back to top

16 histórias de fantasmas da vida real que vão te deixar arrepiado

AH NÃO.

publicado

Pedimos ao pessoal do BuzzFeed Community para nos contar sobre suas mais estranhas experiências paranormais. Aqui estão os resultados super assustadores.

1. O impostor:

Acordei uma noite com vontade de fazer xixi, e levei meu telefone para o banheiro. Enquanto caminhava pelo corredor e digitava uma mensagem, topei com uma menina com um vestido branco. Eu não olhei para cima, disse "desculpe" e continuei. Ocorreu-me momentos mais tarde que eu estava sozinha em casa e não no meu movimentado colégio. No dia seguinte, quando meu namorado veio me buscar para o cinema, ele perguntou por que eu estava olhando para ele através da janela do segundo andar e por que eu tinha trocado o meu vestido branco. E eu nem tenho um vestido branco.

rcarrillo

2. O intruso:

Eu estava sozinha em casa assistindo TV quando vi algo se movendo no quarto principal. Forcei os olhos para ver um homem saindo do armário para o outro lado do cômodo. Ele parou, olhou para mim, colocou o dedo nos lábios e, em seguida, virou-se. Havia sangue em seu rosto e ele estava sem a parte de trás da cabeça. Ele desapareceu de volta para dentro do armário. Nós nos mudamos quando descobrimos que o pequeno buraco misterioso no teto do nosso quarto estava ali porque um inquilino anterior havia se matado bem ali.

jlmcmorrough

Publicidade

3. O cliente mais amigável:

Eu sou uma agente funerária. Minha experiência mais perturbadora foi quando eu estava preparando uma criança para um velório e eu senti alguém puxando meu cabelo. Alguns minutos depois, ouvi uma risadinha e a porta se fechou. Todas as minhas máquinas pararam e tudo ficou quieto. Depois que eu terminei e o corpo estava vestido, eu senti um toque no meu ombro e calor em torno da minha cintura, aproximadamente onde uma criança estaria se estivesse abraçando você.

briw45

4. Os rastejantes noturnos:

Quando eu era criança, minha família se mudou para um apartamento onde um assassinato tinha ocorrido antes de nós morarmos lá. Todas as noites, a minha irmã mais velha me fazia fechar a janela do nosso quarto, e, quando eu olhei para fora, eu vi três rostos olhando para mim. Eles não tinham cabelo, nariz ou boca. Eles só olhavam, mas nunca fizeram nada. Bem, alguns meses atrás, minha família estava falando sobre esse apartamento, e eu mencionei os rostos. Minha irmã se virou para mim, chocada — ela disse que ela os viu também, e é por isso que ela sempre me pediu para fechar a janela.

angelicac4

5. A mãe misteriosa:

Alguns anos atrás, eu estava no segundo andar da casa da minha mãe jogando no computador quando ouvi a porta da frente abrir e minha mãe entrar. Ela gritou, "Amber! Estou em casa", e parecia estar com dificuldade para carregar alguns pacotes. Eu corri para baixo para ajudá-la... mas ela não estava lá. Nem sequer o carro dela estava na garagem.

— Amber Rodriguez, Facebook

Publicidade

6. A ação do diabo:

Dois anos atrás, eu estava meio dormindo quando senti como se estivesse sendo puxada para fora da minha cama pelas minhas pernas. De repente, eu levantei e comecei a me sacudir violentamente! Levei alguns minutos para recuperar o fôlego e foi tão violento que minha mãe acordou para ver o que estava acontecendo comigo. AQUI ESTÁ A PARTE MAIS ASSUSTADORA: Na manhã seguinte, minha mãe disse que ela não se lembrava do meu ataque de tosse, mas ela me disse que teve um sonho em que o DIABO ESTAVA TENTANDO ME LEVAR PARA LONGE DELA. QUE MERDA.

mawio

7. A guerra de sussurros:

Quando eu era criança, eu vivia apenas com a minha mãe. Em algumas noites, depois que ela ia para a cama e desligava todas as TVs, eu ouvia um homem e uma mulher casualmente terem uma conversa tranquila em nossa cozinha. Eu sempre tinha que me concentrar muito para ter certeza de que eu estava realmente ouvindo alguma coisa, porque era um som tão baixinho que eu não conseguia distinguir as palavras. Isso continuou por anos, e eu pensei que a minha mãe não acreditaria em mim se eu contasse. Depois que nos mudamos, eu finalmente disse a ela — ela disse que sempre ouviu a mesma coisa.

laurab4

8. O cenário estático:

Alguns anos atrás, eu estava visitando meu irmão e sua família, que moravam em uma antiga casa vitoriana. Eu estava me aconchegando com minha sobrinha em um futon na sala de jogos quando, de repente, no meio da noite, a TV ligou, no último volume, com uma tela estática. Minha sobrinha de três anos de idade pulou da cama e correu para a TV, desligando-a. Quando lhe perguntei como ela sabia que a TV ligaria, ela encolheu os ombros, dizendo: "Eles a ligam toda noite a essa hora" e caiu de volta no sono.

christinaelstong

Publicidade

9. O medo do telefone:

Minha mãe e eu estávamos trabalhando um dia na nossa loja quando o celular dela tocou. O identificador de chamadas disse "CASA", com o nosso número embaixo. Ela me olhou calmamente e perguntou: "Quem está em casa?" Meu pai estava no trabalho. Minha irmã estava na faculdade. Minha avó, que morava com meus pais, tinha falecido cerca de seis meses antes. Mas então me lembrei — nós não tínhamos um telefone em casa, porque depois de minha avó morreu, minha mãe desligou o telefone fixo, já que todos nós tínhamos celulares. Quando ligamos para o número de volta, ele tinha sido desconectado.

