go to content

15 dicas de viagem que todo introvertido precisa saber

Tirar uma soneca nas férias é totalmente aceitável.

publicado

Se você é introvertido, viajar naturalmente é uma experiência ~incrível~, mas às vezes também pode ser bastante desafiadora.

Swissmedia / Getty Images

Afinal, mesmo que você seja um introvertido que adora conhecer novas culturas e novas pessoas, você também pode perder energia em situações sociais e precisar de tempo sozinho para reorganizar as ideias e recarregar as baterias depois dos passeios. Isso pode ser mais difícil de encontrar quando você está na estrada, fora de sua rotina habitual.

1. Reserve tempo para não fazer nada em seu itinerário de viagem.

Bravo

Se estiver viajando com um grupo, você talvez queira optar por evitar algumas atividades (de preferência, as menos importantes). Tipo, talvez você não precise jantar com o grupo todas as noites. Ou, se eles forem ver algo em que você não tem nenhum interesse, não há problema em ficar e recarregar as baterias.

"Você pode ter medo de ficar de fora, mas permita-se lidar com esse medo em vez de ceder a ele. Passar tempo sozinho ajuda você a se reabastecer, e isso é muito importante", explica Helgoe.

2. Explore do suas próprias vontades em vez de fazer passeios em grupo.

Warner Bros.

Passeios em grupo são ótimos, para pessoas que gostam de passeios em grupo. "Mas a maioria dos introvertidos são observadores apaixonados, o que significa que eles ficam muito bem no meio de pessoas — desde que eles não façam parte da multidão", explica Helgoe.

Na prática, isso significa que você talvez prefira simplesmente vagar sozinho e captar a vibração geral de seu destino por conta própria, em vez de ter alguém lhe dizendo tudo sobre ele. Caso contrário, se estiver preocupado em perder informações cruciais, experimente usar aplicativos turísticos, como o Detour e o Field Trip.

3. E, ao fazer isso, prefira guias locais.

"Mais uma vez, muitos introvertidos são realmente apaixonados por apenas ficar observando, e é mais fácil fazer isso em um lugar comum do que em um grande ponto turístico", explica Helgoe. "Apenas olhar para os padrões no modo como as pessoas se movimentam em espaços públicos é uma arte em si. Você consegue ter uma noção de como é a vida em um lugar diferente", continua ela.

Se você não tiver certeza sobre onde encontrar os pontos locais, encontre alguns blogueiros que fazem esse tipo de viagem e veja o que eles têm a dizer. Ou confira estas formas geniais de encontrar comida local quando estiver viajando.

4. Se você estiver viajando com alguém extrovertido, faça questão de fazer suas próprias coisas às vezes.

Anna Borges / BuzzFeed Life

"De modo geral, os extrovertidos querem 'fazer coisas' e se envolver, ao passo que os introvertidos preferem relaxar e absorver o ambiente mais lentamente", diz Helgoe. Isso significa que, se vocês ficarem juntos durante toda a viagem, você talvez não consiga ter o tempo sozinho de que necessita para recarregar as energias, o que significa que você pode ficar desnecessariamente mal-humorado.

"Eu e meu marido costumamos passar a manhã separados. Ele sai para ver algo, e eu tenho meu momento de sossego. Ao meio-dia, nós estamos prontos para estar juntos novamente", explica Helgoe. Claro, você não precisa copiar o cronograma exato de Helgoe — seja você mesmo —, mas é importante encontrar um que funcione.

5. Leve um diário.

Lolostock / Getty Images

"Os introvertidos gostam de refletir e processar o que está acontecendo — nós gostamos de estar lá e saber que estamos lá", explica Helgoe.

Uma ótima maneira de fazer isso: Leve seu diário para uma lanchonete ou cafeteria e simplesmente escreva seus pensamentos do momento. "O que costuma acontecer quando você está de férias é que você acaba se sentindo deprimido no início. Isso acontece porque você estava super ocupado e, em uma viagem, você finalmente tem espaço para sentir as coisas; por isso, tudo que ainda não foi resolvido pode vir à tona. Escrever pode ser uma maneira maravilhosa de processar isso, e eu acho muito importante que os viajantes tenham um diário à disposição para ajudar a tornar isso possível", continua ela.

6. Fique em um Airbnb em vez de se hospedar em um hostel.

authenticthievery.tumblr.com

Os hostels são uma ótima maneira de conhecer pessoas, mas muitos introvertidos não estão super interessados ​​em toda essa socialização; então, ficar em um Airbnb privativo é uma ótima solução. "Além disso, lembre-se de que os introvertidos gostam de observar; assim, hospedar-se na casa de alguém alimenta o observador em nós", explica Helgoe. "Isso realmente proporciona a autêntica experiência que nós almejamos."

7. Se o Airbnb não for uma opção, fique em uma pousada, mas ligue com antecedência.

raestarshines.tumblr.com

Pousadas são uma ótima maneira de obter uma dose da cultura local, exceto quando os anfitriões insistem em ficar te mostrando tudo em volta, ou tentando fazer você "se sentir em casa", conversando com você. o. tempo. todo. O conselho de Helgoe: ligue com antecedência.

