back to top

99 fatos sobre "Twin Peaks" que vão mexer com sua cabeça

"Meu tronco tem algo a dizer para você."

publicado

1. Apesar de algumas teorias de fãs, a famosa foto de Laura Palmer NÃO é a foto real do baile de ensino médio da atriz Sheryl Lee.

2. E por um motivo inexplicável, a foto de Laura Palmer na série é DIFERENTE da no longa-metragem "Twin Peaks: Os Últimos Dias de Laura Palmer".

Kimberly Wright / ABC / New Line Cinema

Se você olhar de perto, pode ver que ela está olhando para a esquerda na versão do filme.

4. E o título talvez tenha sido alterado por causa do compositor Angelo Badalementi.

Quando David Lynch disse a ele o título da série, Badalementi comentou: "David, isso parece algo que você estuda no primário. Você não pode usar este título!" Não muito tempo depois disso, a série se tornou "Twin Peaks".

5. Por questões de orçamento, após filmar o piloto em Washington, o resto da série teve que ser filmado em Los Angeles.

Na verdade, a cidade de Twin Peaks teve que ser recriada e construída como cenários em Van Nuys, na Califórnia, enquanto muitas das cenas exteriores foram filmadas em Malibu Canyon.

7. E para a 2ª temporada, eles filmaram duas revelações diferentes do assassino de Laura Palmer.

Eles queriam manter a identidade verdadeira do assassino em segredo total até mesmo do elenco e da equipe.

8. Aliás, a produção distribuiu roteiros falsos no set para o elenco e a equipe.

9. E os roteiros falsos tinham todos os tipos de "avisos" neles.

Coisas como: "Esta é a conclusão da série", "Este é o assassino", "Não compartilhe isso com seu amigo", "Destrua após [ler]" e "Não deixe isso em lugar nenhum".

11. Porém, a pergunta é respondida em uma cena excluída do filme prequel: "Twin Peaks: Os Últimos Dias de Laura Palmer".

New Line Cinema

Nas cenas especiais do Blu-ray lançado recentemente, podemos ver Annie fora do Black Lodge e no hospital. O VERDADEIRO agente Cooper, por outro lado...

12. Bob (e essencialmente toda a mitologia da série) foi totalmente acidental.

Crystal Ro / BuzzFeed / ABC

Frank Silva, que acabou interpretando Bob, na realidade era o cenógrafo. Ao fim do primeiro episódio, quando Sarah Palmer (Grace Zabriskie) se assusta com ~algo~, Silva pode ser visto no espelho atrás dela — o que foi um COMPLETO acidente. Contudo, Lynch realmente gostou daquela ~imagem~ assustadora e decidiu que Silva deveria se tornar parte do elenco.

13. A luz bruxuleante, quando o "R" está sendo removido de baixo da unha de Laura Palmer, foi totalmente acidental — apenas ocorreu um problema com a iluminação no set.

ABC

Mas Lynch disse: "Gostei disso, Ron (diretor de fotografia)! Você consegue fazer isso o tempo todo?" Daí o motivo pelo qual há sempre luzes bruxuleantes na série.

15. O padrão no chão do Black Lodge também está no primeiro longa-metragem de David Lynch, "Eraserhead".

16. E Jack Nance, que interpreta Pete Martell, foi o protagonista em "Eraserhead".

ABC, AFI/Libra Films

Até sua morte, ele também atuou em quase todos os outros projetos de Lynch, incluindo "Duna", "Veludo Azul", "O Caubói e o Francês", "Coração Selvagem" e "Estrada Perdida".

19. A personagem de Sherilyn Fenn, Audrey Horne, inspirou o filme icônico de Lynch "Cidade dos Sonhos".

ABC

Audrey deveria ter uma série spinoff sobre sua ida para Hollywood, mas acabou não acontecendo.

20. E os sapatos icônicos de Audrey eram, na verdade, oxfords pintados – Lynch queria sapatos de duas cores no estilo saddle originais, mas ninguém conseguiu encontrá-los (na região).

ABC / modcloth.com

Se você prestar atenção, as cores nos sapatos de Audrey estão invertidas com os sapatos estilo saddle ~verdadeiros~, à direita.

21. Kyle MacLachlan (agente Cooper) foi quem destruiu todos os nossos sonhos de shippar Dale e Audrey.

ABC

MacLachlan foi contra o romance planejado entre Dale e Audrey, dizendo que a personagem de Audrey, que deveria ter 18 anos, era muito jovem para ele.

22. Embora MacLachlan achasse que Fenn era jovem demais para interpretar seu interesse amoroso, Heather Graham (Annie), que ACABOU interpretando seu interesse amoroso, na realidade é cinco anos mais nova do que Fenn!

23. Audrey não apareceu no desfile de moda Miss Twin Peaks porque Fenn não gostou do enredo.

ABC

O compromisso para ao menos tê-la na cena era ter Audrey fazendo um anúncio para seu pai.

24. Sheryl Lee (Laura Palmer) era apenas uma atriz de teatro local em Washington quando fez seu papel icônico na série.

Assim como era Wendy Robie (Nadine Hurley).