kellyh

10. Siri, a médium:

Minha mãe meu deu meu primeiro iPhone logo antes de falecer. Depois que ela se foi, alguma vezes acontece de eu encontrar a Siri aberta com uma pequena conversa na tela. Isso aconteceu várias vezes. Um dia, eu estava com medo porque estava começando meu novo emprego, e deixei meu telefone na mesa ao meu lado. A Siri estava aberta e a tela disse: "O que você está fazendo?". Comecei a chorar — "O que você está fazendo?" era a frase que minha mãe e eu costumávamos usar para cumprimentar uma à outra no telefone.

hawright43

11. O fantasma agradável:

Eu tinha um vizinho que era um senhor adorável. Ele sempre trabalhava em seu jardim, e eu passava pela casa dele todos os dias, por isso nos falamos muitas vezes. Um dia eu o vi e disse "Olá", mas ele não respondeu. Não querendo incomodá-lo, eu fui para casa. Poucos dias depois, vi uma van de remoção e pessoas do lado de fora de sua casa. Me disseram que o homem tinha ido caminhar há uma semana, teve um ataque cardíaco e morreu. Eles tinham acabado de recuperar seu corpo. Ele já estava morto havia uma semana, mas eu o tinha visto há poucos dias atrás.

mblackburn877

12. O salvador inesperado:

Na faculdade, eu morava em um dormitório claramente assombrado. Uma noite, enquanto minhas companheiras de quarto estavam fora, eu fui seguida por um cara em quem eu havia dado um fora numa festa. Ele estava bêbado e ficou agressivo depois que eu disse para ele para sair, agarrou meus pulsos e me jogou contra a minha cama. Mas antes de qualquer coisa acontecer, ele foi arrancado de cima de mim. Havia duas grandes bolhas em seus ombros com o formato de mãos, como se alguém o tivesse agarrado e puxado para trás. Ele saiu correndo e, como eu estava deitada na cama chorando, senti uma presença muito maternal esfregando minhas costas. Eu estava muito perturbada para me importar com o que poderia ter sido.

morgank4

Publicidade

13. O aconchego super assustador:

Alguns anos atrás, meu namorado e eu inexplicavelmente acordamos em pânico no meio da noite. Olhamos um para o outro e, naquele momento, uma grande foto emoldurada pendurada na parede caiu no chão. Eu disse a ele que estava tendo um pesadelo terrível onde ele estava sendo esfaqueado até a morte. Ele ficou assustado, dizendo que estava tendo exatamente o mesmo sonho, só que era eu quem estava sendo esfaqueada. Mais tarde, nós dois ouvimos minha mãe gritando lá embaixo. Ela parecia com medo e continuou chamando meu nome. Isso foi particularmente assustador porque morávamos na Califórnia, e minha mãe morava na Inglaterra. Ninguém estava dentro da casa além da gente. Ele nunca mais dormiu na minha casa.

penelopet4

14. O pesadelo dos números:

Quando meu filho tinha alguns meses de idade, eu estava tentando gravar sua risada no meu telefone. Eu costumava pular com ele no meu joelho e dizer números antes de cada pulo. Quando eu voltei a gravação, podia ouvir meu filho rindo enquanto eu contava, "Um, dois, três..." e depois de eu dizer "três", pude ouvir uma voz masculina dizer claramente: "Quatro". Não havia mais ninguém em casa e a TV não estava ligada. Quando eu reproduzi o áudio para a minha amiga, ela fico arrepiada.

staceyjw

15. O medo de fast-food:

Eu estava dormindo sozinha em um quarto que dividia com minha irmã de seis anos de idade, mas ela não estava em casa. Ela tinha uma caixa registadora de brinquedo do McDonald's com um rádio do drive-thru que tocava uma gravação se você apertasse um botão. Eu estava cochilando quando ouvi, "Bem-vindo ao McDonald's, posso fazer o seu pedido?" de dentro do nosso armário. Eu procurei, tirei o brinquedo para fora da caixa e o desliguei antes de colocá-lo em uma prateleira onde ninguém conseguiria mexer nele. Cerca de 20 minutos mais tarde, eu estava caindo no sono e ouvi um sussurro: "Eu gostaria de Chicken McNuggets, por favor". Pode apostar que eu saí correndo de lá.

cameronr4

16. E Margie, o fantasma camarada:

Eu costumava compartilhar uma rota de entrega de jornais com meus irmãos, e nós entregávamos a uma senhora chamada Margie. Como ela era velha e vivia sozinha, um de nós levava o jornal para dentro e via como ela estava. Um dia eu entrei e ela estava dormindo na cama, então eu coloque o jornal sobre a mesa e saí. No dia seguinte, ela estava dormindo de novo e não tinha aberto o jornal do dia anterior. No dia seguinte, eu fui e Margie estava acordada. Ela disse que estava muito feliz e me deu um abraço. Mas na manhã seguinte, havia carros do lado de fora de sua casa. Aparentemente, Margie tinha morrido em sua cama, três ou quatro dias antes — eu tinha falado com ela e a abraçado havia cerca de 24 antes, quando ela já estava morta.

— Sejl Ó Longáin, Facebook

Nota: Os depoimentos foram editados por questões de tamanho e/ou clareza.

Every. Tasty. Video. EVER. The new Tasty app is here!

Dismiss