"Eu costumo ligar com antecedência e explicar que estou procurando um lugar onde eu possa ficar sozinha e, em seguida, peço para explicarem como eles trabalham. Tipo, o café da manhã é em grupo, ou tudo bem comer sozinho?", diz Helgoe. Os anfitriões costumam ser bem sinceros com você, então é melhor ser direto sobre o que você está procurando desde o início.

8. Em todo, tente ficar perto de uma boa cafeteria.

NBC

Cafeterias são muito atraentes para os introvertidos, pois são locais perfeitos para uma observação tranquila. "Eu costumo fazer meus planos de viagem com base na presença de boas cafeterias", revela Helgoe. "Eu adoro lugares onde eu possa sentar e escrever e observar e desenhar; eu procuro aqueles lugares onde você pode tomar uma bebida quente sozinho, sentar-se confortavelmente e comer." E você também deve fazer isso.

Além disso, dica avançada: cafeterias geralmente ficam cheias de pessoas que sabem sobre todas as coisas legais que acontecem na cidade. Pergunte ao seu barista ou mesmo a um cliente sobre as melhores livrarias ou aquele restaurante tranquilo que os turistas não conhecem, e é provável que eles tenham uma resposta.

9. Leve um item familiar, como um travesseiro, em sua viagem.

retzam589.tumblr.com

"Saber que você tem uma coisa familiar com você geralmente é reconfortante", explica Helgoe. E esse conforto se traduz em uma facilidade durante toda a sua viagem. "Pode ser um par de chinelos, uma mantinha acolhedora ou um travesseiro — seja lá o que for", diz ela.

Ahhh.

10. Leve um livro, fones e tampões de ouvido no avião.

Anna Borges / BuzzFeed Life

Veja bem, você pagou sua passagem, então você pode fazer o que quiser, incluindo ignorar seu vizinho de viagem que não para mais de contar a história de vida dele para você (TOTALMENTE DESNECESSÁRIO).

Então, coloque fones de ouvido, enfie o nariz em um livro, use uma máscara de dormir, ou seja lá o que for, mas lembre-se de que você não está sendo rude. Não há problema em fazer suas coisas. "Você pode sorrir e ser educado, mas, depois, volte para suas coisas sem se preocupar", confirma Helgoe. Se a pessoa continuar falando, perca a vergonha e diga que você está ocupado lendo, e ela vai entender a dica. Não é problema seu, nem sua obrigação entreter pessoas que você nem conhece (a menos que você queira).

11. Leia obras da literatura sobre seu destino antes de ir.

imchristinetin.tumblr.com

Por exemplo, antes de ir a Paris, leia Paris é uma Festa, de Hemingway. "Os introvertidos são verdadeiros amantes de ideias, de modo que tentar encontrar os lugares mencionados no livro e reconhecer as referências culturais realmente enriquece toda a experiência de viagem", explica Helgoe.

E esse processo de aprendizagem é muito importante para seu bem-estar geral enquanto você estiver fora de casa. "Nós pensamos nas férias como algo vago", continua ela, "como um momento em que não devemos pensar. Mas as experiências mais ricas muitas vezes são aquelas em que estamos aprendendo sobre o novo mundo que estamos adentrando", continua ela.

Clique aqui e aqui para mais ideias do que ler antes de viajar.

12. Leve uma boa câmera.

movieclick.tumblr.com

Ficar atrás de uma lente é uma maneira fácil de interagir com as pessoas sem ter de se concentrar em conversa fiada, um grande "eca" para os introvertidos. "Documentar um momento atrás da câmera é uma ótima maneira de experimentá-lo sem ter de estar totalmente lá em termos de elemento social", diz Helgoe.

O conselho dela: escolha um item que você deseja fotografar, como portas ou táxis legais, e tire quantas fotos dessas coisas você puder em sua viagem. "Ter algo para prestar atenção torna toda a viagem mais interessante", explica Helgoe. Além disso, você pode fazer um belo álbum ou mural de fotos depois de voltar para casa.

14. Vá a algum lugar em que você não conheça ninguém.

Claro que é divertido visitar cidades onde você tem parentes ou amigos da faculdade. Mas é uma verdadeira alegria quando você pode andar em uma loja ou bar e não conhecer ninguém.

"Há algo de muito indulgente em estar cercado de pessoas, e não ter ninguém falando com você. É uma sensação muito legal", explica Helgoe. Em outras palavras, ficar sozinho, sem a menor ~possibilidade~ de encontrar alguém conhecido é praticamente o maior sentimento de liberdade que você poderia ter.

15. Ou simplesmente fique no meio da natureza.

Wassiliy / Getty Images

De modo geral, os introvertidos amam estar em lugares desertos, porque você tende a se mover mais no ritmo da natureza, mesmo que você não necessariamente faça isso em sua vida diária.

"Quando estamos perto de outras pessoas, somos puxados para dentro do ritmo delas. Podemos falar mais rápido do que queremos... então, viajar para a natureza nos ajuda a acertar nossos relógios", explica Helgoe. Isso é sempre bom.

Every. Tasty. Video. EVER. The new Tasty app is here!

Dismiss