back to top

10 motivos para não ficar de fora da primeira virada cultural do samba no Rio de Janeiro

Se alguém te marcou nesse post, pode ter certeza que é um convite pra sambar. :)

publicado

1. Nos dias 8 e 9 de Outubro, vamos comemorar os 100 anos do samba com a primeira virada cultural exclusiva do estilo.

MrJGSABINO (CC BY Attribution 3.0 Unported) / Via youtube.com

Ninguém sabe exatamente quando o samba nasceu. Atribuem o nascimento do samba à gravação do disco “Pelo Telefone”, em 1917. Daí o a ideia de comemorar os 100 anos do samba agora em 2016 . Não que a gente precisasse de muito motivo pra sambar, né?

2. Entre atrações, oficinas e rodas a virada vai se espalhar por toda a cidade do Rio de Janeiro.

Thinkstock

Da Zona Sul à Zona Norte, vai ter um monte de roda de samba tradicional com participação especial de bambas como Martinho da Vila, Mariene de Castro e Jorge Aragão. Veja a programação completa aqui.

3. E para você que só pensa em comer: claro que vai ter muita comida típica.

LWYang (CC BY 2.0) / Via Flickr: lwy, Raul Silvestre (CC BY Attribution 3.0 Unported) / Via youtube.com

Além da tradicional feijoada na Quadra da Mangueira com entrada 0800 e pratos a 20 reais, a Feira das Yabás em Madureira também estará funcionando com 16 barraquinhas. Receitas tradicionais que remetem às raízes da cultura negra suburbana carioca. Samba no pé e quitutes na mão!

4. Ah, você não sabe sambar? Tudo bem, tem gente pra te ensinar.

ohmagif.com

De hora em hora, a partir das 14h, ao lado do metrô Carioca, o dançarino Marcelo Chocolate embala um workshop de samba de gafieira para quem não tem samba no pé. Perfeito pra levar aquele amigo/amiga que passa vergonha na roda com a galera.

8. Uma viagem pelo samba através das capas de disco mais famosas.

instagram.com

O Elifas Andreato é o cara. Ele é responsável pela ilustração e criação de inúmeras capas de discos que todo apaixonado por samba conhece muito bem. E se você quiser conhecer o trabalho dele, é só dar uma passa no metrô Carioca para conferir a exposição que ele preparou especialmente para o Batuque da Boa!

9. E um tour completo por toda a história do samba na cidade maravilhosa.

sandy marie (CC BY-ND 2.0) / Via Flickr: iamdydy

Nada melhor do que aprender sobre o samba onde ele nasceu. Durante a virada, você pode mergulhar de cabeça nos 100 anos do samba passeando pela cidade a pé e cruzando pontos cheios de histórias do ritmo. Dois grupos saem no sábado e dois no domingo do centro do Rio de Janeiro com guias que vivem e respiram samba.