back to top

21 coisas que todo mundo que tem uma vagina deveria saber sobre Kegels

Aposto que você não vai terminar de ler este post sem contrair a sua vagina.

publicado

1. Os exercícios de Kegel foram criados na década de 1940 e fortalecem o assoalho pélvico, isto é, os músculos que dão apoio à sua bexiga, útero e intestinos.

Showtime / Via bisexualpolar.tumblr.com

Da mesma forma que uma rotina comum de exercícios, quanto mais você se exercitar, mais forte seu assoalho pélvico ficará, conforme Mary Jane Minkin, obstetra, ginecologista e professora da Faculdade de Medicina de Yale contou ao BuzzFeed Saúde. E ter um assoalho pélvico forte é necessário não apenas para segurar seus órgãos no lugar, mas também é bom por vários outros motivos (chegaremos lá daqui a pouco).

2. Mas a maioria das pessoas faz os exercícios de Kegel do jeito errado.

Comedy Central / Via irockirockirock.tumblr.com

A maior parte das pessoas acredita que estão fazendo os exercícios de Kegel quando estão apenas contraindo os músculos ao redor, como das coxas, glúteos ou abdominais, conforme a fisioterapeuta Jill Hoefs, dona do Body Align Physical Therapy e autora do livro Your Best Pregnancy declarou ao BuzzFeed Saúde.

Para encontrar os músculos certos, tente parar seu xixi no meio do jato da próxima vez que você for ao banheiro. Os músculos que você usa para fazer isso são aqueles que você precisa usar ao fazer os exercícios de Kegel. Dito isso, não crie o hábito de fazer exercícios de Kegel no banheiro, já que começar e interromper seu fluxo de urina pode levar a infecções na bexiga, diz Hoefs.

3. Você precisa contrair e levantar seu assoalho pélvico como se fosse um elevador.

NBC / Via edhelmssexualfrustration.tumblr.com

"Imagine esse elevador subindo por dentro do seu corpo, segure o elevador e deixe-o descer novamente", diz Minkin. O "levantar" é o importante aqui. Muitas pessoas cometem o erro de empurrar o assoalho pélvico pra baixo ou apenas contraí-lo, o que não é eficaz.

4. Você também pode pedir para sua ginecologista conferir sua ~técnica~.

Leva só uns dois segundos para seu ginecologista dizer se você está usando os músculos certos e ele pode te orientar caso você esteja com dificuldade, portanto pergunte na sua próxima consulta, diz Minkin. O médico também pode dizer como anda seu tônus pélvico, se você estiver curiosa para saber se está fortinha lá embaixo.

5. Na verdade, dá para ver seus músculos trabalhando se você estiver fazendo certo.

Comedy Central / Via southpark.wikia.com

De acordo com Hoefs, se você quiser conferir seus exercícios de Kegel em ação, basta deitar-se de costas com um espelho no meio das pernas. Se você estiver fazendo tudo certo, você verá o que se conhece por "aceno clitoriano" e uma "piscada anal" — ou seja, seu clitóris baixando e seu ânus apertando e ficando menor. ~Nunca é demais saber.~

6. Você pode se exercitar onde quiser.

Cards Against Humanity / Via dollyhardon.tumblr.com

Não faz diferença se você se exercitar de pé, sentada ou deitada, portanto faça o que for mais confortável para você, diz Hoefs. "Você pode se exercitar quando e onde quiser. Ninguém vai saber o que você está fazendo", ela diz. Portanto, vale fazer em qualquer lugar desde que você não se importe em contrair secretamente a sua vagina.

7. Tonificar o assoalho pélvico é importante para evitar incontinência urinária — desculpe dizer, mas você provavelmente terá que enfrentar isso em algum momento da sua vida.

reddit.com

Pessoas com vaginas são praticamente projetadas para a incontinência, diz Minkin. "A distância da sua bexiga até o mundo exterior é minúscula, apenas uns poucos centímetros, e você ainda caminha sobre duas pernas com sua bexiga pressionada para baixo". O que quer dizer que, em algum ponto da sua vida — seja devido à gravidez, idade ou outros problemas — você irá precisar de um assoalho pélvico forte para impedir que você faça xixi nas calças.

8. Você pode se exercitar durante o sexo, portanto se solte.

Claudie Ossard Productions / Via imgur.com

Às vezes facilita se exercitar com algo sólido para apertar, como o pênis de um parceiro ou um brinquedo, diz Hoefs. E já que o ~apertão~ extra pode ser prazeroso para o parceiro, essa é uma forma de unir o útil ao agradável.

9. Na verdade, eles vão melhorar sua sensação sexual em geral.

animatedtext.tumblr.com

Não há dados concretos de que os Kegels ajudem a melhorar o orgasmo, já que nem todo mundo consegue gozar só com penetração, mas seus órgãos genitais definitivamente funcionarão melhor. "Quando os músculos são mais fortes, você tem mais fluxo sanguíneo na área e isso vai melhorar a sensação sexual", diz Hoefs. Tradução: o sexo só melhora.

10. No mínimo, é bom começar a se exercitar durante a gravidez quando as coisas começarem a ficar loucas lá embaixo.

NBC / Via millsbizz.tumblr.com

Não importa o quão forte seu assoalho pélvico seja normalmente, carregar um bebê nesses músculos irá enfraquecê-lo. E se o seu assoalho pélvico não for forte o bastante, você irá começar a vazar urina e fezes, diz Hoefs. Os exercícios irão aliviar um pouco do stress e depois da gravidez, eles ajudarão a devolver a força normal ao seu assoalho pélvico.