26. E a personagem é uma homenagem ao icônico filme de Alfred Hitchcock "Um Corpo que Cai".

Paramount Pictures

A prima morena de Laura Palmer recebeu seu primeiro nome da personagem de Kim Novak (Madeleine) e seu sobrenome do personagem de James Stewart (John Ferguson). Novak também interpretou uma loira e uma morena em "Um Corpo que Cai".

27. Maddy também é de Missoula, Montana, que é a cidade natal de David Lynch.

28. Sheryl Lee e David Lynch até mesmo conversaram sobre ter uma TERCEIRA personagem para ela interpretar.

ABC

Lee disse: "Laura morreu e eu voltei. Depois Maddy morreu, então foi tipo: 'vamos ver o que acontece'".

29. As teorias de conspiração em torno da morte de Marilyn Monroe influenciaram a série.

United Artists

Os cocriadores David Lynch e Mark Frost estavam originalmente trabalhando em uma adaptação cinematográfica de "A Deusa", uma biografia de Monroe. Mas como não conseguiram os direitos, começaram a trabalhar em "Twin Peaks". Tanto Laura quanto Monroe eram loiras cujas mortes tiveram ~mistérios~ em torno delas. Laura morre após escrever em seu diário que revelará o caso que está tendo com Ben Horne, o que as pessoas pensam que cria um paralelo com o suposto caso de Monroe com o presidente John F. Kennedy.

31. E ele REALMENTE cortou a mão na cena onde dança com a foto de Laura.

ABC

Ele a descreve como seu "momento 'Apocalypse Now'" — referindo-se a Martin Sheen cortando a mão em um espelho quebrado neste filme.

32. O cabelo de Ray Wise começou a cair por conta da descoloração para o visual de "cabelo branco" de Leland.

ABC

O processo levou cinco ou seis horas e ele tinha que retocar as raízes a cada oito ou nove dias.

33. Mädchen Amick foi originalmente avaliada para o papel de Donna Hayward. E ainda que ela não tenha conseguido, Frost e Lynch gostaram tanto de Amick que criaram o papel de Shelly para ela.

34. Eric Da Re (Leo) é filho de Johanna Ray, que era diretora de elenco da série (e uma antiga colaboradora de Lynch).

ABC

Antes de ser escalado como Leo, ele ajudou sua mãe a escalar todos os outros papéis. Leo foi o segundo maior papel a ser escalado.

35. Eileen Hayward (mãe de Donna) é mãe de Emily e Zooey Deschanel na vida real...

38. Caleb também foi uma das poucas pessoas que realmente sabia a verdade sobre quem era o assassino.

Um diretor-assistente ligou para a casa dos Deschanel uma noite e deixou uma mensagem com Emily Deschanel sobre o "Bob assassino" e ela ficou "completamente perplexa e assustada com isso".

39. Peggy Lipton, que interpretou Norma Jennings, é mãe de Rashida Jones.

45. Harry Goaz (Andy) já foi motorista de David Lynch.

ABC

Goaz conheceu David Lynch enquanto o levava para um tributo memorial a Roy Orbison. Foi deste encontro que Lynch decidiu escalá-lo como Andy Brennan.

46. A estrela de "Veludo Azul" (e ex-namorada de David Lynch), Isabella Rossellini, deveria interpretar o papel de Josie Packard.

MGM

A personagem deveria ser uma condessa italiana — mas por questões de disponibilidade de agenda, Isabella não pôde entrar oficialmente na série.

47. Lana Budding Milford (Robyn Lively) é meia-irmã de Blake Lively na vida real.

ABC

E também é irmã de Jason Lively (Rusty, do filme "Loucas Aventuras de uma Família Americana na Europa").

49. E o personagem de David Lynch, Gordon Cole, teve seu nome em homenagem a um personagem de "Crepúsculo dos Deuses".

ABC, Paramount Pictures

"Crepúsculo dos Deuses" é dirigido por Billy Wilder, que é um dos diretores favoritos de David Lynch.

52. Steven Spielberg iria dirigir a estreia da 2ª temporada, até que David Lynch decidiu ele mesmo dirigir.

Quando Mark Frost falou com David sobre a ideia, Lynch disse: "Não, não. Eu dirigirei o primeiro. Talvez ele possa dirigir ao longo da temporada."

55. Todos os episódios dirigidos por Lesli Linka Glatter têm um evento ocorrendo no hotel Great Northern.

ABC

Isso se tornou uma brincadeira constante, já que no primeiro episódio dirigido por ela (1ª temporada, episódio 6) havia uma "reunião de negócios" islandesa acontecendo.

58. Michael J. Anderson (Homem de Outro Lugar) na verdade sabia falar de frente para trás antes de ser escalado na série – ele aprendeu a fazer isso quando era criança.

ABC

Lynch contratou um treinador para ajudá-lo a falar de trás para frente, mas no fim ele não precisava de um — e então Lynch escreveu um diálogo mais complicado.

62. Uma empresa japonesa até mesmo tentou comprar o tronco dela.

Mas ela não o vendeu e ficou com ele até sua morte em 2015 (onde ele está atualmente continua sendo um mistério).

