back to top

10 motivos para não ficar de fora da primeira virada cultural do samba no Rio de Janeiro

Se alguém te marcou nesse post, pode ter certeza que é um convite pra sambar. :)

publicado

1. Nos dias 8 e 9 de Outubro, vamos comemorar os 100 anos do samba com a primeira virada cultural exclusiva do estilo.

MrJGSABINO (CC BY Attribution 3.0 Unported) / Via youtube.com

Ninguém sabe exatamente quando o samba nasceu. Atribuem o nascimento do samba à gravação do disco “Pelo Telefone”, em 1917. Daí o a ideia de comemorar os 100 anos do samba agora em 2016 . Não que a gente precisasse de muito motivo pra sambar, né?

2. Entre atrações, oficinas e rodas a virada vai se espalhar por toda a cidade do Rio de Janeiro.

Da Zona Sul à Zona Norte, vai ter um monte de roda de samba tradicional com participação especial de bambas como Martinho da Vila, Mariene de Castro e Jorge Aragão. Veja a programação completa aqui.
Thinkstock

Da Zona Sul à Zona Norte, vai ter um monte de roda de samba tradicional com participação especial de bambas como Martinho da Vila, Mariene de Castro e Jorge Aragão. Veja a programação completa aqui.

3. E para você que só pensa em comer: claro que vai ter muita comida típica.

LWYang (CC BY 2.0) / Via Flickr: lwy, Raul Silvestre (CC BY Attribution 3.0 Unported) / Via youtube.com

Além da tradicional feijoada na Quadra da Mangueira com entrada 0800 e pratos a 20 reais, a Feira das Yabás em Madureira também estará funcionando com 16 barraquinhas. Receitas tradicionais que remetem às raízes da cultura negra suburbana carioca. Samba no pé e quitutes na mão!

4. Ah, você não sabe sambar? Tudo bem, tem gente pra te ensinar.

ohmagif.com

De hora em hora, a partir das 14h, ao lado do metrô Carioca, o dançarino Marcelo Chocolate embala um workshop de samba de gafieira para quem não tem samba no pé. Perfeito pra levar aquele amigo/amiga que passa vergonha na roda com a galera.

5. Ah, você adora sambar? Então só chegar nas rodas.

gifsoup.com

Tem roda para todos os gostos e todos os bairros. São mais de 10 rodas de samba espalhadas pela cidade. Confira a lista de atrações confirmadas aqui.

6. Ah, você só quer ouvir um samba sentadinho batucando na mesa? Os bares estão ai pra isso.

Batalhão da Vagabundagem (CC BY Attribution 3.0 Unported) / Via youtube.com

Vai ter samba em bar sim. Ou melhor, em 40 bares!

7. E tem também bate papo com os bambas.

Entre uma música e outra, os bambas das antigas entram para contar um pouco da história do samba
Senado Federal (CC BY 2.0) / Via Flickr: agenciasenado

Entre uma música e outra, os bambas das antigas entram para contar um pouco da história do samba

8. Uma viagem pelo samba através das capas de disco mais famosas.

instagram.com

O Elifas Andreato é o cara. Ele é responsável pela ilustração e criação de inúmeras capas de discos que todo apaixonado por samba conhece muito bem. E se você quiser conhecer o trabalho dele, é só dar uma passa no metrô Carioca para conferir a exposição que ele preparou especialmente para o Batuque da Boa!

9. E um tour completo por toda a história do samba na cidade maravilhosa.

Nada melhor do que aprender sobre o samba onde ele nasceu. Durante a virada, você pode mergulhar de cabeça nos 100 anos do samba passeando pela cidade a pé e cruzando pontos cheios de histórias do ritmo. Dois grupos saem no sábado e dois no domingo do centro do Rio de Janeiro com guias que vivem e respiram samba.
sandy marie (CC BY-ND 2.0) / Via Flickr: iamdydy

Nada melhor do que aprender sobre o samba onde ele nasceu. Durante a virada, você pode mergulhar de cabeça nos 100 anos do samba passeando pela cidade a pé e cruzando pontos cheios de histórias do ritmo. Dois grupos saem no sábado e dois no domingo do centro do Rio de Janeiro com guias que vivem e respiram samba.

10. E o melhor: Todas as entradas são gratuitas! O limite é a lotação do espaço então não bobeia. ;)

The Daily Show with Jon Stewart / Comedy Central / Via alligator-sunglasses.com

Já é? Então anota ai e chama geral! 48 horas de muita cultura, gastronomia e samba no pé pelo Rio de Janeiro com o Batuque da Boa!