Updated on 13 de nov de 2018. Posted on 20 de jun de 2017

    10 fotos que retratam perfeitamente como é ser um homem com depressão

    “Sempre há alguém com quem você pode conversar. Geralmente mais perto do que você pensa.”

    Em uma nova campanha, batizada de #ReachOut (#BusqueAjuda, em tradução livre), a ONG HeadsUpGuys, dedicada a ajudar no combate à depressão masculina, pediu a fotógrafos e artistas que retratassem suas próprias lutas contra a depressão e falassem sobre a importância de buscar ajuda.

    HeadsUpGuys / Via headsupguys.org

    Há diversas razões que levam muitos dos homens que estão lidando com a depressão a não buscar tratamento — e uma das maiores é porque muitos deles são levados a crer que admitir a existência de um problema de saúde mental é um sinal de fraqueza, em razão das pressões da masculinidade.

    "Lutar contra a depressão e o estigma associado aos problemas de saúde mental já é difícil, mas as expectativas irreais sobre ‘ser homem’ ou ‘aguentar as coisas’ só pioram tudo", escreveu Joshua Beharry, coordenador de projetos da HeadsUpGuys. "Para muitos homens que superaram a depressão, o momento da virada ocorreu quando eles buscaram ajuda de um amigo, parente ou profissional de saúde. Não encare essa batalha sozinho. Busque ajuda agora mesmo."

    Aqui estão algumas das fotos da campanha:

    1. “Às vezes, isso é o mais difícil. Mas, se você não buscar ajuda, nunca saberá quem estará lá para erguê-lo.”

    Nathan Milner / Via headsupguys.org

    Nathan Milner, fotógrafo de retratos de Fine Art de Melbourne, na Austrália.

    2. “Quando ficamos presos nos nossos próprios pensamentos, podemos acabar cortando as linhas de comunicação com nossos amigos e entes queridos."

    Nicolas Bruno / Via headsupguys.org

    "Para perseverarmos, devemos nos lembrar de manter essas linhas abertas, com transmissões de carinho e apoio, uns pelos outros.”

    Nicolas Bruno, fotógrafo de Fine Art de Northport, Nova York (EUA).

    3. "Não há vergonha em pedir ajuda. Somos apenas humanos e não devemos carregar todo esse peso sozinhos."

    Mike Alegado / Via headsupguys.org

    “Quando tudo parecer muito pesado e as coisas começarem a cair em cima de você, faça de tudo para pedir ajudar."

    Mike Alegado, fotógrafo de retratos conceituais e de Fine Art de Manila, Filipinas.

    4. "Nossos entes queridos conseguem nos lembrar de quem somos como um todo.”

    Joel Robison / Via headsupguys.org

    “Pedindo ajuda àqueles que se importam conosco, podemos ser lembrados de quem somos e que somos muito mais do que a depressão ou a ansiedade que estamos enfrentando."

    Joel Robison, fotógrafo conceitual da Colúmbia Britânica, no Canadá.

    (Para ver o resto da série de Joel, confira a campanha #ReachOut inteira no site da HeadsUpGuys.)

    5. "Mesmo nos momentos mais difíceis, eu posso e devo pedir ajuda aos outros."

    Rob Woodcox / Via headsupguys.org

    “Certo dia, me peguei sentado em casa pensando: 'O que será que está acontecendo na casa ao lado?' Eu estava sentado a poucos metros do meu vizinho, e mesmo assim estava sozinho. Pensei em meu tempo aqui, seja fisicamente ou on-line, se eu estava deixando alguma marca neste mundo. Após viajar até Indiana (EUA) para um encontro de fotografia, e encontrar 30 pessoas que eu ainda não conhecia pessoalmente, ficou bem claro que, mesmo nos momentos mais difíceis, eu posso e devo pedir ajuda aos outros. E que sempre é possível transformar isso em realidade.”

    Rob Woodcox, fotógrafo de retratos surrealistas e de Fine Art de Portland, Oregon (EUA).

    6. "Se isolar apenas piora as coisas."

    Tommy Ingberg / Via headsupguys.org

    "Quando todos os seus instintos lhe disserem para se retrair ainda mais, encontre e siga o caminho que vai tirá-lo da escuridão. Pode ser difícil encontrar a força para fazer isso, mas é crucial pedir ajuda.”

    Tommy Ingberg, artista visual de Nyköping/Estocolmo, na Suécia.

    7. "[Saiba] que você é digno e merecedor do amor e do apoio dos outros."

    Tsoku Maela / Via headsupguys.org

    “A imagem retrata o isolamento não como uma forma de solidão, mas como uma oportunidade de se reconectar (ou, neste contexto, de buscar ajuda), antes de tudo, consigo mesmo. Pode ser algo meio desafiador durante as crises de depressão, já que, quanto mais perto você acha que está de si, parece que está mais distante ao mesmo tempo – mas é esse processo intermediário que é crucial. Tornar-se familiarizado consigo mesmo e se valorizar. Saber que você é digno e merecedor do amor e do apoio dos outros.”

    Tsoku Maela, artista visual de Joanesburgo/Cidade do Cabo, na África do Sul.

    8. "Mesmo nos dias mais sombrios, sempre há esperança de que a ajuda possa levar a dias mais claros."

    Adam Williams / Via headsupguys.org

    “Minha própria luta com a saúde mental é, de diversas formas, minha musa inspiradora, e a série 'dias mais sombrios' é um reflexo direto disso. Apresentando nuvens negras e pesadas (a luta) transpassadas por raios de luz brilhantes (esperança, amor da família e dos amigos). Mesmo nos dias mais sombrios, sempre há esperança de que a ajuda possa levar a dias mais claros."

    Adam Williams, fotógrafo profissional de Sidney, na Austrália.

    9. "Quando você consegue articular o que está enfrentando, parece que aquilo se torna algo dissociado de você, em vez de ser uma sensação insuportável."

    Harry Woodgate / Via headsupguys.org

    “Para mim, essa obra simboliza o sentimento de leveza que acompanha ser honesto em relação ao que você está sentindo, não apenas com os outros, mas também consigo mesmo. É como as nuvens se dissipando ou uma pequena flor surgindo no meio do lixo. Quando você consegue articular o que está enfrentando, parece que aquilo se torna algo dissociado de você, em vez de ser uma sensação insuportável. Isso geralmente permite que você comece a apreciar as coisas novamente, essa 'externalização' dos seus sentimentos.”

    Harry Woodgate, fotógrafo de Fine Art e ilustrador de St Albans, na Inglaterra.

    (Para ver o resto da série de Harry, confira a campanha #ReachOut inteira no site da HeadsUpGuys.)

    10. “Sempre há alguém com quem você pode conversar. Geralmente mais perto do que você pensa.”

    Adam Hague / Via headsupguys.org

    Adam Hague, artista e fotógrafo de autorretratos conceituais de Brunei e da Inglaterra.

    Visite o site da HeadsUpGuys (em inglês) e descubra mais sobre a depressão masculina e como buscar ajuda.

    Para saber mais sobre a depressão e a ansiedade como um todo, veja aqui e aqui.

    Se você estiver lidando com pensamentos suicidas, você pode conversar com alguém do CVV pelo número 141, por chat, Skype, e-mail ou presencialmente. Veja como aqui.

    Leia também:

    Este post foi traduzido do inglês.

    BuzzFeed Daily

    Keep up with the latest daily buzz with the BuzzFeed Daily newsletter!

    Newsletter signup form