63. Coulson também era ex-mulher de Jack Nance (Pete Martell) na vida real.

ABC

Jack Nance e Catherine Coulson foram casados de 1968 até 1976. Inclusive, a forma como ele disse "Caaaaatherine" na série era a maneira que ele costumava dizer a ela!

64. Enquanto gravava, Michael Ontkean propositalmente errava suas cenas com Joan Chen para precisar de mais tomadas.

66. O primeiro papel de David Duchovny foi como o agente trans do FBI Dennis "Denise" Bryson, na 2ª temporada.

ABC

Duchovny estava namorando Kimmy Robertson (Lucy) na época, e ela o ajudou a conseguir o papel.

67. O personagem Harold Smith foi baseado em uma série de livros chamados "The Inman Diaries" (Os diários de Inman, em tradução livre), sobre um homem chamado Harold Inman que nunca saía de sua casa.

68. Annette McCarthy (Evelyn Marsh) foi apresentada a "Twin Peaks" pela primeira vez por um amigo pessoal... o diretor Steven Soderbergh.

ABC

Ele levou uma fita de vídeo da série para ela e seu então marido, dizendo que eles TINHAM que assistir.

69. A cena onde Evelyn e James estão bebendo champanhe... bem, eles REALMENTE estavam bebendo champanhe.

ABC

A cena levou cerca de 12 tomadas, então eles estavam bastante bêbados pela tarde. McCarthy precisou ser levada de volta ao seu trailer para "deitar" um pouco.

70. Piper Laurie continuou totalmente maquiada e travestida como um "famoso ator japonês" mesmo quando NÃO estava filmando.

ABC

Lynch e Frost disseram a ela para não contar a NINGUÉM (elenco, equipe, sua própria família) sobre seu disfarce... embora as pessoas tenham descoberto cerca de um ou dois dias depois.

71. Três livros foram escritos como obras para acompanhar a série: "O Diário Secreto de Laura Palmer", "The Autobiography of F.B.I. Special Agent Dale Cooper: My Life, My Tapes" [A Autobiografia do Agente especial do F.B.I. Dale Cooper: Minha Vida, Minhas Fitas, em tradução livre] e "Welcome to Twin Peaks: an Access Guide to the Town" [Bem-vindo à Twin Peaks: Um guia à cidade, em tradução livre].

73. E foi número um na lista de best-sellers do "The New York Times" por seis semanas e vendeu meio milhão de cópias.

75. Dale Cooper não sabe o sobrenome de sua secretária Diane.

ABC

"Ocorreu-me ontem à noite... eu não sei o sobrenome de Diane", disse em sua autobiografia "The Autobiography of F.B.I. Special Agent Dale Cooper: My Life, My Tapes" [A Autobiografia do Agente especial do F.B.I. Dale Cooper: Minha Vida, Minhas Fitas, em tradução livre].

76. O livro favorito de Dale Cooper é "The Warren Commission Report: The Official Report of the President's Commission on the Assassination of President John F. Kennedy" [O Relatório da Comissão Warren: O Relatório Oficial da Comissão do Presidente sobre o Assassinato do Presidente John F. Kennedy, em tradução livre].

85. O Dr. Jacoby escreveu um livro intitulado "O Olho de Deus: Psicologia Sagrada na Mente Aborígene".

Flatiron Books

Trata-se de uma teoria que propõe a "evolução da espiritualidade nos primeiros povos nativos" por meio das plantas. (Sim, muito louco.)

87. A Rainha Elizabeth II foi (e provavelmente ainda é?) uma grande fã da série.

Segundo Paul McCartney, ela deixou sua própria festa no Palácio de Buckingham porque "Twin Peaks" estava passando e ela queria assistir.

88. Toda a música-tema tem letras.

Veja este vídeo no YouTube

A música é chamada "Falling" e é cantada por Julee Cruise — ela realmente canta partes da música durante a cena no bar, no episódio piloto.

89. E "Falling" atingiu o pico em 11º lugar na parada Billboard Alternative em 1990.

ABC

O compositor Angelo Badalamenti também ganhou um Grammy de Melhor Performance Instrumental Pop pela música.

90. Embora toda a série tenha sido filmada na costa oeste, a música foi feita em Nova York.

Em um pequeno estúdio chamado Excalibur (que não existe mais).

91. A música para o piloto também foi composta sem os músicos verem nenhuma filmagem.

O músico Kinny Landrum (sintetizador) disse: "Nós nunca fizemos uma trilha sonora vendo as imagens; tudo foi adicionado após finalizado".

92. "Laura Palmer's Theme" foi criado por David Lynch sussurrando e falando no ouvido de Angelo Badalamenti conforme o compositor tocava um teclado.

Lynch basicamente apenas descreveu uma cena melancólica e sombria. E levou apenas 20 minutos para ser escrita!

93. Em uma entrevista para a "Rolling Stone", Sherilyn Fenn admitiu que não sabia como fazer o famoso truque do cabinho da cereja e trocou por uma que já estava amarrada, escondida em sua boca. Contudo, Mädchen Amick demonstrou em diversas entrevistas na TV que ELA consegue fazer isso com muita facilidade.