior, causando um inchaço visível. Ela registrou o caroço que se movia em seu rosto em uma série de fotos.

    Além de uma coceira e uma queimação localizadas, ela não apresentava outros sintomas. Após duas semanas, procurou um oftalmologista para fazer exames. Lá, recebeu uma notícia não muito boa: a protuberância em seu rosto com certeza estava se movendo e precisava ser removida cirurgicamente. Respire fundo, porque fica pior.

    Durante a cirurgia, o médico segurou o nódulo com um fórceps, cortou a pele e puxou um longo verme branco do rosto da mulher. O estudo de caso não revelou o tamanho dele (a foto está acima, no canto inferior direito), mas parece grande o suficiente. Testes revelaram que era um Dirofilaria repens — uma infecção parasitária. Felizmente, eles conseguiram tirar o verme todo e ela se recuperou completamente.

    Mas, afinal, o que é esse invasor e como ele entra no corpo?

    Dirofilaria repens é um parasita que normalmente infecta cães e gatos. Ocasionalmente, é transmitido para humanos através de picadas de mosquitos infectados.

    Ed Reschke / Getty Images / Via gettyimages.com

    D. repens é um "nematoide filarial" — também conhecido como lombriga parasitária — que, de acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), normalmente infecta cães, gatos e outros carnívoros. As larvas são transmitidas para os humanos através de picadas de mosquitos infectados.

    Quando o verme se aloja sob a pele, assumindo a forma de um nódulo ou caroço, pode se mover para várias partes do corpo: olhos, lábios, joelhos, virilha. Pode parecer nojento, mas ele normalmente não causa muitos danos além de inchaço e irritação localizados.

    Seres humanos não são hospedeiros comuns para o D. repens, o que quer dizer que eles não alojam o parasita com frequência e não oferecem condições ideais para que ele se desenvolva. Basicamente, os humanos são um beco sem saída para D. repens, então, os vermes acabam morrendo, mas isso pode levar alguns anos. O tratamento convencional é a remoção cirúrgica, mas, de acordo com o CDC, medicamentos antiparasitários também podem ser usados.

    Na verdade, há duas outras espécies de dirofilaria que podem infectar os humanos: D. immitis e D. tenuis. Estes são normalmente transmitidos por cachorros, raposas, lobos e guaxinins, e, se não forem tratados, podem causar sintomas mais sérios, como tosse, dor no peito e febre.

    D. repens é a espécie mais comum a infectar humanos, e não é tão raro quanto você gostaria que fosse. Houve mais de 3.500 casos relatados na Europa entre 1977 e 2016. A mulher do estudo de caso tinha viajado havia pouco tempo para uma área rural nos arredores de Moscou, onde acabou sendo picada por muitos mosquitos.

    É possível prevenir a infecção com D. repens se protegendo de mosquitos — mas só na Europa, na Ásia e na África. Esse parasita específico não é encontrado em outras partes do mundo.

    Joao Paulo Burini / Getty Images / Via gettyimages.com

    Se você tiver alguma dúvida ou acha que está infectado com o parasita, procure um profissional de saúde.

    Veja também:

    Você já tem o app do BuzzFeed Brasil no seu celular? Baixe gratuitamente no Android e no iOS para ver todos os nossos testes, vídeos, notícias e muito buzz.

    A tradução deste post (original em inglês) foi editada por Victor Nascimento.

    BuzzFeed Daily

    Keep up with the latest daily buzz with the BuzzFeed Daily newsletter!

    Newsletter signup form