11. Você também pode adquirir o hábito de contrair antes de espirrar, entre outras coisas.

instagram.com

"Mesmo que você não se exercite sempre antes de ir dormir ou enquanto estiver dirigindo, é bom praticar os movimentos antes de tossir, rir, espirrar e todas as vezes em que a chance de incontinência é maior", diz Hoefs. "É uma boa prática para manter um assoalho pélvico fortalecido".

12. Os Kegels não necessariamente apertam sua vagina, mas eles melhoram o "tônus" e te capacitam a manter aqueles músculos mais apertados.

E! / Via jennifer-does-crackships.tumblr.com

Você provavelmente já ouviu que os Kegels podem fazer com que sua vagina fique mais apertada, mas a menos que você esteja constantemente flexionando, não pense que você estará andando por aí com uma vagina revestida de ferro. Dito isto, quanto mais você se exercitar, mais tonificados seus músculos ficam e você acaba conseguindo 'apertar mais forte'", diz Minkin.

13. Algumas pessoas não deveriam fazer exercícios de Kegel.

instagram.com

Se você sente sua vagina dolorida ou apertada durante o sexo, os exercícios de Kegel não são para você. Por exemplo, pessoas com distúrbios como o vaginismo já têm contrações dolorosas nos músculos vaginais. "Se os músculos não conseguem relaxar, a última coisa que você vai querer é continuar fortalecendo-os", diz Hoefs. Em vez disso, consulte seu médico para tratar o vaginismo, já que ninguém deveria ter que conviver com dor pélvica.

14. A rotina de cada uma vai ser diferente, mas em geral, você deveria fazer Kegels o suficiente para que suas últimas repetições sejam um desafio.

The Pokémon Company / Via rebloggy.com

Assim como é impossível ter uma rotina de exercícios que sirva para todo mundo, quantos Kegels você faz e com que frequência dependente de sua força individual, diz Hoefs. "Em geral, você deveria fazer um pouco mais do que acha que pode fazer", diz ela. "Deve ser um desafio, mas viável, então garanta que suas últimas repetições sejam difíceis."

Se você precisa de um ponto de partida, Minkin diz para tentar fazer três séries de dez, uma série de manhã, uma à tarde e uma à noite, respectivamente. Mas, novamente, tente desafiar um pouco os limites do seu corpo e daquilo que você sente ser capaz de fazer.

15. E não se preocupe, você provavelmente não vai sobrecarregar sua vagina com muitos exercícios de Kegel.

Teoricamente, claro, é possível exercitar demais ou estirar seu assoalho pélvico como qualquer outro músculo, mas nem Minkin nem Hoefs testemunharam isso em nenhuma de suas clientes. Você pode sentir um pouco de dor assim como ao iniciar outra rotina de exercícios, mas isso geralmente é o máximo que vai acontecer. Se você sentir desconforto mais sério ou duradouro, informe seu médico.

16. Você também pode diminuir dores na lombar com exercícios de Kegel.

youtube.com / Via reddit.com

"Ter um assoalho pélvico forte mantém a pélvis estável. Quando ela não é estável, você pode ter dor na região lombar", diz Hoefs. "Então o Kegel também pode ajudar com isso." No caso de você precisar de mais incentivo.

17. Se você for uma atleta, você definitivamente vai querer um assoalho pélvico forte.

Nike / Via buzzfeed.com

Qualquer atleta que lide com exercícios de alto impacto, como corredores ou ginastas, pode ter que se preocupar mais com o controle da bexiga, diz Hoefs. Fazer exercícios de Kegel regularmente pode ajudar com vazamentos acidentais.

18. Existem alguns produtos que podem ser úteis.

Eles não são estritamente necessários, mas há uma tonelada de produtos no mercado feitos para ajudar nos seus Kegels, assim como acompanhar suas repetições e progresso. Alguns até mesmo a recompensam com ~vibrações ~, se você estiver no clima. "Kegelcisers, como eu os chamo, podem ser muito úteis para pessoas que precisam de um pouco mais de orientação", diz Minkin. Produtos como kGoal, KegelSmart, e Elvie são bons pontos de partida.

19. Se você quiser dar um passo além, pode adicionar pesos.

Instagram: @kimanami

Não, não são pesos de academia, mas pequenos pesos vaginais que você insere como um absorvente interno (mas mais baixo, mais perto de sua abertura vaginal) e espreme para segurá-los no lugar — como estes ou estes.

Eles não são feitos para fazer sua vagina levantá-los, mas se você achar que os Kegels regulares não são desafiadores o bastante ou não estão te dando os resultados que você precisa, eles são uma boa opção. E você pode encontrá-los facilmente na Amazon ou em sex shops.

20. Para sua informação, pessoas com pênis também podem fazer exercícios de Kegel.

kickstarter.com / Via buzzfeed.com

Todo mundo tem músculos do assoalho pélvico, e todos podem se beneficiar de fortalecê-los para desempenho sexual e controle da bexiga. Se você tem um pênis, os Kegels são feitos praticamente da mesma forma, levantando os músculos do assoalho pélvico como se estivesse tentando segurar xixi ou gases.

21. Em geral, os Kegels não vão fazer nenhum mal e são fáceis de trabalhar em sua rotina regular, então porque não?

Twitter: @annabroges

"Qualquer que seja sua idade, se pretende engravidar ou não, é importante que você tenha um assoalho pélvico forte", diz Hoef. "É muito saudável que todos cuidem para ter um assoalho pélvico muito forte, da mesma forma que cuidariam do resto do corpo."

Então vá em frente, aperte e levante.

Every. Tasty. Video. EVER. The new Tasty app is here!

Dismiss