back to top

19 coisas sobre a depressão que a cultura pop quase sempre entende errado

Algum personagem quer fazer terapia? Fácil! Não há problemas para pagar pelo tratamento ou encontrar o profissional certo. QUEM DERA.

publicado

Perguntamos às pessoas do BuzzFeed Community o que mais as irritavam na representação da depressão em filmes, séries de TV e livros. Abaixo, o que nos disseram:

2. Personagens com depressão estão quase sempre reduzidos a estarem ~tristes~.

BritneySpearsVEVO / Via giphy.com

Talvez raiva, entorpecimento, dor física, perda de interesse em coisas que você ama, incapacidade de se concentrar, mudanças no padrão de sono e qualquer outro dos sintomas associados à depressão na vida real não sejam suficientemente interessantes para personagens de ficção? Ou algo assim???

ashtonw277


"Por que essas lágrimas vêm à noite?"

3. Na maioria das vezes, a depressão é desencadeada por um grande trauma.

Netflix / Via pinterest.com

Algo grande e traumático ocorre na vida de um personagem e BUM, eles têm depressão. Sim, a depressão pode ser desencadeada por traumas, mas muitas pessoas não têm um "motivo" para estarem deprimidas, elas apenas estão. E NÓS NUNCA VEMOS ISSO RETRATADO.

fuxxlecat

Publicidade

4. E, por isso, a depressão sempre culmina com uma grande explosão ou colapso.

FOX / Via giphy.com

Você sabe, com uma grande revelação com muito choro ou quebras de espelhos e gritos de: "VOCÊ NÃO ENTENDE!". Porém, para a maioria das pessoas, a depressão lentamente chega e, quando você percebe, ela já se instalou.

jillianb16

"Estou sozinha. Estou sozinha. Estou sempre sozinha."

5. Ou se um personagem finge que está tudo bem e não sucumbe à depressão, ele é retratado como forte e corajoso .

katyperryprismtour.wordpress.com / Via rebloggy.com

"Às vezes na vida quando as pessoas perguntam como você está, você só diz 'tudo bem'."

Com muita frequência, suportar a depressão sozinho e se recusar a aceitar ajuda é retratado como... uma coisa admirável? Tipo, como assim?

6. Na verdade, as partes chatas do tratamento para a depressão quase nunca são retratadas.

Fox Searchlight Pictures / Via giphy.com

Tudo bem, algumas das realidades da depressão – como não poder sair da cama, não ter energia para escovar os dentes ou passar o dia sem sentir nada – não seriam atraentes para a TV, mas deve haver ALGUMA maneira de mostrar isso.

svandal

7. A depressão é tratada como um traço sedutor ou misterioso que chama a atenção de um interesse amoroso.

The CW / Via agusheredia.tumblr.com

Porque estar deprimido = ser uma pessoa ~tragicamente linda~, obviamente.

khlaw1993

" – Você é forte. Você é linda. Você é boa.
– Não, eu não sou."

Publicidade

8. E ENTÃO AQUELE INTERESSE AMOROSO SEMPRE ~CONSERTA~ A PESSOA COM DEPRESSÃO.

E4 / Via giphy.com

Tipo, que se dane a terapia e os remédios, TUDO O QUE VOCÊ PRECISA É DE AMOR PARA TE TIRAR DESSA SITUAÇÃO!!!! Argh.

sarahc449ee4c73

"Eu nunca vou achar ninguém, né?"

9. Se o tratamento É explorado, ele é sempre fácil e direto.

Vadimguzhva / Getty Images

Algum personagem quer fazer terapia? Fácil! Não há problemas para pagar por um tratamento ou encontrar o profissional certo. QUEM DERA.

svandal

10. Falando em terapeutas, eles geralmente são retratados como muito inúteis.

Walt Disney Pictures / Via tenor.com

Sim, encontrar um terapeuta que você goste É uma luta, e seria ótimo ver isso nas telas. No entanto, com muita frequência, os terapeutas são mostrados como não profissionais e incompetentes.

—Noor Ansari, Facebook


"E como você se sente sobre isso?"

11. Quando o tratamento é mostrado de forma positiva, é sempre super linear e RÁPIDO.

E4 / Via giphy.com

Não seria bom se tudo o que você precisasse para tratar sua depressão fosse aceitar que você teve um problema, buscar ajuda e cuidar dela em algumas semanas?

svandal

"eu me sinto tão bem"

Publicidade

12. Não há muitos exemplos de pessoas com depressão "que levam uma vida normal", só de pessoas cuja depressão desestabiliza suas vidas completamente.

Channel 4 / Via imgur.com

A depressão pode ser completamente debilitante, mas, ao mesmo tempo, muitas pessoas lidam com doenças mentais enquanto navegam no dia a dia, muitas vezes sem que ninguém saiba.

thaisisacatindisguise


"Como eu me sinto? Vazio? Sim. Assustado? Sim. Sozinho? Sim. Só mais um dia comum."

13. Praticamente todos os personagens deprimidos também são suicidas em algum momento.

ABC Family / Via rebloggy.com

Talvez porque isso é mais ~dramático~? Ainda que a depressão seja um fator de risco para o suicídio, nem todas as pessoas com depressão são suicidas.

madisonmls


"Eu quero morrer."

14. Mais frequentemente do que não, um personagem com depressão se encaixa em um estereótipo específico.

The Geffen Film Company / Via underworldwonderland.tumblr.com

Por exemplo, como um personagem obscuro e perturbado ou um adolescente ~emo~. TIPO, OI? A DEPRESSÃO PODE AFETAR QUALQUER PESSOA.

kelbell63


"Eu sou estranha e incomum"

15. E mesmo quando há representações precisas da depressão, na maioria das vezes, os personagens são brancos.

Alcon Productions / Via tenor.com

Mais diversidade na representação da saúde mental, por favor.

kerriej3


"Eu só quero me sentir bem, feliz e viva."

Publicidade

16. Remédios são tratados como uma coisa maligna, que altera a personalidade e que deve ser evitada a todo custo.

E4

Parece que um enredo sobre depressão não está completo sem um personagem jogando dramaticamente seus antidepressivos na privada e dando descarga.

4377

19. E, finalmente, a maior parte disso é abrangida no espaço de um Episódio Muito Especial — ou, com sorte, um pequeno arco — e então esquecida para sempre.

youtube.com

Porque, ei, mostrar a depressão como uma luta em andamento que requer acompanhamento seria... muito trabalhoso? Ou algo do tipo?

natasham12

"e agora de volta à nossa programação regular."

Publicidade

Observação: Este post foi inspirado por sugestões do BuzzFeed Community, mas não inclui citações diretas dos usuários.

Se você sente que precisa conversar com alguém, ligue para o CVV (Centro de Valorização da Vida) no número 141 ou entre no site www.cvv.org.br via chat, VoIP (Skype) e e-mail. Se estiver no Rio Grande do Sul, ligue 188.

Este post foi traduzido do inglês.